NOTÍCIAS

22.12.2016

Notícias sobre o PLP 257/16

Para conhecimento dos Associados da AME/RJ, últimas notícias do Projeto de Lei Complementar (PLP) 257/16, que trata da renegociação das dívidas dos Estados com a União.

Prezados Dirigentes de Entidades e Oficiais da FENEME

Na tarde do dia 20/12/2016, a Câmara dos Deputados aprovou o PLP 257/2016, que trata da Renegociação das Dívidas dos Estados.

Todos acompanharam a luta da votação do PLP 257/16, que desde a sua apresentação, trazia grandes malefícios para osMilitares e Servidores Públicos, como:

1. Proibição de aumento;

2. Proibição de promoção;

3. Aumento da alíquota de contribuição previdenciária para no mínimo 14%;

4. Proibição de concessão de quaisquer vantagens.

Na tramitação na Câmara conseguimos retirar quase todos os malefícios, porém o Governo Federal e os Governadores alteraram o texto no Senado, ampliando as maldades. Depois de uma longa negociação, com a participação de todos, conseguimos retirar todos os dispositivos prejudiciais aos militares. A matéria agora segue para o Presidente da República para sanção ou veto.

As ações coordenadas pela FENEME, ANASPRA, ANERMB e CNCG-PM/BM e demais Entidades  Estaduais e do Distrito Federal (DF), bem como com os Deputados Federais Militares Subtenente Gonzaga (MG); Coronel Fraga (DF); Major Olímpio (SP); Major Rocha (AC); Capitão Augusto (SP); e Cabo Sabino (CE), foram FUNDAMENTAIS na construção do acordo que, aprovado, preservou a dignidade do funcionalismo, sobretudo, dos Policiais e Bombeiros Militares do Brasil.

Agora, como  já  mencionado,  vamos aproveitar o recesso e fazer o mesmo trabalho na reforma da previdência.

Lembrem-se: somente a união e a ação trarão resultados.

Cel PMSC Marlon Jorge TEZA

Presidente da FENEME”.

 

15.12.2016

Projeto NDA: vencendo através do esporte

O Projeto NDA (Núcleo Desportivo de Atletismo), do Instituto Ideal Brasil (IIB), foi criado para preencher uma lacuna de inclusão social por meio do desporto Atletismo nas comunidades carentes de baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) no entorno da unidade militar de Sulacap CFAP (Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças).

De 1996 a 2005 o projeto NDA era mantido com recursos próprios pelo seu idealizador Professor Ormandino Barcelos, doações de amigos e simpatizantes. Nessa época já haviam passado pelo projeto mais de mil crianças e jovens. Nessa ocasião o Prof. Ormandino conseguiu por meio de um amigo do projeto, que uma jornalista do jornal O Globo fosse conhecer Projeto. A jornalista Sanny ficou extremamente emocionada com o trabalho do NDA e fez, no dia 25/05/2005 uma reportagem de página inteira, com o título ”O MILAGRE DE ORMANDINO” – Clique aqui para visualizar.

Essa reportagem foi lida pelo representante da UNESCO no Brasil em Brasília, o qual enviou por duas vezes uma comissão da UNESCO chefiada pelo Doutor Pedro Lessa. O Dr. Pedro Lessa também ficou surpreso com toda a estrutura simples, porém eficaz do projeto e sugeriu ao Professor Ormandino a criação de uma pessoa jurídica sem fins econômicos e lucrativos, que seria a Entidade Mantenedora do Projeto, a fim de dar suporte a todas as necessidades básicas do mesmo. O Prof. Ormandino fundou, então, o IIB, e por meio do qual firmou e vem firmando parcerias, convênios, etc.

Hoje, com 20 anos de existência do Projeto NDA, já foram atendidos mais de 6.000 crianças e jovens, alicerçando seus valores morais, prevenindo a criminalidade, preenchendo saudavelmente suas horas ociosas e descobrindo dezenas de jovens atletas os quais muitos deles conseguiram ser campeões estaduais, brasileiros, sul americano e participantes das equipes do Brasil em Pan Americanos e Mundiais, alcançando também excelentes resultados.

O sucesso de qualquer instituição não se faz sozinho e que o trabalho em parceria é fundamental para alavancar resultados, por isso damos crédito aos nossos parceiros, como a ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO (AME/RJ), pois são fundamentais para o crescimento do projeto.

A seguir, mensagem de agradecimento da srª  Maisa Sampaio, mãe de uma aluna atleta do projeto NDA:

Olá! Meu nome é Maisa Firmo Sampaio, sou mãe da aluna atleta Ana Paula que duas vezes por semana faz atividades físicas e corridas com esses profissionais maravilhosos que trabalham junto com o professor Ormandino. Tenho muito que agradecer a Deus por ter colocado pessoas sérias como esta conceituada Equipe de Profissionais que ajudaram a levantar a auto-estima não só de minha filha, como também a minha. Depois que minha filha Ana Paula passou a fazer parte desta Equipe de Profissionais, ela melhorou muito, tanto na escola, como na saúde e no convívio com pessoas. Sua auto-estima era muito baixa… Desempregada tive que reduzir gastos como colégio particular, plano de saúde e passeios. Minha filha perdeu amigos e aos poucos estava perdendo também a saúde! A partir do dia em que o professor Ormandino e sua esposa conversaram com a Ana Paula e permitiram sua entrada para a Equipe, minha filha passou a ter ânimo, firmeza e responsabilidade. A trataram como “gente grande” e participando das reuniões junto com os atletas maiores, passou a ter esperança. Adquiriu peso, alegria e voltou a sorrir. Mesmo não participando de campeonatos, Ana Paula se satisfaz vestindo o uniforme da Equipe e correndo e fazendo treinos leves junto com os atletas. É o que a faz feliz! As dificuldades existem, estão por todos os lados… porém pessoas que dão palavras de ânimo, moral e que fazem vir a tona a esperança de dias melhores ainda existem. Essas pessoas são vocês!

Obrigada professor Ormandino e esposa!

Obrigada NDA!

Deus os abençoe sempre.

Maisa Firmo Sampaio”.

Todos os resultados e participações do Projeto NDA podem ser acessadas no site www.idealbrasil.org.br

 

15.12.2016

Contribuição para contratação de assessoria jurídica

Prezados Dirigentes de Entidades Filiadas à FENEME,

Para conhecimento que muito embora informalmente alguns informaram que desejam contribuir, até o momento nenhuma entidade manifestou FORMALMENTE sobre a deliberação ocorrida em reunião em Brasília-DF no dia 23 de novembro.

Continuamos aguardaremos a resposta sobre a disponibilidade de contribuição DE CADA UMA DAS ENTIDADES para contratação de Assessoria Jurídica, conforme ATA que já seguiu para cada entidade.

Atenciosamente

A DIRETORIA

 

15.12.2016

Relatório das Atividades Legislativas da FENEME(28/11 a 2 de dezembro)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ o boletim' NOTÍCIAS DE BRASÍLIA', com notícias de interesse da segurança pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano Federal da semana de 28 de novembro a 02 de dezembro de 2016 do corrente ano, para conhecimento das entidades.

Clique aqui e leia o documento na íntegra

 

12.12.2016

Dezembro Laranja alerta para os riscos de câncer de pele

Campanha alerta a população para uso correto e diário do protetor

O Verão ainda não chegou oficialmente, mas o calor e os dias ensolarados não deixam dúvida que está na hora de redobrar os cuidados com a exposição ao sol. A Campanha do Dezembro Laranja para prevenção do câncer de pele tem por objetivo conscientizar a população quanto a um mal que já atingiu mais de 4 milhões de brasileiros.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), cerca de 30% dos diagnósticos de câncer no Brasil, são casos de pele. O INCA estima que, somente em 2016, serão contabilizados cerca de 176 mil novos casos de câncer da pele não melanoma no Brasil.

O câncer de pele não melanoma é o de maior incidência na população brasileira, seguido do câncer de próstata e o de mama. Pensando em mudar essa realidade, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) lançou a campanha Dezembro Laranja, que busca sensibilizar a população para os cuidados com a pele e o uso do protetor solar, os riscos da doença e a importância do diagnóstico precoce para evitar danos maiores ou mutilações mais profundas.

De acordo com o oncologista Rodrigo Munhoz, especialista em tumores de pele e sarcoma do Hospital Sírio-Libanês, quando diagnosticado e tratado em suas fases iniciais, o câncer de pele do tipo não melanoma pode alcançar de 75% a 90 % de sucesso no tratamento. 

“Estudos vêm demonstrando o crescimento no número de câncer de pele, especialmente porque a difusão da necessidade de uso do protetor é relativamente recente. Há cerca de duas décadas, as pessoas não tinham preocupação, daí a necessidade de uma maior sensibilização da população desse problema, que é sério e que pode ser evitado”, completa o médico.

Munhoz ressalta que, nesse período do ano, quando as pessoas estão de férias e muito mais expostas à radiação solar, é preciso redobrar os cuidados e a atenção. “A cultura do bronzeamento a qualquer custo precisa ser combatida, pois os danos são muitos”, completa o médico.

Com uma postura parecida, a dermatologista Marcela Vidal, do sistema Hapvida, chama atenção para o fato de que a maioria das pessoas não sabe aplicar o protetor solar. “Como se não bastasse isso, as pessoas ainda têm uma falsa ideia de que as peles morenas, mais comuns no Brasil, estariam mais protegidas, esquecendo que a melanina não oferece tanta proteção contra os raios UVA e UVB. É claro que as pessoas mais claras, com fototipo mais baixo, apresentam dano celular mais cedo, mas as diversas variações de pele morena e negras precisam de proteção e bloqueador com fator, no mínimo, 30”, esclarece.

Quanto à necessidade de produção da vitamina D, a médica lembra que 15 minutos diariamente de sol na pele, nos horários antes das 10h e depois das 15h, já garantem uma boa produção de vitamina. “Áreas como a coxa, a parte interna do braço, a barriga são excelentes para garantir uma boa metabolização da luz solar, pois é importante lembrar que partes onde já há danos provocados pelo sol não conseguem garantir absorção tão eficaz”, completa. 

Bloqueador solar. Marcela ressalta que o uso do bloqueador solar não deve se limitar apenas quando se vai à praia ou piscina e precisa se tornar um hábito como escovar os dentes. Ela lembra que a aplicação deve ser feita sempre 30 minutos antes da exposição, em duas etapas, e a reaplicação deve ser feita a cada duas horas ou toda vez que a pessoa entrar na água ou transpirar muito. 

A especialista explica que no rosto e no pescoço é preciso aplicar uma quantidade equivalente a uma colher de chá. A mesma medida vale para cada braço. A porção equivalente a duas colheres de chá devem ser destinadas a barriga e costas, além das pernas. “Essas medidas devem ser aplicadas 30 minutos antes da exposição uma primeira vez e a operação deve ser repetida imediatamente, esse é o truque da proteção eficaz”, ensina. Ela lembra que as orelhas e a parte de cima dos pés não podem ser esquecidas. 

Crianças menores de 6  meses não devem se expor diretamente ao sol e as crianças devem usar o bloqueador e outra barreiras mecânicas como as blusinhas com proteção solar, sombreiros, bonés e chapéus. Para as pessoas mais claras, o fator de proteção precisa ser de 50 ou mais. 

Melanomas ou não. Rodrigo Munhoz explica que existem dois tipos de câncer de pele: o melanoma, que é o mais agressivo, com maior risco de complicação e metástase e que responde por 5% dos casos, e o não melanoma. Esse último é mais comum, é responsável por 95% dos casos de câncer de pele e tem uma relação direta com a exposição solar, especialmente aquele excesso de sol tomado na infância, que só vai aparecer décadas depois. 

O maior órgão do corpo humano é heterogêneo e, por isso mesmo, o câncer de pele não-melanoma pode apresentar tumores de diferentes linhagens. Os mais frequentes são o carcinoma basocelular e o carcinoma epidermoide. O carcinoma basocelular, apesar de mais incidente, é também o menos agressivo. Marcela Vidal ressalta que qualquer mancha ou sinal que apareça e tenha um comportamento estranho deve ser submetido à análise. “É importante ressaltar que não adianta ter medo, pois quanto mais cedo for identificado e tratado, melhor serão as chances de tratamento”, completa. 

O médico chama atenção para o fato que, embora muito agressivo e imprevisível, o melanoma é raro e pessoas ruivas, com pele e olhos claros, casos de câncer de pele na família precisam ser acompanhados bem de perto. “Os imunossuprimidos também precisam ter uma atenção especial”, completa.

Fonte: Correio 24horas

 

30.11.2016

AME/RJ RECEBE AUTORIDADES PARA DISCUTIR CRISE DO RIO DE JANEIRO

Prezados associados,

Como é do conhecimento de todos, o Governo do Estado do Rio de Janeiro enviou para a Assembleia Legislativa (ALERJ) um ‘Pacote de Maldades’ que assola diretamente os legítimos direitos do servidor público. Na tentativa de eliminar ou, pelo menos minimizar os efeitos nefastos do tal pacote, a Associação de Oficiais Militares (AME/RJ) estará recebendo nesta quinta-feira (01/12), em sua sede social, às 10h, importantes autoridades que vêm somar esforços em benefício direto dos militares do Rio, e indireto dos militares de outros estados da Federação. 

Estarão presentes o Presidente da Federação Nacional de Entidades de Militares Estaduais (FENEME), Coronel Marlon Jorge Teza, o Presidente da Associação Nacional de Praças (ANASPRA), Cabo Elisandro Lotin de Souza, Presidentes de Associações de Oficiais de Doze estados, os Deputados Federais Major Olímpio e Subtenente Gonzaga, Policiais Militares, além de outras personalidades que vêm ao Estado, especificamente a AME/RJ, participar da luta em defesa da classe PMERJ e CBMERJ. 

Neste mesmo dia, às 17h, o Presidente da AME/RJ, Coronel Fernando Belo, juntamente com essas autoridades, será recebido em audiência pelo Governador Luiz Fernando Pezão. Divulgaremos os resultados dessas reuniões através do site e facebook.

 

29.11.2016

Atleta do Instituto Ideal Brasil, parceira da AME/RJ, sagra-se campeão Sul-Americano 

A parceria entre a AME/RJ e o Instituto Ideal Brasil promove a inclusão social e desportiva de centenas de jovens de comunidades carentes, por meio do atletismo

À AME/RJ

At. Sr. Presidente Cel. Carlos Fernando Ferreira Belo

A/C Vice-Presidente Administrativo Cel. José Maria de Oliveira

É com muita alegria que noticiamos a última conquista da parceria AME/RJ e INSTITUTO IDEAL BRASIL (IIB)

O atleta RAFAEL GOMES FRANCISCO, participante do projeto social NDA – Núcleo Desportivo de Atletismo do Ideal Brasil, integrou a Seleção Brasileira de Atletismo, que participou dos campeonatos Sul-Americanos Sub-23 de Atletismo, em Lima/Peru, no período de 23 a 25/09/2016.

Rafael foi MEDALHA DE OURO, sagrando-se CAMPEÃO SUL-AMERICANO SUB-23 no REVEZAMENTO 4x400m.

O CEL. GAGLIARD, Vice-Presidente da Comissão de Desportos da Aeronáutica - CDA, assim como o CEL. PANISSA, responsável pela modalidade de Atletismo e Alto Rendimento da CDA, onde a equipe Ideal Brasil realiza parte de seus treinamentos, fizeram questão de prestigiar o Atleta Rafael.

À TODA EQUIPE AME/RJ REGISTRAMOS AQUI O NOSSO MUITO OBRIGADO.

Atenciosamente,

Professor Ormandino Barcelos e Rosana Pazolini

INSTITUTO IDEAL BRASIL


Rafael exibe com orgulho sua medalha de campeão Sul-Americano

 

28.11.2016

FENEME marca presença no 16º SENABOM, em Florianópolis

Durante o evento aconteceu também a reunião do Conselho Nacional de Comandantes Gerais

Entre os dias 09 a 11 de novembro, Florianópolis sediou o 16º Seminário Nacional de Bombeiros (SENABOM), evento organizado pelo Corpo de Bombeiros Militares do Estado de Santa Catarina, instituição comandada atualmente pelo Coronel BM Onir MOCELIN.

Na oportunidade, aconteceu também a reunião do Conselho Nacional de Comandante Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares (CNCG) presidido pelo Coronel PMMG BIANCHINI, onde foram debatidos e tratados de vários assuntos de interesse comum das Instituições Militares Estaduais e do Distrito Federal. A Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) participou de painéis com os Comandantes Gerais juntamente com as demais entidades nacionais de representação de militares (ANASPRA - ANERB e AMEBRASIL), tratando de temas importantes e atuais no cenário nacional, sendo acentuado a necessidade da união de todos (entidades representativas e comandantes) para enfrentar questões como Lei Orgânica das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares e a anunciada Reforma da Previdência.

Na Reunião dos Comandantes Gerais, além das exposições dos representantes das entidades representativas de militares no nível Nacional já referenciadas, pela FENEME realizaram exposições o Presidente Coronel Jorge Marlon Teza e o Diretor de Assuntos Parlamentares Coronel Elias Miler.

Ainda durante o evento SENABOM, realizaram palestra sobre os Militares e a Previdência o Coronel Miler e o Capitão Roger (Diretor e Assuntos Jurídicos da FENEME), ambos esclarecendo e posicionando a todos da atual situação e dos encaminhamentos necessários a ser levados a efeito por parte dos militares estaduais em todo o País para enfrentar o tema.

Fonte: FENEME

Mais informações no site https://senabom.cbm.sc.gov.br/ 

 

28.11.2016

Pezão é joia!!!

Furto na residência de Pezão ainda é mistério

O apartamento do então Vice-Governador do Rio Luiz Fernando Pezão, no Leblon foi arrombado em 2012 e, segundo a Polícia, teria sido roubada a coleção de joias de sua mulher composta por nada mais, nada menos do que 15 caixas. Na época o casal se deleitavam usando o dinheiro público  em uma viagem pela Sicília (Itália), o berço da Cosa Nostra. 

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

28.11.2016

Versões para o forfait de Carmem Lúcia

Por Frederico Vasconcelos

Não são convincentes os dois motivos apontados para explicar o forfait da ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, que desistiu de proferir neste sábado (5) a conferência de encerramento do “VI Encontro Nacional de Juízes Estaduais”, promovido em Porto Seguro (BA) pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB).

A versão oficial, publicada pela mídia, informa que a assessoria da ministra alegou, na véspera, outro compromisso assumido. Essa explicação aparentemente não se sustenta.

Possivelmente, Cármen Lúcia evitou expor os reais motivos da desistência, pois o Conselho Nacional de Justiça divulgou no sábado a “visita surpresa” [grifo nosso] que ela fez ao Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. Essa programação não prevista ocorreu no momento em que o ministro João Otávio de Noronha, corregedor nacional de Justiça, substituía a presidente do CNJ no evento da Bahia.

Alguns veículos associaram a ausência de Cármen Lúcia à divulgação de que o encontro dos juízes em Porto Seguro tinha entre os patrocinadores a Veracel Celulose S.A., empresa que teria sido condenada na primeira instância do Judiciário nas áreas ambiental, trabalhista e fiscal.

Essa explicação também seria insuficiente.

Qual grande empresa não tem problemas, não tem processos?“, perguntou ao Blog um juiz.

Muitos outros eventos de magistrados já foram realizados com patrocínio de grandes empresas e instituições financeiras com enormes passivos no Judiciário.

O lobby dos patrocinadores é evidente, mas não se imagina que um juiz mude sua decisão num processo por causa de contribuição pública ou privada a um congresso de magistrados.

A tentativa do CNJ de limitar patrocínios em eventos teve origem num outro tipo de relacionamento, mais grave: a distribuição a magistrados paulistas de brindes –automóveis, cruzeiros marítimos, equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos – oferecidos por empresas privadas nas festas de confraternização de final de ano.

Como em 2013 o CNJ recuou da proposta de veto total ao patrocínio público e privado em eventos promovidos por associações de magistrados – mantendo-se a exigência de que os juízes paguem suas despesas, com exceção dos conferencistas e presidentes de mesa– a AMB não teria cometido nenhuma irregularidade no encontro de Porto Seguro.

Teria apenas assumido o risco de ressuscitar a polêmica quando foi buscar ou aceitou o apoio da indústria de celulose.

Pode ter havido um erro de cálculo do cerimonial do STF ao agendar o compromisso, uma vez que eventos em resorts à beira-mar aparentemente não combinariam com a imagem de austeridade da ministra (sem falar que há um certo exagero em enquadrar uma simples palestra de encerramento como item da “programação científica” do encontro).

Talvez a ministra tenha imaginado que não valeria a pena confrontar –naquele ambiente– o discurso corporativista do ministro Ricardo Lewandowski. O antecessor foi saudado quando abriu o encontro afirmando que os magistrados não podem ter vergonha de pedir aumentos.

As manifestações recentes da presidente do CNJ vão na linha oposta, e têm gerado insatisfação nas entidades de magistrados.

Em outubro, no programa “Roda Viva“, Cármen Lúcia disse que os juízes devem ter boas condições de trabalho e ser bem remunerados, mas afirmou que “não é hora” de discutir o reajuste, em período de crise econômica.

Ao que tudo indica, as divergências continuam e deverão ser discutidas em momento e local mais apropriados: no gabinete da ministra no Supremo, em reuniões com os presidentes das associações de classe, ou no CNJ –que, para Lewandowski, é a “casa dos magistrados” e, para Cármen Lúcia, a “casa do cidadão”.

Fonte: Folha de S.Paulo

 

22.11.2016


AME/RJ EMITE NOTA EM SOLIDARIEDADE AOS FAMILIARES DOS PMS MORTOS DURANTE O CUMPRIMENTO DO DEVER

A Associação de Oficiais Militares Estaduais manifesta por meio da presente a sua solidariedade aos familiares e amigos dos cinco Policiais Militares mortos no último sábado (19), sendo quatro deles do Grupamento Aeromóvel (GAM) após queda do helicóptero durante operação na Cidade de Deus e o quinto (3º BPM/Méier) atacado por criminosos no Jacaré, Zona Norte do Rio. Ao mesmo tempo, a entidade manifesta sua indignação com a violência que resultou nos lamentáveis eventos.

Clique aqui e leia a nota na íntegra

 

14.11.2016

Operação saqueador Maria Antonieta e Cabral

Delação de Cavendish vai detalhar mordomias pagas para Cabral, família e secretários

A proposta de delação de Fernando Cavendish aos procuradores da Operação 

Saqueador transforma Sérgio Cabral, na descrição de quem leu o seu conteúdo, em uma Maria Antonieta.

A referência não é só pelo amor de Cabral a Paris. As faturas, fotos e outros documentos de que Cavendish dispõe mostram situações do mais conspícuo consumo de Cabral e seu entorno às custas do ex-dono da Delta.

Por entorno, entende-se a família de Cabral e secretários influentes de seus dois governos. Wilson Carlos e Sérgio Côrtes são citados.

As provas de Cavendish revelam que, além de anel e carro, ele também pagou (muitas) viagens, com restaurantes e hospedagens no padrão Versailles.

O MPF está mirando sua investigação também sobre Adriana Ancelmo, mulher de Cabral.

Mas Cavendish tem pressa. Ele sabe que está avançada a negociação de quatro de seus ex-executivos com o Ministério Público Federal para também fazer colaboração.

A propósito, a guilhotina da Lava-Jato se aproxima.

Fonte: O Globo/Coluna Lauro Jardim

 

11.11.2016

PEC 273/2016 – Nota de esclarecimento

Referente à notícia de que a FEDERAÇÃO NACIONAL DE ENTIDADES DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS (FENEME) estaria apoiando integralmente a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) Nº 273/2016 - que institui carreira com ingresso único para integrantes dos órgãos de Segurança Pública -, de autoria do Deputado Subtenente GONZAGA (PDT-MG) (http://subtenentegonzagamg.com.br/site/index.php/imprensa/noticias/item/189-pec-do-acesso-unico-nas-carreiras-policiais-civis-e-militares-comeca-a-tramitar-no-congresso-nacional ) – tenho a esclarecer o seguinte:

A FENEME jamais deliberou formalmente sobre o tema: CARREIRA E/OU INGRESSO ÚNICO em suas assembleias e reuniões internas, nem mesmo o fez em reuniões com outras entidades ou grupos Se alguém ligado à FENEME o fez, foi em seu próprio nome.

Sobre o tema a FENEME não se nega e nunca se negou a discuti-lo, pois entende como importante e necessário o debate, para ao final, se for o caso deliberar, porém ainda está longe de uma decisão, pois como mencionado será objeto de discussões e debates.

A FENEME não é contra o debate (que como mencionado) é necessário e está aberta a participar do mesmo em qual for o espaço ou ocasião, contudo deixa mais uma vez claro que não fechou questão nem mesmo discutiu sobre o apoiamento ou não à PEC  273/16 protocolada recentemente na Câmara os Deputados.

Aproveitando a oportunidade se faz necessário mencionar que o Deputado Federal Subtenente Gonzaga-MG tem sido de maneira inconteste, juntamente com outros parlamentares militares, um grande parceiro da FENEME e defensor de todos os militares Estaduais no Parlamento Brasileiro.

MARLON JORGE TEZA - Coronel PMSC

Presidente da FENEME.

 

11.11.2016

Informações urgentes e orientações sobre o PLS 254 (Audiência de Custódia)

Abaixo informações do Presidente da FEDERAÇÃO NACIONAL DE ENTIDADES DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS (FENEME), Coronel Marlon Jorge Teza, a respeito do PLS (Projeto de Lei) nº 554/2011, que tramita no Senado Federal.

“Prezados Dirigentes de Entidades Filiadas à FENEME e demais Oficiais:

RESUMO DA TRAMITAÇÃO DO PLS 554 – AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA

- Foi aprovado na Comissão de Justiça em 2015 o texto contemplando AUTORIDADE POLICIAL.

- Em 25/09/2015, a matéria foi para o plenário do senado sendo aberto o prazo de cinco dias úteis para recebimento de emendas perante a Mesa, nos termos do art. 235, II, c, do Regimento Interno.

Em 03/10/2015, encerrou-se em 1º de outubro o prazo para apresentação de emendas ao projeto. 

Ao projeto foram apresentadas as seguintes emendas:

- Emenda nº 11-PLEN, de autoria do Senador Humberto Costa (DELEGADO DE POLICIA);

- Emenda nº 12-PLEN; de autoria do Senador Randolfe Rodrigues; 

- Emenda nº 13-PLEN; de autoria do Senador Randolfe Rodrigues; 

- Emenda nº 14-PLEN; de autoria do Senador Randolfe Rodrigue  e;

- Emenda nº 15-PLEN; de autoria do Senador Randolfe Rodrigues (AUTORIDADE POLICIAL). 

A matéria volta à CDH, à CAE e à CCJ, para exame das emendas.

- Em 14/07/2016. Anunciada a matéria, é proferido pelo Senador João Capiberibe, o Parecer nº 708, de 2016 - PLEN, em substituição às Comissões de Direitos Humanos e Legislação Participativa; de Assuntos Econômicos; e de Constituição, Justiça e Cidadania, contrário as Emendas nºs 11 a 15 - PLEN. Encaminhado à publicação e rejeitado o Requerimento nº 552, de 2016, de autoria do Senador Paulo Bauer, que solicita a inversão de pauta para apreciação do Item 5, PLS 204, de 206, em 1º lugar; com o seguinte resultado: Sim 5; Não 44; Abst. 1; Presidente 1; Total 51. (Votação Nominal, por ofício da Presidência). Discussão encerrada. Matéria votada.

Em 01/08/2016. SLSF - Secretaria Legislativa do Senado Federal

Ação: Recebida, na Secretaria-Geral da Mesa, a Emenda nº 16-Plen, do Senador Roberto Rocha, apresentada no turno suplementar. Incluído na Ordem do Dia da sessão deliberativa de 02.08.2016. Discussão, em turno suplementar. Recebida, na Secretaria-Geral da Mesa, a Emenda nº 17-Plen, do Senador Ataídes Oliveira apresentada no turno suplementar.

- Em 01/10/2016. Votadas as emendas da CCJ do senado, MANTIDA A EXPRESSÃO AUTORIDADE POLICIAL.

- MARCADO O TURNO SUPLEMENTAR PARA A SEMANA DO DIA 07 DE NOVEMBRO.

O que poderá ocorrer na votação em turno suplementar é alguma emenda de plenário (dos delegados, por exemplo) para novamente pretender alterar o termo AUTORIDADE POLICIAL PARA DELEGADO DE POLÍCIA.

O pedido a todos é no sentido de entrarem em contato com os Senadores dos respectivos estados para que não alterem o referido termo permanecendo “AUTORIDADE POLICIAL”. TAL PEDIDO DEVERÁ SER PESSOALMENTE OU VIA E-MAIL DIRETAMENTE PARA O SENADOR.

A lista dos Senadores em exercício por estado com e-mail/telefone e gabinete pode ser obtida no link: http://www25.senado.leg.br/web/senadores/em-exercicio

Retorno dos contatos via e-mail ou através do fone (61) 98123-9954 – (Cel Miler - Diretor de Assuntos Legislativos).

MARLON JORGE TEZA - Coronel PMSC

Presidente da FENEME”.

 

04.11.2016

Cabral, o imortal

Dizem que certos políticos têm sete vidas, tamanha a sua capacidade de sobreviver a escândalos. Se for verdade, Sérgio Cabral deve ter 14. O ex-governador do Rio é alvo de acusações de corrupção há quase duas décadas, mas as suspeitas contra ele nunca foram a julgamento. 

Em 1998, o Ministério Público abriu a primeira investigação sobre Cabral. Ele era suspeito de enriquecimento ilícito por comprar uma mansão em Mangaratiba, perto de Angra dos Reis. O caso foi arquivado pelo procurador Elio Fischberg, que seria afastado por falsificação de documentos em ação contra outro peemedebista ilustre: Eduardo Cunha.

O escândalo à beira-mar não interrompeu a escalada de Cabral. Ele acumulou poder e se elegeu senador e governador por duas vezes. Chegou a se insinuar à Vice-Presidência da República, mas foi abatido em voo pelas manifestações de 2013.

Um acidente aéreo na Bahia expôs sua intimidade com empresários que prosperaram em terras fluminenses. Um deles, o empreiteiro Fernando Cavendish, presenteou a mulher do peemedebista com um anel avaliado em R$ 800 mil. O valor da joia parece gorjeta diante das cifras atribuídas a ele na Lava Jato.

Cabral já foi acusado de receber propina em várias obras milionárias, com a reforma do Maracanã, o complexo petroquímico, o Arco Metropolitano e a reurbanização de favelas. Ele anda sumido, mas continua a atuar no bastidor. Há poucas semanas, treinava o aliado Pedro Paulo para os debates da eleição municipal.

Encastelado no Leblon, o peemedebista acaba de entrar na mira de outra operação de nome sugestivo: Saqueador. Para o juiz Marcelo da Costa Bretas, as apurações apontam para um "gigantesco esquema de corrupção" no Estado, "com o apadrinhamento" do ex-governador.

Em nota, Cabral disse que "repele com veemência" e manifesta "indignação e repúdio" contra os acusadores. Se sobreviver a mais essa, ele poderá reivindicar o título de imortal.

Fonte: Folha de S.Paulo

 

04.11.2016

Agora é lei: Trote para PM e SAMU vai gerar multa de até R$ 2 mil

Quem passar trote telefônico em serviços de emergência como polícia e bombeiros poderá ser multado em até R$ 2 mil. É o que prevê a lei 7.478/2016, sancionada na última terça-feira (1º) pelo Governador do Rio em exercício, Francisco Dornelles.

De autoria do Deputado Estadual Flávio Bolsonaro, a lei determina que as operadoras passem os dados cadastrais das linhas usadas para trotes. Caso haja reincidência na ação, os serviços de telefonia do usuário poderão ser bloqueados. O projeto tem uma finalidade educativa, mas também vai gerar economia dos recursos gastos com o acionamento indevido do pessoal", disse Flávio.

O Corpo de Bombeiros, a Policia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência são frequentemente acionados por trotes inviabilizando atendimentos necessários, já que o deslocamento de equipes para ocorrências inexistentes gera custo e perda de tempo por parte das equipes.

Fonte: Coluna Extra, Extra/Jornal Extra

 

03.11.2016

Renan Calheiros acusa Polícia Federal de facismo

O Presidente do Senado, Renan Calheiros, acusou a Polícia Federal de ter se valido de “métodos fascistas” nunca adotados sequer na “ditadura” na Operação Métis, que levou à prisão de quatro policiais legislativos da Casa, no final de outubro.

O peemedebista anunciou que a Advocacia do Senado vai entrar no Supremo Tribunal Federal (STF) com uma ação para defender as prerrogativas de atuação da Polícia Legislativa, chamou o Ministro da Justiça, Alexandre Moraes, de “chefete de polícia” e ainda classificou o juiz Vallisney de Souza Oliveira, responsável pela operação, de “juizeco” por decretar uma ordem contra o Senado.

“Tenho ódio e nojo a métodos fascistas. Como Presidente do Senado, cabe a mim repeli-los”, disse Renan, numa rara entrevista coletiva em seu gabinete, que foi acompanhada por policiais legislativos. Renan voltou a criticar Moraes, assim como fez no dia da operação, quando disse que ele havia extrapolado das suas funções quando falou sobre a ação que deteve os policiais legislativos.

“É lamentável que isso aconteça, um espetáculo inusitado, que nem a ditadura fez, com a participação do ministro do governo, que não tem se portado como um ministro de Estado, no máximo como um ministro circunstancial de governo, chefete de polícia”, reclamou.

O Presidente do Senado, contudo, disse que não sugeriu a demissão de Alexandre Moraes ao presidente Michel Temer. Os dois conversaram após a operação ter sido deflagrada. “Não cabe ao presidente do Congresso tratar de substituição ou destituição de ministro, mas lamento que ele tenha se comportado dessa forma, falando mais do que devia, dando bom dia a cavalo”, disse Renan.

O peemedebista esquivou-se de responder se vai manter no cargo o Diretor de Polícia Legislativa da Casa, Pedro Ricardo Araújo Carvalho, preso na Operação Métis sob a acusação de liderar o suposto esquema de tentativa de embaraçar a Operação Lava Jato. O Diretor estava no cargo havia 11 anos e teve contra si decretado o afastamento das funções públicas por ordem da 10ª Vara Federal de Brasília, onde despacha Vallisney. “A decisão não é minha, é de quem o prendeu”, disse Renan, sobre se Pedro Carvalho vai permanecer no cargo.

Fonte: Revista Veja

 

27.10.2016 

Renan e Jader teriam recebido R$ 5,5 milhões em propina, diz revista

Delator diz que Renan e Jader receberam R$ 5,5 milhões em propina, segundo ‘Época’

Em delação premiada, o “homem da mala do PMDB” Felipe Parente, afirma ter repassado R$ 5,5 milhões em propina ao atual presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e ao senador Jader Barbalho (PMDB-PA) entre 2004 e 2006, referentes ao esquema de corrupção da Petrobras, apelidado de “Petrolão”. Os trechos da delação premiada foram obtidos com exclusividade pela revista “Época”. Parente era responsável pela entrega de dinheiro em espécie de propinas da Transpetro, subsidiária da Petrobras.

Parente é ligado ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que tornou-se delator da Lava-Jato e expôs gravações de conversas telefônicas com Renan Calheiros, nas quais o presidente do Senado falava em mudanças na lei de delação premiada de modo a evitar que alguém preso se tornasse delator. O relato de Parente, obtido pela “Época”, afirma que os R$ 5,5 milhões destinados a Renan e Jader tinham como origem as empreiteiras Queiroz Galvão e UTC, além da empresa de fretamento de navios Teekay Norway que, segundo a reportagem, teve até sete embarcações de transporte de petróleo em alto mar contratadas pela Transpetro.

As revelações de Parente já tinham vindo à tona em reportagem da revista “Veja” no início deste mês, em que ele aparecia caracterizado como “homem da mala do PMDB”. A reportagem, que também teve acesso a trechos da delação, detalhava entregas de dinheiro ao senador Jader Barbalho e também a Renan Calheiros, que teria recebido um total de R$ 32 milhões entre 2004 e 2014. O dinheiro referia a propinas obtidas através da Transpetro.

De acordo com a reportagem da “Época” desta sexta-feira, a delação de Felipe Parente afirma que os R$ 5,5 milhões foram entregues em encontros no Rio e em São Paulo com Iara Jonas, funcionária do gabinete de Jader Barbalho no Senado. Parente alega que as entregas destinavam-se não apenas a Jader, mas também a Renan Calheiros, e que os repasses ocorreram entre 2004 e 2006.

Em relação à Queiroz Galvão, que teria desembolsado R$ 3,5 milhões em espécie, o delator afirma que as tratativas para recebimento do dinheiro ocorreram, por orientação de Machado, com o próprio presidente da empresa, Ildefonso Colares, atualmente em prisão domiciliar por ter sido diagnosticado com câncer. De acordo com a delação de Parente, Ildefonso lhe instruiu a dizer a palavra “lua” como senha para receber o dinheiro em um escritório no Centro do Rio. Depois, Parente afirma ter repassado a propina a Iara em encontros nos bairros do Leblon e de Ipanema, na Zona Sul da cidade.

Jader disse à “Época” que não conhece Felipe Parente e que não recebeu remessas de dinheiro de empresas através do delator. O presidente do Senado Renan Calheiros também negou conhecer Parente e disse não ter recebido vantagens “de quem quer que seja”.

Fonte: Extra

Comentário do Tenente-Coronel PM RR Paulo Fontes (sócio da AME/RJ):

Sempre eles, sempre os mesmos, saqueadores dos cofres públicos, ladravazescontumazes, milionários, escarnecendo das autoridades e da população que vêo dinheiro dos impostos que paga com sacrifício, e nem seriaexagero dizer, uma verdadeira extorsão,mais de 1/4 da suaforça de trabalho, escorrerpornograficamente pelo ralo da mais pérfida CORRUPTOCRACIApraticadaem PINDORAMA. Já está mais do que na hora de colocar esses degenerados, cleptobandidocratas, maníacos sem chance de recuperação, na cadeia por longo tempo e não devemos nos esquecer dos familiares que sabiam perfeitamente que o que usufruíram era produto do maior butim da história deste infeliz país!!! 

 

25.10.2016

“A UPP  é uma panela de pressão prestes a explodir”

Policiais Militares residentes no Sul Fluminense e lotados UPPs na capital falam sobre clima de terror com que convivem no trabalho. Falta de estrutura, apoio governamental e salários atrasados são os principais motivos. A situação faz com que exista o desejo comum de conseguir uma sonhada transferência para um batalhão do interior.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

21.10.2016

Mais de 110 PMs foram mortos de janeiro a setembro nas ruas do Rio

Nos nove primeiros meses de 2016, 114 policiais militares foram mortos no Rio de Janeiro. A maioria durante o horário de folga. Outros 556 foram baleados e sobreviveram. Os dados foram apresentados ontem  (20) na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Rio (ALERJ) que apura as causas de mortes e incapacitações de profissionais de segurança pública no Estado. Os dados são da Polícia Militar.

"A tragédia é muito maior do que se pensava e a reunião de hoje era para promover um debate que englobe a família do policial, para que haja compreensão e para que possamos juntos discutir as causas", disse o presidente da CPI, o Deputado Estadual Paulo Ramos. De acordo com o deputado, é a primeira vez que a Polícia Militar envia uma planilha atualizada sobre o tema.

De acordo com o Subsecretário de Educação, Valorização e Prevenção da Secretaria de Segurança do Rio, Pehkx Jones Gomes da Silveira um estudo foi iniciado no âmbito da Polícia Militar para entender por que os policiais tem sido alvo de ataques em diferentes pontos do Rio.

Segundo Jones a ideia é tentar uma solução definitiva para o problema. Para isso, ele sugere a criação de um grupo de trabalho específico para cuidar do tema. O caso foi encaminhado para análise do novo secretário de Segurança, Roberto Sá, que tomou posse nesta semana.

O Chefe do Estado Maior da PM, Coronel Cláudio Lima Freire apresentou os dados à CPI. Segundo ele, a corporação tem iniciativas como o "Percurso Seguro", na tentativa de reduzir ataques aos policiais quando eles deixam os plantões nos quartéis.

"É mais uma ferramenta voltada para diminuir a vitimização do policial. A nova política de segurança, de 2007 para cá, tem o objetivo de reduzir delitos, gerando benefício financeiro para o PM. Isso ajuda no controle das mortes em serviço", disse o Coronel Lima Freire.

Fonte: G1

 

20.10.2016

PM amamenta bebê que seria abandonado e salva a vida de recém nascido

Mãe é mãe. Farda é detalhe. O instinto materno falou mais alto e guiou a ação da Capitã da Polícia Militar do Rio Ana Paula Moutinho, ao ser chamada para uma ocorrência na comunidade do Terreirão, no Recreio. Uma mulher ameaçava abandonar um bebê de apenas 28 dias. A policial, que tem um filho de 11 meses, não pensou duas vezes: amamentou a criança com o próprio leito materno.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

A Associação de Oficiais Militares Estaduais parabeniza a Policia Militar e Mãe Ana Paula, pelo lindo gesto humanitário. 

 

20.10.2016

Reportagem 'Coronéis de alto custo' – Direito de resposta

Resposta a jornalista Elenilce Bottari referente à reportagem “Para cada coronel da PM e dos Bombeiros,há cinco na reserva”, publicada no O Globo de 29/09/2016.

“Caríssima ELENILCE BOTTARI,

Para que sua excelente matéria “CORONÉIS DE ALTO CUSTO” representasse totalmente a verdade, deveria ter como subtítulo “GOVERNADORES DE MEIA PATACA” ou “POLÍTICOS DO OBA-OBA”. Por quê?

Sou Cel PM RR RG xxxxx, PAULO AFONSO CUNHA e fui para a reserva remunerada, “ex offício”,aos 48 anos de idade por determinação constitucional (Art 142, § 3º, III e Art 42, § 1º) em 08 de outubro de 1999. Quem aprovou a Constituição Federal de 1988? O Constituinte em quem votei sequer foi eleito. Eu exercia o cargo de Secretário de Trânsito do Município, por ordem.

Em anexo está o Decreto que me transferiu para a Reserva (CLIQUE AQUI  e veja o documento). Quem faz estas leis? Posso deixar de cumpri-las? Alguns dos companheiros Coronéis PM podem deixar de cumpri-las?

Quem reduziu o tempo de permanência no último posto de 8 para 4 anos? Não foram os Coronéis PM!

Outrossim, o Decreto 2.479 prescreve até hoje que o servidor estadual (civis e militares), ao ser transferido à inatividade tem direito no cálculo de seus proventos, a incluir a maior gratificação obtida nos últimos 5 anos no serviço ativo e recebida pelo menos durante 1 ano. E aí, não cumpre?

Enfim a lambança público-institucional maior ainda foi misturar no Rioprevidência, a aposentadoria nos servidores civis com a inatividade de policiais e bombeiros militares! Esta foi infame, misturar macaco com cobra na mesma jaula!

Querer igualar coisas absolutamente diferentes, data venia, é exercício de burrice! E não há uma lei, decreto ou norma neste país que obrigue qualquer cidadão a ser burro. Ainda bem! E mais, com uma carreira pródiga e absolutamente honesta, produtividade muito acima da média, resultados operacionais eternos, diante do que se vê hoje, considero o Estado do RJ ladrão ao não me pagar o que está no meu contracheque, o qual não pedi a ninguém, conquistei trabalhando, assim como outros companheiros, creio eu.

Atenciosamente, 

PAULO AFONSO CUNHA”.

Paulo Afonso Cunha é Coronel PM RR, Sócio da AME/RJ, Presidente da NitTrans e Subsecretário de Trânsito e Transporte de Niterói.

 

20.10.2016

Relatório das Atividades Legislativas - FENEME (26 a 30 de setembro)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ o boletim' NOTÍCIAS DE BRASÍLIA', com notícias de interesse da segurança pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano Federal, no período de 26 a 30 de setembro do corrente ano, para conhecimento das entidades.

Clique aqui e leia o documento na íntegra

 

19.10.2016 

A grave crise da Segurança Pública no Rio

A política de Segurança Pública do Rio de Janeiro era considerada um exemplo a ser seguido em todo o Brasil. Hoje, o estado é um faroeste caboclo.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

19.10.2016

Guerrilha urbano! Para se esconder nas matas, traficantes usam roupa especial

O Complexo de Favelas do Salgueiro, em São Gonçalo é uma espécie de bunker do tráfico. Com uma vasta área de mata, os bandidos se camuflam vestindo roupas especiais para se esconder e emboscar a polícia. A roupa é conhecida como ‘Traje Ghillie’,muito utilizado por caçadores e atiradores de elite.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

Comentário do Tenente-Coronel PM RR Paulo Fontes (sócio da AME/RJ):

O RIO DE JANEIRO está abandonado e entregue ao crime e a violência. Enquanto as autoridades federais e estaduais, corruptas omissas e lenientes, discutem, se é que discutem, a população aterrorizada se vira como pode para tentar fugir de  balas perdidas, latrocínio, roubos, furtos, assaltos a residências, sequestros relâmpagos e outros crimes. Vias expressas, como as Linhas Amarela e Vermelha, Avenida Brasil, Auto Estrada Lagoa Barra, Grajaú Jacarepaguá e as novíssimas Transolímpica  e o Túnel Marcelo Alencar, são interrompidas  a qualquer hora do dia e da noite, alvo de ataques de criminosos  convencionais (os não convencionais são os políticos, empresários etc). Mais de 50 policiais já foram assassinados e não vemos reação alguma. Estão querendo trocar o atual armamento da PMERJ, que já não é essa maravilha, pelas ultrapassadas carabinas ponto 40, prontamente apelidadas pela bandidagem de "MELISSINHA". AS UPPS, antes jóia da coroa, sofrem ataques, com mortos e feridos policiais e nada é feito. O BELTRAME DEVERIA SER INVESTIGADO PELO MPE E PROCESSADO PELO TJRJ pelos crimes de omissão e prevaricação!!!

 

14.10.2016

Lei garante dispensa ou dia de folga às servidoras estaduais para exame de câncer de mama

O Outubro Rosa é o mês de conscientização e combate do câncer de mama. O movimento busca alertar sobre os riscos e a necessidade de diagnóstico precoce deste tipo de câncer, que é o segundo mais recorrente no mundo, perdendo apenas para o de pele.

De acordo com a lei 5245/2008, de autoria do Deputado Estadual Paulo Ramos, “Todas as servidoras públicas, inclusive as celetistas e as contratadas através de quaisquer formas de mediação e que prestem serviços em órgãos públicos, farão, uma vez por ano, o exame preventivo do câncer de mama e do colo de útero”. Para a realização do exame, “as mulheres terão um dia de folga ou dispensa”.

O direito é extensivo às trabalhadoras com vínculo empregatício na iniciativa privada, isto é, envolve pelo menos todas as mulheres que trabalham no serviço público e na iniciativa privada.

Fonte: www.deputadopauloramos.com.br


 

11.10.2016

“Ninguém pensa que policiais têm família”

“Queria pedir para ter direitos humanos para os policiais. Eles estão guerreando pelos cidadãos e não têm direitos humanos para eles. Ninguém pensa que policiais têm mãe, têm pai, têm família. Só isso que quero falar. Direitos humanos para os policiais. Eles são gente, estão lutando pela gente e ninguém reconhece isso. Só acham que policial é corrupto. Tiram um por meia dúzia. Vocês querem saber meu nome? Eu sou a mãe do soldado Moreira. Grande menino. A razão da minha vida e da dos irmãos dele”.

O desabafo é de Fátima Pires, mãe do Soldado Felipe Pires Moreira, de 25 anos, morto a tiros na tarde do último domingo (9), perto de uma das entradas da Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, Zona Norte do Rio. O agente estava com a namorada e duas crianças quando foi rendido por três suspeitos de bicicleta.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

A AME/RJ se solidariza com os familiares e amigos do SD PM Moreira e pede que os responsáveis por essa atrocidade sejam punidos com rigor.

 

10.10.2016

Funcionalismo Público: As opiniões dos candidatos à Prefeitura do Rio

Os candidatos à Prefeitura do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella e Marcelo Freixo, falaram ao Extra, nesta segunda-feira, o que pensam do funcionalismo público. Planos de carreira, concursos públicos, reajustes salariais e Previdência foram os temas abordados. O jornal publicará mais opiniões dos candidatos, até o próximo dia 30, quando será realizado o segundo turno das eleições.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

10.10.2016 

Coronéis de alto custo: Para cada oficial no posto máximo da PM e dos bombeiros na ativa, há cinco na reserva

A conta que não fecha está na mira de uma reforma da previdência estadual, já em fase de elaboração, seguindo as mudanças planejadas em nível nacional. O rombo previdenciário do Rio este ano bate na casa dos R$ 12 bilhões. Se não for resolvido, pode, somado à queda na arrecadação, aprofundar a crise nas finanças públicas nos próximos anos.

Os privilégios dos coronéis são um dos vértices das graves distorções geradas pelas aposentadorias especiais, garantidas também a categorias como professores e policiais civis. Esses benefícios são recebidos por 74% dos 162 mil inativos fluminenses.

— Hoje, o estado aporta cerca de 70% dos seus recursos para cobrir a insuficiência financeira da previdência. Vai chegar um momento em que ficará difícil o governo suportar essa situação — diz o presidente do Rioprevidência, Reges Moisés dos Santos, argumentando que a mudança é urgente.

Lei permite promoção.  O quadro crítico foi desenhado ao longo dos anos. No caso dos coronéis, uma das mais importantes contribuições foi dada em 2011, quando o então governador Sérgio Cabral sancionou a lei 5.919, que criava uma nova possibilidade. Embora os militares se aposentem com 30 anos de contribuição, os tenentes-coronéis que cumprissem 32 anos de serviço passaram a poder ir para a inatividade com uma promoção automática a coronel. Abriu-se a chance de o oficial ir para a reserva com a patente máxima, sem ter contribuído para tal.

Somente este ano, de um total de 33 coronéis da PM que passarão à reserva, 14, segundo levantamento feito no Diário Oficial do Estado, sequer chegaram a ter essa patente. Eles foram beneficiados pela lei de 2011.

Outra distorção, criada por duas mudanças no estatuto da PM, reduziu de oito para quatro anos o tempo máximo de um oficial no posto de coronel. Com isso, a aposentadoria é compulsória depois desse prazo para aqueles que já contribuíram por 30 anos. Por causa dessa regra, este ano já foram para a reserva dez coronéis, entre eles o ex-Comandante-Geral Ibis Silva Pereira, de 53, e Frederico Caldas, de 51, que já coordenou as UPPs e foi relações-públicas da PM. Hoje, a média de idade entre os coronéis inativos é de 52 anos, contra a média de 61 do restante dos servidores públicos estaduais.

O Comandante-Geral da PM, Coronel Edison Duarte dos Santos Júnior, determinou a criação de uma comissão interna para discutir propostas para a reforma. Pela regra atual, os militares têm direito à reserva remunerada a partir de 30 anos de contribuição, sem piso de idade, levando para casa o soldo da vida ativa. Segundo o relações-públicas da corporação, Coronel Oderlei Santos, entre os objetivos da comissão, está a revisão da “lei dos 32 anos”.

— Na carreira militar, a promoção é natural, proporcional e equilibrada, porque a hierarquia é piramidal. Essa lei dos 32 anos criou uma distorção. Na prática, ela alargou o topo da pirâmide.

Ainda de acordo com Oderlei, a “lei dos 32”, como é conhecida pela tropa, teve uma edição anterior, em 2002, mas acabou sendo declarada inconstitucional. Foi reeditada na gestão de Cabral.

— A norma foi criada em algum momento em que havia muitos tenentes-coronéis que permaneciam no quadro, mesmo com tempo para se aposentar. Agora, é preciso examinar o cenário atual, para verificar se a medida ainda é necessária ou se desequilibra o número de coronéis inativos — diz Oderlei.

“A profissão mais perigosa do mundo". O oficial afirma que a maior preocupação do comando geral é que a sociedade compreenda a especificidade da profissão do PM, antes de compará-la à de outros servidores.

— O policial militar tem uma das profissões mais perigosas do mundo. Não tem horário certo de trabalho, pode ficar até um mês de prontidão e não ganha extra por isto. Não pode fazer greve, não tem Fundo de Garantia. E, quando completa 30 anos (de serviço), não se aposenta, vai para a reserva remunerada e pode ser reconvocado num prazo de até cinco anos. A reforma da previdência é necessária, mas também é importante que os benefícios assegurados sejam compatíveis com os deveres exigidos — defendeu, acrescentando que outra questão é o tempo de vida dos militares.

— Na ativa, a média de idade para óbito do policial é de 39 anos, tamanho o risco da profissão. E o perigo não o abandona depois que ele se aposenta. A média de óbito do policial inativo é de 67 anos, enquanto para o restante dos trabalhadores é de cerca de 75.

Até agosto deste ano, a PM deu baixa em 1.325 policiais. Desse total, 90 morreram, 97 foram expulsos, 150 foram reformados (por invalidez) e 848 passaram para a reserva remunerada.

A situação dos bombeiros militares é bem parecida. Os tenentes-coronéis também contam com uma “lei dos 32 anos” e podem se aposentar com o soldo de coronel, mesmo que não tenham contribuído para ele.

Para o professor José Roberto Afonso, do Instituto Brasiliense de Direito Público e pesquisador da Fundação Getulio Vargas, o Rio tem uma difícil escolha pela frente:

— Não dá para cada um na ativa ter cinco aposentados. A população do Rio precisa decidir se paga mais imposto para sustentar essa situação ou se revê as aposentadorias. A crise fiscal estadual exige solução imediata. Não haverá futuro se não equacionamos o presente.

Presidente da ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS MILITARES DO RIO DE JANEIRO, o Coronel Fernando Belo afirma que as entidades de classe vão lutar pelos direitos dos policiais:

— Eu acho que é um desrespeito com o militar e um desconhecimento do que seja o serviço.

Fonte: O Globo

 

10.10.2016 

Canil do Corpo de Bombeiros do Rio completa 10 anos de atividades

O canil do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro (CBMERJ), sediado nas dependências do Segundo Grupamento de Socorro Florestal e Meio Ambiente (2ºGSFMA), em Magé, completou 10 anos em setembro. Ao longo deste tempo, os cães da corporação participaram de diversas missões de busca, resgate e salvamento com destaque para ocorrências de busca de perdidos em matas, florestas e montanhas; busca em estruturas colapsadas; busca em área de soterramento; busca de restos mortais em apoio a operações policiais; treinamentos de ações com cães (TAC) e demonstrações de adestramento e obediência.

Atualmente, o canil conta com um efetivo de nove bombeiros especializados e de 20 cães das raças Pastor Belga Malinois, Labrador e Boiadeiro Australiano. Nove cães são adultos e 11 filhotes estão em processo de adaptação, formação e treinamento.

Para o comandante do 2ºGSFMA, Tenente-Coronel Suassuna, é um orgulho contar com cães vocacionados para o serviço operacional.

 - O canil foi inaugurado com apenas quatro bombeiros e cinco cães. Fomos desenvolvendo e incrementando nossos treinamentos, participando também de intercâmbio com outras instituições militares e civis nacionais e internacionais. Sempre realizamos com maestria as missões operacionais – comemora. 

Fonte: CBMERJ

 

07.10.2016

CBMERJ: Sistema de Marcação de Consultas via web está ativo

O Sistema de Marcação de Consultas via web do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro (CBMERJ) já está disponível. O formato de agendamento, que passou por uma reestruturação, vai facilitar o serviço para militares, pensionistas e dependentes, uma vez que, por ser online, funciona 24 horas. 

Os interessados em marcar consultas ambulatoriais no Hospital Aristarcho Pessoa (HCAP), nas policlínicas e odontoclínicas da Corporação devem acessar o portal do CBMERJ (www.cbmerj.rj.gov.br) por meio de qualquer terminal conectado à internet, inclusive telefones celulares. No site, o usuário deve localizar - no canto superior direito - o ícone “Marcação de Consulta” ou no canto inferior direito o link de mesmo nome. 

Para prosseguir no agendamento, é necessário utilizar o RG e a senha do titular (militar ou pensionista), que permite o acesso à intranet e ao boletim interno. Aqueles que não possuem a senha deverão fazer o cadastro, com preenchimento dos dados requisitados, para ter acesso ao sistema. 

A ferramenta online permite, ainda, que o próprio usuário altere o agendamento de suas consultas futuras dentro de um prazo determinado. Também será possível ter acesso a toda a agenda disponível. Além desses benefícios, serão enviados SMS e e-mails com lembrete de datas agendadas. 

De acordo com o Secretário de Estado de Defesa Civil e Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Ronaldo Alcântara, é importante ressaltar que o novo sistema não substitui o agendamento de consultas por telefone. São ferramentas distintas, porém integradas. 

Estamos convictos de que está sendo disponibilizado um sistema muito importante ancorado em um instrumento de tecnologia amplamente conhecido e utilizado, que é a internet. Facilitar o acesso ao Sistema de Saúde da corporação, por parte dos nossos militares, pensionistas e dependentes, é o objetivo principal. Ainda assim, aos que preferirem utilizar a marcação via telefone (3523-4070), o sistema de Call Center continua ativo e trabalha integrado com a web- destacou o Coronel Alcântara.   

Fonte: CBMERJ

 

07.10.2016

Ministério Público ou Inspetoria Geral das PMs?

Procuradoria-Geral de Justiça tem de dar um chega-pra-lá em Janot, a supernanny de peludos. Decisão de procurador-geral da República de se comportar como policial da Polícia Militar é simplesmente inconstitucional. Ou será que SP e Rio estão sob intervenção do MPF?

A Procuradoria-Geral da República decidiu que vai monitorar a ação das Polícias Militares de São Paulo e do Rio de Janeiro em futuros protestos contra o governo Michel Temer ou contra o impeachment. A menos que o sr. Rodrigo Janot tenha decretado intervenção federal nesses dois Estados, entendo que a decisão é inconstitucional. Além de, por si só, absurda.

Para começo de conversa, quem exerce, vamos dizer assim, o controle externo do trabalho das polícias é o Ministério Público Estadual, não o Federal. Qualquer iniciativa dessa natureza caberia à Procuradoria-Geral de Justiça de cada Estado. Não me parece que seja tarefa do Ministério Público Federal, ainda que da área encarregada de direitos humanos, atravessar assim as respectivas competências.

Uma pergunta: o senhor Rodrigo Janot, procurador-geral da República, anda assim com tanto tempo livre, a ponto de se ocupar com o que, obviamente, não é de sua competência?

E atenção! O trabalho de apuração do Ministério Público Estadual não pode e não deve ser exercido preventivamente. A menos que haja uma denúncia objetiva, não há o que investigar. A acusação genérica de que Polícia Militar estaria empregando força desproporcional é tão precisa como aquela que se faz ao Ministério Público Federal, acusado frequentemente de arbitrário.

É realmente impressionante! Há mais de 50 mil assassinatos por ano no Brasil. São Paulo é o único Estado em que a taxa de homicídios fica ligeiramente abaixo de 10 por 100 mil habitantes. Há unidades da federação em que esse número é cinco vezes maior. Nunca ocorreu ao Ministério Público exercer esse controle preventivo de polícia em unidades da federação em que a violência se mostra fora de qualquer controle ou parâmetro ao menos razoável.

Começo aqui a achar que aquela estranha negativa feita por Janot há tempos — descartou sua candidatura à Presidência da República — tem de ser vista com mais cuidado. Creio enxergar nas saliências do atual procurador-geral uma ambição que parece já não caber na Procuradoria-Geral da República. Ou a tanto não se atreveria.

A Polícia Militar de São Paulo, dada a óbvia determinação dos extremistas de esquerda de partir para o confronto, merecia era ser laureada por seu desempenho. Afinal, o número de feridos é muito pequeno. O caso rumoroso da estudante que teria tido o olho gravemente ferido num protesto segue envolto em névoa. Parece que os próprios esquerdistas querem esquecer essa história.

Esse monitoramento é um acinte ao bom senso. Vejam que curioso. Era precisamente isto o que queriam os Guilhermes Boulos da vida: recorrer ao serviço dos vândalos para que, provocada, a polícia reagisse. Uma vez reagindo, sai-se por aí acusando a violência policial. E então o Ministério Público Federal entra em ação tratando os policiais como suspeitos.

É do balacobaco! Pobres brasileiros! Um juiz solta 18 pessoas porque, diz ele, nada prova que fossem mesmo praticar atos violentos — ainda que flagradas com instrumentos que servem à depredação do patrimônio público e ao ataque a policiais. Já a Polícia Militar, sem que nem mesmo haja uma evidência de comportamento inadequado, estará sob suspeição.

O pedido de monitoramento foi feito pelo grupo Tortura Nunca Mais e pelo Sindicato dos Advogados de São Paulo, que nada disseram sobre a óbvia determinação de alguns grupos de atacar a lei e a ordem. Ora, para quê? Papel de procurador, agora, é ser babá de manifestante e policial dos policiais.

De resto, convenham: os filmes dos procuradores-cineastas vão provar o quê? A depender de quem esteja com a câmera na mão, o espectador pode ser levado a uma conclusão e também a seu contrário. Tudo fica submetido às vontades de quem filma.

Reitero: esse monitoramento decidido pelo senhor Janot é um escarro de abuso de poder. Se Vovó Mafalda quer ser a supernanny de barbudo e de baderneiro, que ele próprio pegue uma câmera na mão para a gente ver que ideia, afinal, tem na cabeça. Seria a Presidência da República?

Acorda, Procuradoria-Geral de Justiça!

Fonte: Revista Veja

Comentário do Tenente-Coronel PMERJ RR e Sócio da AME/RJ Paulo Fontes

Desde que alguns meses atrás a PGJ/RJ expediu uma resolução dando conta que doravante as Organizações Policiais Militares seriam alvo de fiscalização ou correição por parte do MPE/RJ, no que tange a aspectos administrativos das suas atividades internas, eu estava esperando que essa absurda e inconstitucional determinação fosse questionada, pois afinal essa atividade, ao contrário do que muitos pensam,  ainda pertence ao Exército  nacional, em face das disposições contidas no  DECRETO  LEI FEDERAL 667/69, ainda em vigor  no país.

E não deu outra pois um dos principais  jornalistas do país, Reinaldo Azevedo, que mantém um blog  na Revista Veja, questiona exatamente  essa questão e diz claramente: 

"E atenção! O trabalho de apuração do Ministério Público Estadual não pode e não deve ser exercido preventivamente".

Entendo não ser esse o papel do MPE, mas sim do controle externo das atividades policiais, ou seja, da sua atividade fim, decorrida do seu emprego na forma como determina o mandamus constitucional: o exercício da polícia ostensiva e a preservação da ordem pública!!

Fiscalizar atividades internas é intromissão indevida porquanto essa é uma atividade que compete exclusivamente à AUTORIDADE POLICIAL MILITAR mais graduada da corporação: O COMANDANTE GERAL.

Diante dos fatos eu sugiro que o Exmº Sr Coronel PMERJ CARLOS FERNANDO FERREIRA BELO, DD Presidente da AME/RJ, envie expediente ao COMANDANTE GERAL DA PMERJ, a fim de alertar ao mesmo sobre a ilegalidade e a inconstitucionalidade da resolução do MPE no que diz respeito à fiscalização das atividades internas da nossa Corporação por parte do “parquet".

 

03.10.2016

Relatório das Atividades Legislativas - FENEME (19 a 23 de setembro)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ o boletim' NOTÍCIAS DE BRASÍLIA', com notícias de interesse da segurança pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano Federal, no período de 19 a 23 de setembro do corrente ano, para conhecimento das entidades.

Clique aqui e leia o documento na íntegra

 

30.09.2016

Coronel Jorge da Silva lança nova edição de “Violência e racismo”

Confira a matéria realizada com o Cientista Social e Coronel da PM Jorge da Silva, sócio da AME/RJ, a respeito do seu livro “VIOLÊNCIA E RACISMO NO RIO DE JANEIRO”, 3ª edição, lançado na última quinta-feira (29).

Cientista social lança livro sobre violência e racismo

“A violência do Rio de Janeiro está ligada à discriminação racial. Em um momento em que dados oficiais dão conta de que jovens negros são vítimas de homicídios em uma proporção de 2,5 para cada jovem branco, não será desarrazoado concluir que a premissa por mim levantada há 18 anos continua válida, e é preciso que a sociedade encontre caminhos mais humanos para lutar contra esses dois males: o racismo e a violência”, afirma o cientista social Jorge da Silva, cujo livro “Violência e racismo no Rio de Janeiro”, 3ª edição, foi lançado ontem (29), na Livraria da EdUFF, em Niterói.

Nascido e criado nos subúrbios, o autor usa a sua vivência incomum para associar a violência na cidade ao indiscutível componente racial. Como cidadão negro e profissional da polícia, ele levou a fundo suas inquietações, discutindo o tema nesta obra, fruto da sua dissertação de mestrado apresentada no Programa de Pós-Graduação em Antropologia e Ciência Política da Universidade Federal Fluminense.

Segundo conclui Jorge da Silva, as políticas que, por qualquer razão, insistirem em descartar o fator racial com acentuado peso na produção da violência experimentada na cidade do Rio descambarão, inevitavelmente, para o polo repressor do Estado, fazendo deste o garantidor da discriminação, incentivando ressentimentos e revoltas.

Desse modo, não será com a repressão violenta, a segregação espacial (sugestionada ao autor numa reportagem cuja manchete era: “Prefeitura quer cercar as favelas do Rio com muros”) que se conseguirá manter a ordem. Ao contrário, tais meios têm conduzido a mais violência e a uma maior desagregação social. Neste sentido, o autor procura indicar caminhos menos traumáticos para o controle da violência. “A realidade nos mostra que, mais do que nunca, o império paralelo dos traficantes de drogas em centenas de comunidades do Rio de Janeiro permanece inalterado, apesar das políticas de “guerra” adotadas pelo estado, incluindo o emprego das Forças Armadas”, sentencia.

Sobre o autor. Jorge da Silva foi diretor-presidente do Instituto de Segurança Pública do Governo do Estado (ISP). Carioca, do subúrbio da Leopoldina, o coronel PM, Jorge da Silva, é cientista político e pesquisador de temas relacionados à segurança pública e violência. Professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, onde coordena o curso de Gestão em Segurança Pública, ligado ao Núcleo Fluminense e Estudos e Pesquisas – NUFEP –, da   Universidade Federal Fluminense.

É também professor-pesquisador da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais – FLACSO. Nessa qualidade, tem participado de congressos e seminários, no Brasil e no Exterior, sobre temas como segurança pública, violência e direitos humanos.

Exerceu, cumulativamente, os cargos de subsecretário de Estado e chefe do Estado-Maior da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Foi coordenador de Segurança, Defesa Civil e Cidadania do Governo do Estado, de abril de 2000 a março de 2002. Autor de quatro livros tem publicado inúmeros artigos em periódicos e obras coletivas nacionais e estrangeiras.

Bate-papo com Jorge da Silva

O que o motivou a reeditar o livro “Violência e racismo no Rio de Janeiro”?

Jorge da Silva– A própria editora julgou importante a reedição, em face de os dois temas, a violência criminal e o racismo, aparecerem ligados em recentes críticas à atuação das forças de segurança, sobretudo em “comunidades” e áreas ditas periferias.

A primeira edição ocorreu há 18 anos. De lá para cá o que mudou no quadro de relações raciais e da violência perpetrada com base na cor?

Jorge da Silva.  – Duas mudanças principais: primeiro, a derrubada do mito racial brasileiro (e do consequente tabu que envolvia a questão); e segundo, a implantação dos programas de ação afirmativa, em particular o de cotas, fato que fez aflorarem recônditos preconceitos, revelando a outra face da sociedade brasileira.

Onde está o centro desse problema?

Jorge da Silva.  – No descompasso entre a narrativa tradicional, idealizada, segundo a qual o Brasil seria uma sociedade homogênea, ordeira, democrática e sem preconceitos, e uma realidade social que não se ajusta a esse ideário. Pior, a insistência em impor essa visão romântica a todos os brasileiros, caminho seguro para o acirramento da intolerância, com o apelo às forças da ordem para manter a tradição.

Que tipo de contribuição o seu livro pode dar a este importante debate?

Jorge da Silva  – Contribuir para a compreensão de que o Brasil possui uma questão racial não resolvida; e que as políticas públicas voltadas para o controle da violência devem incorporar essa compreensão, em benefício dos brasileiros de todas as “cores”.

Fonte: Associação Brasileira de Imprensa

 

30.09.2016

Arnaldo Jabour: "Cada vez é maior a impotência do Rio diante do crime"

Clique aqui para ouvir O Comentário de Arnaldo Jabour exibido no dia 29/09/2016, na CBN, a respeito da crescente mudança na criminalidade no Rio de Janeiro.

 

30.09.2016

Eleições Municipais: vote bem e confirme que você é consciente

Por Luana Leite

O eleitorado brasileiro vai às urnas neste domingo (2) para escolher o futuro dos municípios durante os próximos quatro anos. Na oportunidade serão eleitos os prefeitos e vereadores. 

O período de votação será de 8h às 17h. Se houver segundo turno em seu município, ele deverá votar apenas para prefeito no dia 30 de outubro, também das 8h às 17h. Quem não conseguir votar deve justificar a ausência. Isso pode ser feito no mesmo dia da votação, caso o eleitor esteja fora de seu domicílio eleitoral, ou até o dia 1º de dezembro, para quem não votou no primeiro turno, e o dia 29 de dezembro, para quem perdeu a segunda votação.

No processo eleitoral, o mais importante elemento somos nós, cidadãos, que tem o poder de decidir quem representará os nossos anseios. Conhecer a história dos candidatos é fundamental para votar da forma mais consciente possível. Avaliar se as propostas correspondem às funções do cargo ao qual ele está concorrendo também é importante. E mais ainda, avalie se ele possui poder para cumprir o que prometeu.

Portanto, no dia 2 de outubro façamos a nossa parte. E, após a eleição, devemos acompanhar e exigir dos eleitos o cumprimento das propostas de campanha, bem como a transparência e correta aplicação do dinheiro público.

 

29.09.2016

CBMERJ: Quartéis recebem novas viaturas

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro já conta com 64 viaturas para quartéis e destacamentos da corporação de todo o Estado.  Os comandantes contemplados receberam as chaves em uma solenidade no Complexo de Ensino Coronel Sarmento, em Guadalupe. Os veículos adquiridos foram empenhados nos Jogos Rio 2016 e vão, a partir de agora, contribuir para ampliar o serviço operacional de combate a incêndio, salvamento e atendimento pré-hospitalar nestas unidades.

De acordo com o Secretário de Estado de Defesa Civil e Comandante-Geral do CBMERJ, Coronel Ronaldo Alcântara, foram entregues dez trailers, oito viaturas do tipo Auto Rápido (AR), 18 viaturas do tipo Auto Busca Salvamento Leve (ABSL) e 28 viaturas do tipo Auto Socorro de Emergência (ASE).

 - Contemplamos as unidades de acordo com as necessidades de cada região para o reforço nas operações do dia a dia. Todas foram compradas com recursos próprios do Fundo Especial do Corpo de Bombeiros (Funesbom). Em um primeiro momento, foram utilizadas nos jogos olímpicos e paralímpicos e agora serão empenhadas em salvamentos e ocorrências diversas por todo o Estado – ressaltou o Coronel.

Fonte: CBMERJ

 

29.09.2016

Ação de direito de resposta - Presidente da AME/RJ x Chefe do Estado Maior-Geral da PMERJ

Apelação cível. Ação de direito de resposta cumulada com indenizatória. Chefe do Estado-Maior Geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. Publicação de artigo em Boletim Informativo da AME/RJ - Associação de Oficiais Militares Estaduais do RJ pelos réus, o qual teve como título "a AME/RJ e a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro". Alegação do autor de que, na publicação, teriam os réus distorcido seus argumentos e pesquisas feitas em seu livro "Entre a caserna e a rua: o dilema do ‘pato’. uma análise antropológica da instituição Policial Militar a partir da Academia de Polícia Militar D. João VI", com atribuição de adjetivos pejorativos em ofensa à sua imagem e imputação de atividade de má fé e militância contra a corporação. Sentença de improcedência. Manutenção. Regular exercício do direito de crítica, corolário da liberdade de imprensa. Precedentes do STF. Desprovimento do recurso.

1. Se por um lado o texto publicado pelos réus tece severa crítica ao livro do ora apelante, com frontal discordância à comparação da Polícia Militar com o pato, por outro, é preciso considerar que a comparação do policial militar com a imagem do pato, pelo sentido pejorativo atribuído ao animal, ainda que não tenha partido do autor, como ele afirma, tomou muito maiores proporções em razão de sua divulgação no livro por ele publicado.

2. Não poderia o apelante, autor de obra literária publicada e posta ao público em geral, esperar e tolerar o recebimento tão somente de elogios, eis que a crítica é esperável de todo aquele que publica obra escrita ou assemelhada. 

3. No cotejo entre o direito constitucional à proteção à honra e à imagem individual e o princípio constitucional da liberdade de expressão, do pensamento e da informação jornalística, no qual se inclui o direito de crítica, há que se buscar um ponto de equilíbrio, uma vez que há um interesse social que move a liberdade de imprensa e que também merece agasalho constitucional. 

4. Acerto da sentença de improcedência.

5. Desprovimento do recurso, com majoração da verba honorária para 12% sobre o valor da causa, em cumprimento a art. 85, §11, do NCPC.

Apelação Cível nº 0374757-59.2015.8.19.0001 Décima Quinta Câmara Cível

Ação Belo x Robson (liberdade expressão e direito a critica x proteção da honra e imagem)

 

28.09.2016

Secretaria de Segurança do Rio lança aplicativo de “botão de emergência”

A Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro, em parceria com a Startup Nearbee, disponibiliza à população uma nova ferramenta de contato com o serviço 190 da Polícia Militar. Trata-se do aplicativo “Emergência RJ”, que oferece atendimento imediato em serviços emergenciais como denúncias de atividades suspeitas, ocorrências ou pedidos de socorro. Ampliando o atendimento do serviço 190, o projeto piloto vai beneficiar aproximadamente 12 milhões de moradores da Região Metropolitana.

O novo aplicativo permite que o usuário possa fazer a denúncia com poucos cliques, de forma confiável e gratuita. O lançamento durante os Jogos Paralímpicos Rio 2016 reforça a acessibilidade para ligações telefônicas às pessoas com audição e fala comprometidas.

– Estima-se que 4,8 % da população possua dificuldade auditiva ou de fala. Estas pessoas terão essa ferramenta como forma de inclusão. Este é mais um canal de acionamento da Polícia Militar do Rio de Janeiro para emergências ao cidadão. Estamos dando mais um passo para acompanhar o desenvolvimento tecnológico – afirmou o subsecretário de Comando e Controle, da Secretaria de Segurança, Edval Novaes.

Navegação intuitiva. O novo aplicativo permite o recebimento de informações como localização (por meio do GPS do celular), além do envio de fotos e áudios. A ferramenta já está disponível para download na Apple Store e Google Play. Após o download, o usuário deve preencher os dados cadastrais e validar uma conta de e-mail ou Facebook, permitindo a identificação instantânea em um chamado. A navegação foi desenvolvida para o usuário seguir de forma intuitiva todos os indicadores, facilitando o uso. 

– A denúncia pode ser feita para a pessoa que está acionando o serviço ou para terceiros. O aplicativo possui um botão vermelho, que é utilizado para comunicar atendimentos emergenciais, e um laranja, para situações suspeitas. Queremos viabilizar uma conexão eficiente entre os cidadãos, o Estado e a Polícia – disse o fundador e CEO da Nearbee, Felipe Fontes.

Uma equipe capacitada no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova, é responsável por receber os chamados digitais de forma bilíngue (Português / Inglês) e efetivar as denúncias, envolvendo o serviço 190 (Polícia Militar). A Central 190 recebe em média cerca de 7 mil ligações diárias, incluindo toda a Região Metropolitana. As ligações para os números de emergência internacional norte-americano (911) e europeu (112) realizadas no Rio de Janeiro também são direcionadas para o 190.

Fonte: Governo do Estado


"Emergência RJ" está disponível para smartphones e iphones
e pode ser baixado de graça

 

26.09.2016

Traficante “Fat Family” é morto em operação da Polícia Civil

Chegou ao fim a caçada ao traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family. Ele foi morto na manhã desta segunda-feira (26), em ação da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) da Polícia Civil. Ele estava escondido em Itaoca, no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo. A operação contou com 30 agentes e um helicóptero da corporação.

De acordo com o delegado da CORE Fabrício de Oliveira, que participou da operação, Fat Family e os "dois comparsas" estavam armados com fuzis e entraram em confronto com uma equipe da Polícia Civil. As armas, "uma grande quantidade de drogas" e material para o preparo dos entorpecentes foram aprendidas pelos agentes. O delegado afirmou ainda que outros traficantes conseguiram fugir.

Esta não foi a primeira vez que a polícia fez uma operação para encontrar Fat Family. Em 1º de setembro, a mulher do traficante, cujo nome não foi divulgado, foi presa no Complexo do Salgueiro. Na ocasião, ela foi levada à delegacia para prestar depoimento e confirmou que os dois moravam no local. A mulher não tinha passagem pela polícia e foi liberada.

No dia 22 de junho, a polícia fez uma ação na Comunidade do Rola, em Santa Cruz. Dois dias depois, repetiu a ação no Conjunto de Favelas da Maré. Ainda em junho, 27 batalhões foram mobilizados para encontrar Fat Family na capital, na Região dos Lagos e na Baixada Fluminense.

Fat Family tinha apenas 28 anos. Ainda assim, já acumulava um longo histórico de crimes, marcado por tráfico, roubos e homicídios. Ele chefiava as bocas de fumo do morro Santo Amaro, no Catete, Zona Sul do Rio. Na madrugada do dia 19 de junho, o traficante foi resgatado por cerca de 20 bandidos de dentro do Hospital Municipal Souza Aguiar, numa ação que resultou na morte de um inocente e deixou pelo menos dois feridos.

Fonte: Globo Online

A Associação de Oficiais Militares Estaduais parabeniza a Polícia Civil e todos os agentes que participaram dessa exitosa operação. Felizmente, esse bandido não faz mais parte do nosso convívio social.

 

22.09.2016

Projeto Bolsonaro 2018 passa pelas eleições municipais

"Aos amigos da cidade do Rio de Janeiro,

De impostos municipais ao currículo escolar, nosso futuro passa, também, por decisões tomadas por vereadores.

Se quisermos mudar o Brasil devemos investir nas eleições municipais, berço de prefeitos, governadores e presidentes da república.

Do exposto, a reeleição do vereador Carlos Bolsonaro (20.120) no Rio de Janeiro, e a eleição de apoiados por nós em outros municípios é fundamental para mudarmos os rumos ideológicos que nosso país infelizmente adotou nos últimos anos, culminado na tentativa de destruição da família, inversão de valores, doutrinação ideológica e sexualidade nas escolas para crianças, bem como o aumento da sensação de insegurança generalizada.

CONHEÇA ALGUMAS AÇÕES DO VEREADOR CARIOCA CARLOS BOLSONARO AOLONGO DOS SEUSMANDATOS: http://familiabolsonaro.blogspot.com.br/2016/09/conheca-acoes-de-carlos-e-flavio.html

Do exposto, agradecemos a confiança depositada em nosso trabalho.

Atenciosamente,

Flávio Bolsonaro."

 

22.09.2016

Relatório das Atividades Legislativas – FENEME (12 a 16 de setembro)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ o boletim ‘ NOTÍCIAS DE BRASÍLIA’, com notícias de interesse da Segurança Pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano Federal, no período de 12 a 16 de setembro do corrente ano.

Clique aqui e leia o documento na íntegra

 

21.09.2016

Orgulho: Atletas do Instituto Ideal Brasil brilham em competições internacionais

Mensagem do Diretor de Esportes do Instituto Ideal Brasil (IIB), Ormandino Barcelos, destacando os avanços conquistados com o Projeto NDA - Núcleo Desportivo de Atletismo e enfatizando a importância da parceria com a AME/RJ.

“Ao Presidente da AME/RJ Cel PM Carlos Fernando Ferreira Belo

A/C do Vice-Presidente Administrativo Cel PM José Maria de Oliveira

Prezados Senhores,

É com imensa alegria e júbilo que comunicamos conquistas de, não somente dos objetivos teóricos, mas também na prática.

CONQUISTA 1. O Atleta RAFAEL GOMES FRANCISCO, o qual é treinado para o ALTO RENDIMENTO, foi convocado pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), para integrar a SELEÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO, na prova do REVEZAMENTO 4x400m, que irá participar dos CAMPEONATOS SUL-AMERICANOS DE ATLETISMO SUB-23, em LIMA/PERU, no período de 23 a 25 de setembro/16.

CONQUISTA 2. Na fase inicial dos objetivos de detectação de jovens talentos e treinamento científico dos mesmos, dois jovens alunos-atletas das OFICINAS DE ATLETISMO, abaixo relacionados, após vencerem suas provas na FASE ESTADUAL dos JOGOS ESCOLARES DA JUVENTUDE/RJ, estão convocados para integrarem a SELEÇÃO ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO, que participará da FASE NACIONAL dos JOGOS BRASILEIROS ESCOLARES DA JUVENTUDE, na categoria de 12 a 14 anos de idade, que serão realizados em JOÃO PESSOA/PB, no período de 20 a 29 de setembro/16. Esta competição é organizada pelo COMITÊ OLÍMPICO BRASILEIRO com a parceria e transmissão da REDE GLOBO. Nós, do Instituto Ideal Brasil, estaremos acompanhando os mesmos para orientações técnicas e apoio geral.

São eles e suas provas:

- LEONARDO FREITAS SALES DO ESPÍRITO SANTOS

- Provas: Salto em Distância e 80m c/Barreiras

- LUCAS FREITAS SALES DO ESPÍRITO SANTO

- Prova: Arremesso do Peso

Temos a convicção absoluta que, se o nosso Projeto Social NDA – Núcleo Desportivo de Atletismo não tivesse esta tão importante parceria da AME/RJ, esses jovens não alcançariam estas conquistas.

Por isto, não nos cansamos de agradecer por todo o apoio e parceria, que nos possibilitam promover a inclusão social e desportivas destes e de centenas de jovens.

Muito obrigado.

Professor Ormandino Rodrigues Barcelos

Diretor de Esportes

INSTITUTO IDEAL BRASIL - PROJETO SOCIAL NDA”. 


Atleta Lucas Freitas Sales (1ª pódio) – Arremesso de peso


Atleta Leonardo Freitas Sales (2º e 3º pódio) – Salto em distância e 80m c/ barreiras



Atleta Rafael Gomes com o Diretor de Esportes do IIB Ormandino Barcelos. Rafael irá participar dos Campeonatos Sul-Americanos de Atletismo Sub-23, em Lima (Peru)

 

20.09.2016 

AME/RJ indica dois nomes para prefeito do Rio de Janeiro

A Associação de Oficiais Militares Estaduais (AME/RJ) aprovou, por unanimidade, a indicação de dois nomes para o pleito eleitoral a ser realizado em 2 de outubro do corrente ano, para Prefeito do Município do Rio de Janeiro. Os nomes são o do Senador Marcelo Crivella e  do Deputado Estadual Flávio Bolsonaro.

Clique aqui e leia a carta na íntegra

 

19.09.2016 

AME/RJ completa 99 anos de fundação

Domingo (18) foi um dia muito especial para a nossa querida Associação de Oficiais Militares Estaduais do Rio de Janeiro - AME/RJ, que completou 99 anos de existência.

Uma trajetória marcada por muitas conquistas, algumas tristezas, mas, acima de tudo, a vontade para defender e melhorar incessante a qualidade de vida da família Policial Militar e Corpo de Bombeiros Militar - sócios e não sócios, ativos e inativos, oficiais e praças - categorias profissionais de valor ímpar na construção de uma sociedade mais humanitária.

Parabéns AME/RJ, que venham mais 99 anos!!!

 

19.09.2016

Jihadilma ou Dilmaluca,  tanto faz

O julgamento da presidente Dilma Rousseff já não tem a menor importância para os senadores petistas que a defendem no Senado. O único objetivo desses histriões é encenar a “paixão de Dilma”: diante das câmeras, querem converter o julgamento em um dramalhão épico, numa tentativa de ditar a história deste triste período.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

19.09.2016

Roubimpíadas ou Louqimpíadas, tanto faz

Durante os Jogos Olímpicos, o Governo do Rio empregou uma esmagadora força policial de 85 mil homens.Mesmo assim, o Chefe de Segurança da cerimônia de abertura foi assaltado com uma faca enquanto saía do Maracanã; uma bala perdida atingiu a sala de imprensa do Centro de Hipismo, e por pouco não acertando um dirigente esportivo da Nova Zelândia; o ministro da Educação de Portugal foi assaltado enquanto caminhava na direção da Lagoa, local da realização das provas de remo.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

19.09.2016

Morte de mulher em assalto faz Secretário de Segurança do RS pedir exoneração do cargo

Um crime provocou uma crise na Segurança Pública do Rio Grande do Sul, que culminou com o pedido de exoneração feito pelo Secretário Wantuir Jacini. Segundo a Brigada Militar, a vítima foi abordada por um homem armado após um arrastão, teria se assustado com a ação e acelerado o carro onde estava. Em seguida, foi baleada e morreu dentro do veículo.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

Comentário do Cel PM Paulo Fontes, Sócio da AME/RJ:

Se tal critério fosse adotado aqui na (EX) tado do Rio de Janeiro, o senhor Beltrame já teria sido exonerado há muito tempo, responsável que é pelo emprego operacional da PMERJ e PCERJ, onde o massacre e a matança de agentes da lei continuamsem indicações de que irá parar.Se houvesse lei neste paíseste secretário deveria ser investigado e denunciado pelo MPE por CRIME DE PREVARICAÇÃO, no mínimo!!!

 

16.09.2016

FENEME presente em audiência pública na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado

Audiência Pública na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado

A FENEME participou, na última terça-feira (13), da audiência pública na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados. Na ocasião, a entidade foi representada pelo Coronel Miler, Diretor de Assuntos Parlamentares, o qual utilizou da palavra (conforme vídeo abaixo).

A referida audiência pública foi para debater os efeitos da operação denominada sexto mandamento, realizada pela Polícia Federal, Ministério Público e Poder Judiciário, no âmbito do Estado de Goiás, a qual resultou, na ocasião na prisão preventiva de Oficiais da Polícia Militar daquele Estado em presídio federal, os quais foram absolvidos e inocentados dos crimes a eles imputados posteriormente.

Vários convidados se manifestaram durante a audiência, onde discorreram sobre a precipitação e ilegalidade das prisões, bem como, comentaram sobre aspectos relacionados a atuação do crime organizado no caso.

Os vídeos das manifestações durante a audiência pública poderão ser acompanhados através do link: http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/reunioes-comissoes/pesquisa/videoArquivo?codSessao=57782&codReuniao=45044 .

Acesse o link para ver a manifestação do representante da FENEME: http://vod2.camara.gov.br/playlist/c1h47m82c_43ozwahlqzrg.mp4

 

16.09.2016

Deputado  propõe  PEC que congela salário de todos os políticos do país

Projeto de Emenda quer congelar salário de políticos por cinco anos

Uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) feita pelo Deputado Federal Roberto de Lucena (PV-SP) quer congelar o salário dos políticos por cinco anos, nos três níveis (municipal, estadual e federal). A proposta congela os salários de todos os detentores de mandato eletivo, nas três esferas de governo, pelos próximos cinco anos.

Segundo o parlamentar, o aumento do subsídio para deputados federais e senadores ocasiona o efeito cascata aos demais agentes públicos da esfera estadual e municipal. Até agora, 40 parlamentares apoiaram a PEC, que precisa ter pelo menos 171 assinaturas para ser apresentada.

Fonte: Veja Online


16.09.2016

Previdência dos militares estaduais e do DF – Esclarecimentos da FENEME 

Esclarecimentos sobre a Reforma/Reserva (Previdência) dos Militares Estaduais e do Distrito Federal

Prezados Dirigentes de Entidades Filiadas e demais Oficiais,

Como é do conhecimento de todos, a mídia nacional está veiculando fortemente sobre o tema “REFORMA DA PREVIDÊNCIA". Diante disso várias são as manifestações de entidades representativas de classe e afins, incluindo os militares dos Estados e do Distrito Federal.

A respeito, e no sentido de esclarecer a todos, gostaríamos de informar que ainda não há nada de concreto sobre o que realmente será encaminhado pelo Governo Federal (conteúdo) como proposta de alteração Constitucional e Legal e se os militares estaduais e do DF serão atingidos e, ainda se forem atingidos, quais os pontos em que ocorreria e sua extensão.  Tudo o que há até o momento é mera especulação.

A FENEME está acompanhando de perto tudo o que está ocorrendo a respeito, inclusive já participou de audiências com autoridades do nível federal, porém repetimos, não há nada de concreto.

Além de tal acompanhamento a FENEME está promovendo e participando de eventos em vários Estados sobre o tema com a participação de entidades de Oficiais Militares filiadas e seus associados, tudo no sentido de proporcionar o debate e esclarecer os militares ESTADUAIS/DF sobre as regras atuais e possíveis mudanças quando da passagem para a Reserva/Reforma e suas pensões.

Em breve (já está sendo elaborado) a FENEME lançará informativo específico sobre o assunto no que toca especificamente aos militares estaduais e do DF, o qual será distribuído amplamente às entidades filiadas e aos seus associados, bem como aos civis em geral, esclarecendo pontos importantes, no sentido de posicionar a todos e prepará-los para o debate a respeito, que por certo virá ainda neste ano de 2016.

A presente mensagem tem por objetivo esclarecer e preparar todos, como mencionado, para o debate que se aproxima, além de evitar que precipitadamente sejam levadas a efeito discussões e conclusões sem conhecimento profundo do tema.

Atenciosamente,

DIRETORIA DA FENEME

 

16.09.2016

ADEPOL/RJ presta homenagem a policiais mortos em serviço

Homenagem aos Policiais mortos em serviço no Estado do Rio de Janeiro

“Excelentíssimo Senhor  Francisco Dornelles

D.D. Governador em exercício do Estado do Rio de Janeiro. 

Cumprimentando-o, a Associação dos Delegados de Polícia do Estado do Rio de Janeiro - ADEPOL/RJ - tendo em conta as justas homenagens que vêm sendo prestadas ao Sd. Hélio Vieira Andrade, da Força Nacional de Segurança Pública, vítima em serviço durante os Jogos Olímpicos, pede a Vossa Excelência que adote idêntico procedimento declarando luto oficial, toda vez em que os policiais do Estado do Rio de Janeiro sejam mortos no cumprimento do dever, em defesa da sociedade fluminense.
Aproveito a oportunidade para reiterar a Vossa Excelência os nossos protestos de estima e consideração.

Wladimir S. Reale

Presidente da ADEPOL/RJ”.

 

16.09.2016

Turma Recursal reconhece legitimidade de Termo de Ocorrência Circunstanciado lavrado pela PM

A Turma Recursal do Tribunal de Justiça reconheceu, por unanimidade, nos autos das Apelações Criminais nº 201601003961, 201601004280 e 201601004541, a inexistência de nulidade em termos de ocorrência circunstanciados lavrados pela Polícia Militar do Estado de Sergipe. O Juiz Relator dos recursos foi o magistrado Paulo Marcelo Silva Ledo.

De início, o magistrado afirmou que a questão recursal cinge-se na possibilidade ou não da Polícia Militar lavrar Termo de Ocorrência Circunstanciado. “A Lei dos Juizados Especiais Criminais previu, em seu art. 69, que a autoridade policial que tomar conhecimento da ocorrência lavrará termo circunstanciado e o encaminhará imediatamente ao Juizado, com o autor do fato e a vítima, providenciando-se as requisições dos exames periciais necessários. Portanto, no âmbito do Juizado Especial Criminal há dispensa de instauração de Inquérito Policial. Nesse contexto, observa-se que o Termo de Ocorrência Circunstanciado é uma peça de informação diversa do Inquérito Policial, de natureza não investigativa, mas assemelhada a notitia criminis, a qual poderia ser realizada por qualquer pessoa do povo após o conhecimento da prática de uma infração penal, nos termos do art. 5º, §3º, do CPP”, explicou.

O Juiz sustentou também em seu entendimento que o termo “Autoridade Policial” mencionado pelo art. 69 da Lei 9.099/95 não se restringe à polícia judiciária, mas aos órgãos em geral de Segurança Pública, já que o Termo de Ocorrência Circunstanciado não possui caráter investigatório. “A substituição do auto de prisão em flagrante e do inquérito policial pela lavratura de termo circunstanciado, quando da notícia de realização de infração de menor potencial ofensivo, foi uma opção legislativa que se justifica em razão do procedimento sumaríssimo ser regido pelos critérios da informalidade, economia processual e celeridade”.

Ao final, ele informou que a lavratura de Termo de Ocorrência Circunstanciado realizado pela Polícia Militar é ato realizado conforme Provimento 06/2015 da Corregedoria-Geral da Justiça. “Ante o exposto, voto no sentido de conhecer e dar provimento à apelação interposta pelo Ministério Público do Estado de Sergipe, a fim de reformar a decisão terminativa de origem, para, reconhecendo a legitimidade do Termo de Ocorrência Circunstanciado lavrado pela Polícia Militar, determinar o retorno dos autos para regular processamento do procedimento criminal, com a designação de nova audiência preliminar”, concluiu.

Fonte: TJSE/Agência de Notícias

 

15.09.2016

MPF: ‘Lula é o mentor do esquema de corrupção na Petrobras’

De acordo com o Procurador da República, Deltan Dallagnol, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva era o ‘comandante máximo do esquema de corrupção identificado na [operação] Lava Jato’.  Dallagnol fez a declaração durante entrevista coletiva em que a força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) responsável pela operação, detalhou a denúncia que envolve Lula, a esposa dele, Marisa Letícia, e mais seis pessoas. O ex-presidente foi denunciado à Justiça Federal por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, crimes cujas penas, somadas, podem chegar a 32 anos e seis meses de prisão.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

15.09.2016

Equoterapia da PMERJ está filiada à Associação Nacional de Equoterapia

O Centro de Equoterapia do RPMont (Regimento de Polícia Montada) da Polícia Militar do Rio de Janeiro conquistou o certificado de filiação pela Associação Nacional de Equoterapia (ANDE-BRASIL).

Inaugurado em 1996, a equoterapia atende 98 crianças com alguma deficiência física ou mental. O Centro conta com cinco consultórios equipados para prestar assistência nas áreas de fisioterapia, psicologia, medicina e fonoaudiologia, trabalha a terapia com cavalos utilizando instrumentos como bolas, bambolês, fantoches e macas.

A equoterapia tem quatro programas: o primeiro é a hipoterapia, voltado para as pessoas que têm muita dificuldade de equilíbrio; O segundo é a educação e reeducação, onde a gente trabalha mais com os autistas, já que eles não possuem nenhum problema motor e com isso conseguem uma independência maior em cima do cavalo; O terceiro é o pré-esportivo, que já é uma possibilidade destas pessoas fazerem algum esporte; Por último, temos o adestramento paraequestre, que é modalidade olímpica e uma forma de desenvolver habilidades dos praticantes no esporte”, explicou a capitão psicóloga Cátia Simonato.

Equoterapia é um método terapêutico e educacional, que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem multidisciplinar e interdisciplinar, nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiências e/ou necessidades especiais. Conceito da ANDE-BRASIL, 1999.

Em novembro de 2014, a Revista da AME/RJ (Edição nº9) fez uma belíssima matéria no RPMont Cony dos Santos, que na ocasião estava sob o comando do Coronel Cristiano Luiz Gaspar.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

13.09.2016

Colégio da PM do Rio supera meta projetada pelo IDEB

Os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) reprovam a rede estadual de ensino do Rio. Nos anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) e no Ensino Médio, as escolas não alcançaram a meta estabelecida pelo Ministério da Educação.  No entanto, o Colégio da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (CPMERJ) tem muito que comemorar.

No IDEB/2015, o Colégio atingiu 6.9 ultrapassando a meta projetada, que era de 5.8. A Associação de Oficiais Militares parabeniza professores, funcionários e alunos por mais essa conquista. 

 

06.09.2016

PLP 257/16: projeto é aprovado na Câmara dos Deputados

Prezados (as) Oficiais:

Nesta semana foi concluída a votação na Câmara dos Deputados do PLP - Projeto de Lei complementar nº 257/2016, que trata da renegociação das dívidas dos Estados com a União. (Clique aqui e leia a matéria na íntegra)

Como é do conhecimento de todos, o projeto original trazia uma série de dispositivos que prejudicava imensamente o conjunto de agentes públicos (servidores e militares), retirando, inclusive, uma série de conquistas alcançadas ao longo do tempo.

Graças à ação conjunta de todos (militares e servidores de todo o Brasil) foi atingido quase na totalidade os objetivos traçados inicialmente, de retirar os prejuízos existentes no referido PLP.

O dispositivo que permaneceu no texto foi somente a limitação do crescimento anual das despesas primárias correntes à variação do IPCA do ano anterior, sendo excluída do mesmo a exigência dos estados congelarem por dois anos as remunerações dos agentes públicos dentre outros. Isso, de certa forma, foi um grande avanço e a conquista de uma vitória.

Relembramos que tudo se iniciou nos primeiros dias do mês de abril do corrente ano, em uma grande mobilização de militares através de suas entidades nacionais e as estaduais e do DF e dos parlamentares militares, ocorrida na Câmara dos Deputados em Brasília. (Clique aqui e leia a matéria na íntegra)

Ficou demonstrado que com mobilização firme, organizada e com propósitos bem delineados dá resultado.

Diante de tudo agradecemos o empenho de todos e de cada um, concitando a todos que fiquemos atentos, pois o mencionado PLP segue agora para o Senado Federal, sendo necessário nosso acompanhamento, atenção e atuação.

Temos outras lutas no nível no nível nacional pela frente, porém se nos mantivermos unidos e organizados venceremos.

Muito obrigado.

A DIRETORIA DA FENEME

Parabéns a FENEME, com os agradecimentos da AME/RJ e todos os servidores militares do Brasil.

 

06.09.2016 

Olimpíadas Rio 2016 garante legados para a segurança

Os Jogos Olímpicos no Rio deixaram um importante legado na área de segurança pública. Além da aquisição de equipamentos e da oferta de cursos e oficinas de capacitação para policiais militares e civis e bombeiros, a integração entre os diversos órgãos das três esferas de governo ficará como herança do evento para a população e será essencial para reforçar a segurança durante a Paralimpíada, que começa nesta quarta-feira (7).

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

31.08.2016

Senado aprova impeachment e Dilma deixa o governo

Michel Temer deve ser empossado Presidente da República ainda nesta quarta

Encerrada a votação do processo de impeachment de Dilma Rousseff. Por 61 votos a 20, o Senado decidiu que ela perde o mandato e que Michel Temer deve ser empossado definitivamente na Presidência da República. A cerimônia de posse deve ser realizada ainda nesta tarde, no plenário da Câmara dos Deputados, numa cerimônia simples conforme instruções do presidente.

Ao votar pelo impeachment, a maioria dos senadores entendeu que Dilma Rousseff descumpriu a Constituição e a Lei de Responsabilidade Fiscal por ter editado decretos suplementares sem o aval do Congresso e por ter repassado com atraso recursos do Tesouro para o Banco do Brasil pagar a equalização dos juros do Plano Safra.

A votação que consistiria numa única pergunta aos senadores foi dividida em duas questões. Na primeira, os senadores foram indagados se Dilma cometeu esses crimes. Por 61 votos a 20, eles responderam sim. Na segunda votação, decidirão se ela ficará inabilitada por oito anos para o exercício de função pública. Essa segunda votação se realizará agora.

Fonte: Agência Senado

 

30.08.2016

PM do Rio sugere boicote à Globo por causa de policial vilão em minissérie


A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro divulgou numa rede social uma manifestação de repúdio ao fato de a minissérie ‘Justiça’, da TV Globo, ter como um dos personagens um policial militar vilão.

"Justamente aquele profissional que defende a sociedade com a própria vida, que zela pela segurança do cidadão, que garantiu a tranquilidade dos Jogos Olímpicos", diz a nota, assinada pelo Coordenador de Comunicação Social da PM Oderlei Santos.

Na minissérie, o ator Enrique Diaz interpreta Douglas, um policial que planta drogas na casa da vizinha Fátima (Adriana Esteves) para se vingar do tiro que a mulher deu em seu cachorro, matando o animal. Fátima fica sete anos presa por causa da armação.

"O que estará pensando a viúva ou um órfão de policial, herói de verdade, que perdeu sua vida no combate ao crime?", questiona a nota divulgada pela PM do Rio.

Para a PM, esse tipo de programa "deseduca" as pessoas e estimula o desrespeito aos policiais. Mesmo sem nenhuma referência à polícia do Rio - a história se passa no Recife - a coordenadoria de comunicação acredita que as instituições policiais são atingidas.

A nota termina sugerindo que os policiais militares e seus familiares mudem de canal e não assistam à minissérie.

Outro lado. A ‘Folha’, a Rede Globo afirmou que o programa não tem a intenção de ofender.“‘Justiça' é uma obra de ficção, o que é sinalizado ao final de cada capítulo, e não tem a intenção de ofender qualquer profissão ou instituição. A minissérie não é sobre a polícia. A trama é sobre quatro histórias independentes que se conectam e que têm em comum um fato dramático acontecido em uma mesma noite de 2009", disse o Departamento de Comunicação da Emissora, em nota.

Veja a nota da Polícia Militar na íntegra:

"#REPÚDIO

A #PMERJ manifesta o repúdio em relação ao que está sendo retratado na mini-série "Justiça" da TV Globo. Mesmo com uma infinidade de situações que poderiam ser retratadas, a mini-série escolhe como vilão um policial. Justamente aquele profissional que defende a sociedade com a própria vida; justamente aquele profissional que zela pela segurança do cidadão; justamente aquele profissional que garantiu a tranquilidade dos Jogos Olímpicos.

O que estará pensando a viúva ou um órfão de um policial, herói de verdade, que perdeu sua vida no combate ao crime? O que estará pensando o filho de um policial, herói de verdade, que ficou paraplégico na luta contra o crime? O que estará pensando o policial componente da Polícia Militar, ativo e inativo? Esse tipo de programa, da mesma forma que um humorístico recente, deseduca o cidadão. Estimula o desrespeito à polícia. E, ainda que não faça uma referência à PMERJ, faz referência às Instituições Policiais Militares. Quem enfraquece a polícia está enfraquecendo a sociedade... E fortalecendo o crime.

Aos Policiais Militares e seus familiares é sugerido que façam o que de melhor pode ser feito diante de um programa de péssimo gosto e pouca criatividade: MUDEM DE CANAL.

Contem sempre com a Polícia Militar!!!

Cel. Oderlei Santos, Coordenador de Comunicação Social da PM".

 

26.08.2016

Aos nadadores americanos, a lei!

No último domingo, o Rio de Janeiro se despediu dos Jogos Olímpicos. Foram 15 dias de disputas acirradas e muita emoção. Entre os pontos negativos do evento, a falsa comunicação de assalto envolvendo quatro nadadores norte-americanos

Por Luana Leite

No último domingo (21), a cidade do Rio de Janeiro se despediu da edição número 31 das Olimpíadas, o maior evento multiesportivo do mundo. O Brasil conseguiu sua melhor campanha na história dos Jogos, totalizando 19 medalhas (7 de ouro, 6 de prata e 6 de bronze), terminando no 13º posto.

A cerimônia de abertura foi tão bela quanto a do encerramento. O Boulevard Olímpico do Porto Maravilha agradou cariocas e turistas e virou mais um ponto turístico da cidade, enfim, foram duas semanas incríveis, com disputas acirradas e histórias de superação.

Entretanto, nem tudo foi motivo de comemoração. A morte do Soldado da Força Nacional, baleado na cabeça ao entrar por engano em uma favela, a queda da câmera no Parque Olímpico, deixando sete pessoas feridas, a poluição na Lagoa Rodrigo de Freitas, expondo a saúde dos atletas, os quatro nadadores norte-americanos - Ryan Lochte, James Feigen, Gunnar Bentz e Jack Conger -, que inventaram um assalto para curtir uma noitada, foram algum dos pontos que marcaram negativamente a Rio 2016.

Vou me ater no caso Lochte. Pergunta: Se as Olimpíadas fossem nos Estados Unidos e algum atleta brasileiro fizesse o que esses nadadores fizeram aqui, o que lhe aconteceria? No mínimo seria preso, processado e terminantemente impedido de pisar em solo americano.

São “jovens e estavam apenas curtindo uma balada”. Uma vírgula! Esses nadadores não passam de delinquentes, filhinhos de papai que pensaram que aqui é Casa da Mãe Joana onde pode tudo. Comunicar a uma autoridade fato criminoso que não existiu é crime, previsto no artigo 340 do Código Penal. Pedir desculpas não basta. Eles devem ser punidos de forma rigorosa.

Tal episódio, penso eu, não envergonhou o Brasil. Até porque a Polícia Civil do Rio de Janeiro, juntamente com a Polícia Federal e a Justiça, desempenhou um brilhante trabalho e descobriu a farsa rapidamente. Aliás, medalha de ouro para as instituições. Vergonha mesmo foi para o Comitê Olímpico americano, para os Estados Unidos e, obviamente, para os nadadores farsantes.

O Brasil é um país com instituições policiais sérias e sólidas. Pouco importa que o mundo nos tache de bizarros. Lochte e Cia, aqui não é Casa da Mãe Joana! Agora, vocês sabem.

 

25.08.2016

PM e Ministério Público de Santa Catarina firmam importante convênio

Um convênio firmado entre a Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) e o Ministério Público Estadual (MPSC), através do Fundo para Reconstituição de Bens Lesados (FRBL), dará continuidade ao cronograma de expansão do projeto PMSC Mobile para todas as cidades do Estado. A parceria foi firmada na última sexta-feira, 19, em ato que contou com a presença do chefe do MPSC, procurador-geral de Justiça Sandro José Neis, e do Comandante-Geral da PMSC, Coronel Paulo Henrique Hemm, além de outras autoridades e convidados.

O convênio prevê, até agosto de 2017, a aquisição de 550 tablets com contracapas e suportes, 750 impressoras térmicas portáteis, 200 smartphones com capa robustecida, suportes e carregadores portáteis, além da contratação de 2.000 horas de desenvolvimento, para evolução do aplicativo PMSC Mobile e sistemas associados. Esses kits de tecnologia móvel e embarcada serão utilizados em viaturas, motocicletas, bicicletas e policiamento ostensivo a pé, atendendo também todas as guarnições da Polícia Militar Ambiental. Serão investidos cerca de R$ 3.738 milhões, dos quais R$3.463 milhões proverão do FRBL e o restante como contrapartida pela Polícia Militar.

Para o Ministério Público estadual, um dos aspectos mais relevantes do PMSC Mobile é que ele elimina a etapa de inserção dos dados registrados nos formulários de papel, liberando o efetivo para de atividades administrativas para atividades operacionais. Isso garante que, com o mesmo efetivo, mais estejam efetivamente nas ruas. Ainda, o tempo envolvimento das guarnições nos atendimentos de ocorrência é consideravelmente reduzido, liberando os policiais para novos atendimentos às demandas da população.

O Comandante-Geral da PMSC, Coronel Paulo Henrique Hemm, destacou o ineditismo do PMSC Mobile no Brasil. “As múltiplas funcionalidades agregadas ao aplicativo PMSC Mobile, seu alcance de execução e implementação, contemplando desde os grandes centros urbanos até as pequenas cidades do interior, atrelado a grande otimização do atendimento policial, tem colocado Santa Catarina como referência nacional no atendimento policial à população”, falou.

O PMSC Mobile já vem sendo utilizado com êxito por mais de 250 guarnições, diariamente, em mais de 97 municípios catarinenses. Gradativamente, está sendo expandido para todas as cidades do Estado, garantindo a melhoria do atendimento oferecido pelos profissionais da Corporação à população.

Fonte: PMSC

Clique aqui e saiba mais sobre o PMSC Mobile

 

24.08.2016

STF: Proibição de tatuagem a candidato de concurso público é inconstitucional

Por 7 votos a 1, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que candidatos a concursos públicos não podem ser barrados nos processos de seleção por terem tatuagem. A decisão deverá ser seguida por todas as instancias da Justiça. A corte aceitou o recurso de um candidato a Soldado da Polícia Militar de São Paulo que, em 2008, foi aprovado nas provas escrita e de condicionamento, mas foi considerado inapto nos exames médicos por ter uma tatuagem na perna.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

23.08.2016

Sem aumento de impostos em 2017, garante Governo Federal

Um alívio para o bolso do consumidor. O governo já decidiu que não vai aumentar impostos este ano e em 2017 para alcançar a meta fiscal. A informação foi dada nesta terça-feira (23), pelo Ministro-Chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, ao reconhecer que a sociedade brasileira não tem mais como arcar com aumentos da carga tributária.

“Já há decisão da área fazendária neste sentido seguindo orientação do presidente Michel Temer. Não haverá aumento de impostos para 2017”. Em consequência, Padilha afirmou que o projeto que cria limites para o crescimento dos gastos públicos com base na variação da taxa da inflação do ano anterior “é inegociável”. Esse cálculo está previsto no Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que está sob análise do Congresso Nacional.

Não há hipótese de o governo trabalhar com a flexibilização [dos gastos]. Claro que a decisão final cabe ao Congresso, mas, se não tivermos a aprovação da contenção das despesas, nós vamos ter uma expansão muito expressiva da dívida pública. É como na casa do João, da Maria e do José: o limite do cartão de crédito e do cheque especial estourou, não tem mais como sacar [dinheiro], então temos que cortar despesas. Dói um pouco, não vai ter mais cinema, festa de final de semana”, comparou.

Padilha disse que, como o governo não vai cobrar da sociedade, a diferença para o equilíbrio das contas públicas terá que vir do cortes de despesas. “Então vamos tirar das estradas, da segurança, uma vez que os gastos com saúde e educação são mantidos constitucionalmente – não pode ser mexido, vamos tirar de onde for possível”.

Reforma da Previdência. O Ministro voltou a defender a necessidade da reforma da Previdência. “Nós temos que fazer com que o Brasil seja viável no longo prazo. E há duas coisas que são absolutamente indispensáveis que sejam enfrentadas. Uma é a questão da dívida pública, daí a razão do teto, e a outra é a reforma da Previdência. Se não, em poucos anos, o sujeito chega com seu cartão de aposentadoria no banco e não terá dinheiro necessário para que o pagamento seja feito.”

Aumentos salariais. Eliseu Padilha também confirmou a decisão do governo de não negociar aumentos salariais antes que seja decidida a questão do impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff, uma vez que a negociação estava em desacordo com a própria base de sustentação do governo.

“Essa foi uma decisão tomada durante a reunião do colegiado na última sexta-feira em São Paulo, que concluiu que não havia clima na base. Então o governo decidiu suspender [a negociação] até pelo menos depois da votação do impeachment”. A decisão, segundo Padilha, vai atingir todas as categorias que tiverem alguma ligação com o Executivo.

O Ministro deu as informações em entrevista, no Rio Media Center, para apresentar, ao lado do prefeito Eduardo Paes, o balanço final dos Jogos Olímpicos de 2016.

Fonte: Jornal o Dia/Economia

 

17.08.2016

Atenção: Fim do 13º salário é boato

Vira a metade do ano e o trabalhador brasileiro já sonha com o 13º salário. O benefício, instituído em 1962, tinha a intenção de proporcionar um Natal melhor às famílias. Ao longo dos anos, acabou servindo para pagar as contas acumuladas no ano. Hoje, está garantido no artigo 7º da Constituição Federal.

É por isso que pode causar arrepios uma mensagem afirmando que o fim benefício já foi aprovado pelos deputados federais e está no caminho de ser extinto.

Em algumas versões da mensagem, são citados partidos que não existem mais e políticos que já largaram a vida pública. Só aí, fica evidente a farsa. Desde 2010, pelo menos, esse texto circula, muito graças às redes sociais, e ganha força nos períodos eleitorais, evidenciando uma origem política. Com a intenção do governo de apresentar projeto de reforma trabalhista, o boato pode ganhar mais fôlego.

O fato é que nenhuma votação desse tipo sequer roçou o Congresso Nacional. E, segundo o professor de Direito Constitucional Luiz Fernando Calil de Freitas, seria algo muito mais difícil do que se imagina.

– Sendo um dos Direitos Sociais previstos na Constituição, em tese, uma emenda constitucional poderia suprimir o 13º. Mas há uma interpretação forte de que, assim como os Direitos Individuais, ele é uma cláusula pétrea, que não pode ser tocada. Ou seja, só isso geraria uma batalha no STF, coisa para uns dez anos até – diz o professor.

Ele lembra que, antes disso, a emenda teria de ser aprovada duas vezes na Câmara dos Deputados e duas vezes no Senado por três quintos dos parlamentares em cada sessão: exigência tão pesada que demandaria longa discussão e negociação, com pressão intensa da sociedade.

Reforma trabalhista em gestação no governo. Mas é verdade que um projeto de reforma trabalhista está sendo desenhado pelo Governo Federal. Entretanto, nenhuma proposta oficial foi revelada. Centrais sindicais estão sendo chamadas para a discussão antes de o governo revelar um projeto fechado.

A ideia que deve nortear o projeto é a flexibilização. A proposta a ser encaminhada pelo governo ao Congresso deverá tocar em temas como a prevalência da negociação coletiva, tratar de assuntos como salário e jornada, podendo ainda abordar a terceirização. A previsão, entretanto, é de que nada seja votado ainda neste ano.

Portanto, você, trabalhador, que espera ansiosamente o final do ano para receber o tão sonhado 13º salário, pode ficar despreocupado. O benefício não foi extinto.

Fonte: Diário Gaúcho


Foto: WhatsApp/Agência RBS

 

17.08.2016

Ouvidoria pode ser opção do consumidor para resolver pendências

Quem costuma ligar para o Serviço de Atendimento ao Consumidor é bom ficar atento. Muitas vezes a dor de cabeça acaba sendo maior do que o problema que você tem em casa.  As empresas têm um canal que funciona melhor do que o SAC: é a Ouvidoria.

Clique aqui e assista ao vídeo

 

17.08.2016

Governo do Rio não faz repasse de consignados e bancos acionam servidores

Os servidores ativos, inativos e pensionistas do Estado do Rio de Janeiro que possuem empréstimo consignado devem ficar atentos. Por telefone, os bancos comunicam que eles estão 'inadimplentes' com o pagamento do crédito. No entanto, esses servidores são descontados em folha e são cobrados indevidamente por descumprimento do governo em repassar os valores dos empréstimos às instituições financeiras.

Clique aqui e leia a íntegra da matéria

 

16.08.2016

Deficientes auditivos vão receber tratamento especial da PM

Representantes da Polícia Militar do Rio de Janeiro, o Diretor do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), Marcelo Ferreira, a Chefe da Divisão de Estudos e Pesquisa, Professora Simone Quevedo, a professora Vanessa Lesser e a intérprete de libras, Loren estiveram reunidos na sede do Instituto, em Laranjeiras, para estabelecer uma parceria entre a PMERJ e o INES, no sentido de que os policiais militares recebam instrução de linguagem de sinais para atender às pessoas com necessidades especiais quando solicitados. Ao todo serão ministradas quatro palestras de instruções que habilitará os policiais para esse atendimento.

Estiveram presentes o Coronel Oderlei Santos, Coordenador de Comunicação Social da PM, o Tenente-Coronel Naldoni – Comandante do 2° BPM (Botafogo) , o Major Valentim – da 1ª Companhia Independente do Palácio Guanabara- , o Tenente Santana e a Soldado Vanessa do BPTur (Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas).

O Batalhão de Botafogo e a Companhia Independente foram escolhidos pelo fato de o Instituto estar localizado na área de atuação dessas unidades. Já o Batalhão de Turismo foi escolhido por ser responsável pelo policiamento em áreas turísticas, que recebem visitas de pessoas com problemas de audição.

Fonte: PMERJ

 

15.08.2016

Conheça a ‘Galeria de Heróis’, ONG que luta por melhorias para os servidores públicos

Diversas associações são conhecidas no Rio de Janeiro por representar a classe dos Servidores Públicos, sejam eles Policiais Militares, Policiais Civis, Bombeiros, Guardas Municipais etc. Mas em todo Brasil, existe apenas uma ONG direcionada a este público: a ‘Galeria de Heróis’. Voltada para ajudar os servidores mais necessitados, ela tem por objetivo a inclusão social de todos, oferecendo saúde, educação e lazer de qualidade aos seus colaboradores, através de diversas parcerias.

A Galeria de Heróis é presidida pelo Bombeiro Subtenente José RODRIGUES que trabalhou por 33 anos na corporação, passando por combatente, busca e salvamento e área de saúde. Tem uma carreira vasta com várias ações de destaque. Esteve no resgate do prédio Andorinhas, Parque da Mônica, Faculdade da Estácio de Sá na Barra, grande enchente de Jacarepaguá, entre outros.

Em 2008 o Subtenente Rodrigues passou para inatividade. Com 15 dias de aposentado, resolveu então visitar amigos, e depois de uma dessas visitas na cidade de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, foi convidado para ir à casa de um Cabo da PM que estava paraplégico. Ao se deparar com a situação em que se encontrava o Policial, ele resolveu tomar uma iniciativa para tirar os servidores dessa situação:

"A gente dá a vida por uma sociedade, morre pela sociedade, e quando você mais precisa, fica largado e ninguém lhe da os devidos méritos”, observou. O Subtenente Rodrigues então arrecadou cadeiras de rodas e mantimentos para poder doar para os servidores mais necessitados, nascendo assim a Galeria de Heróis.

Fundada no dia 20 de março de 2008, a Galeria de Heróis tem o objetivo de promover a defesa dos bens e direitos sociais relativos aos profissionais de segurança pública e seus familiares. Desenvolver trabalhos sociais com as comunidades visando sempre afastar os jovens da marginalidade, estimular a parceria e o diálogo local de maneira solidária entre os diferentes segmentos sociais, trabalhando em conjunto com outras entidades de atividades que visem interesses comuns.

Além do Presidente Subtenente Rodrigues, a Galeria tem em seu corpo funcional atualmente o Vice-Presidente Sargento Machado, o Diretor Financeiro Segundo Tenente Nelson, o Diretor Administrativo Segundo Tenente Jesus, o Presidente do Conselho Fiscal Segundo Tenente Reis, o Vice-Presidente do Conselho Fiscal Major Luiz Sérgio e o Secretário do Conselho Fiscal Alessandro, civil. As eleições da Galeria de Heróis acontecem de cinco em cinco anos e o próximo pleito será em 2019.

Fonte: Caixa Beneficente da Polícia Militar (CBPMERJ)

A AME/RJ parabeniza o Subtenente Rodrigues pela iniciativa de criar a ‘Galeria dos Heróis’ que é, sem dúvidas, uma grande referência de luta em defesa dos direitos e da dignidade dos profissionais de Segurança Pública do Estado, sobretudo, dos Policiais Militares e Bombeiros Militares do nosso Estado.

 

12.08.2016

Parques estaduais são opções de lazer para turistas durante os Jogos 

Os parques estaduais, administrados pelo INEA (Instituto Estadual do Ambiente), são ótimas opções de lazer para os turistas que acompanham os Jogos Rio 2016. Caminhadas ecológicas, banhos de cachoeira e até locais propícios para a prática de rapel são alguns dos atrativos que podem ser desfrutados pelos visitantes.

Considerado uma das maiores florestas urbanas do mundo, com 12.400 hectares, o Parque Estadual da Pedra Branca, situado na Zona Oeste da cidade, tem sede próxima ao Parque Olímpico. E não faltam atrativos a ser contemplados. O açude e Cachoeira do Camorim, Pedra do Quilombo e do Telégrafo, esta última com 350 metros de altitude, e menina dos olhos de quem curte uma selfie, são algumas das belezas naturais do parque com vista para praias selvagens de Grumari, Perigoso e Praia do Meio.

E para quem gosta de praticar caminhadas, a trilha Rio Grande é uma boa dica: são 800 metros de extensão que podem ser explorados por visitantes. As principais atrações são o aqueduto do século XIX, o recanto da Represa da Figueira e o da Represa da Padaria,

O parque também abriga a exposição permanente Da Pedra Branca ao Pau da Fome. A mostra tem informações sobre a composição das rochas do local, além de curiosidades sobre a flora e a fauna.

O Parque Estadual da Pedra Branca abrange toda a Baixada de Jacarepaguá e parte dos bairros de Vargem Grande, Vargem Pequena, Barra da Guaratiba, Campo Grande, Santíssimo, Senador Camará, Padre Miguel, Bangu, Realengo, Sulacap e Taquara. A sede da unidade fica no núcleo Pau da Fome, em Jacarepaguá, e as subsedes estão situadas nos núcleos Camorim, também em Jacarepaguá, e Piraquara, em Realengo.

Fonte: Governo do Rio


Unidades de conservação oferecem diversos passeios para os visitantes.
Foto: divulgação


 

 

10.08.2016

Bombeiros do Rio ganham equipamentos contra ameaças químicas

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro recebeu a doação de equipamentos para atuação em atentados terroristas de natureza QBRN (Ameaças Químicas, Biológicas, Radiológicas e Nucleares) por parte do Governo Americano. A solenidade de entrega dos materiais aconteceu no Quartel Central, no Centro do Rio, e contou com a presença do cônsul-geral dos Estados Unidos, James Story. 

De acordo com o Subcomandante-Geral da corporação, Coronel Roberto Robadey, os itens ficarão à disposição da corporação para empenho em casos de ocorrências nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Após a Olimpíada, equipamentos como roupas específicas (EPIs), máscaras, antídotos, macas bolhas, e objetos de detecção de nuvens tóxicas, por exemplo, ficam de legado para o Grupamento de Operações com Produtos Perigosos (GOPP) – unidade especializada da instituição localizada em Duque de Caxias.

– O governo federal norte-americano tem tradição no desenvolvimento de políticas públicas e ações para o trato de ameaças QBRN. É fundamental estabelecer a cooperação e o intercâmbio das práticas com países que desenvolveram conhecimentos especializados no domínio da avaliação, prevenção, detecção, comunicação e resposta a este tipo de risco – disse o Subcomandante-Geral.

O Superintendente de Grandes Eventos dos Bombeiros, Coronel Wanius Amorim, disse que atitudes como estas refletem gestos de paz entre as nações.

– Nossas equipes estão baseadas nos quatro centros olímpicos (Deodoro, Maracanã, Parque Olímpico e Copacabana). Todas preparadas para qualquer incidente. A iniciativa dos EUA só nos engrandece e possibilita mais segurança para visitantes e cariocas – afirmou Wanius. 

Para o Cônsul dos EUA, James Story, o trabalho dos Bombeiros cariocas já é reconhecido.

– A equipe do Rio de Janeiro, que segue protocolos internacionais de ação, está apta a enfrentar situações de emergência provocadas por substâncias de natureza QBRN. Os equipamentos vêm agregar este tipo de trabalho ao profissionalismo dos bombeiros. Esperamos no futuro acertar novas parcerias – disse o Cônsul.

Fonte: Governo do Rio

Itens ficarão de legado para a Corporação após os Jogos Olímpicos e Paralímpicos.
Fotos: Eliane Dias

 

02.08.2016

Dinheiro extra: PM admite inativos que queiram trabalhar nos Jogos Rio 2016

Na tela de quem abre a página de inativos da Polícia Militar, um aviso: “Oportunidade de trabalho para policiais da reserva remunerada com menos de 5 anos de inatividade”. São diárias de R$ 550 para policiais aposentados do interior do Rio de Janeiro trabalharem durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, que começam nesta sexta-feira (5). “

A notícia da contratação foi anunciada pelo Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, que irá fornecer a verba, no mesmo esquema da Força Nacional. No entanto, o total das vagas ainda não foi fechado. Duzentos contratados já começam a trabalhar. São solicitados Oficiais e Praças que tenham residência fora da capital e da Região Metropolitana. O trabalho será de revista de pessoas e bagagens nas áreas de competição.

Apesar de serem da Polícia Militar, esses policiais não poderão ficar nos alojamentos dos batalhões. As vagas para o pernoite são no prédio onde está a Força Nacional de Segurança, em Jacarepaguá. O anúncio também faz referência a estrutura do local. “As condições de hospedagem não são ideais e eventualmente os recrutados podem precisar providenciar colchões e transporte para os locais de trabalho”.

As inscrições estão abertas no site da Divisão de Inativos e Pensionistas (DIP): http://www.dippmerj.rj.gov.br/. O candidato deve preencher uma ficha e aguardar o email de confirmação. Uma data, então, será marcada para uma reciclagem no Quartel General da PM. De acordo com a assessoria da corporação, a quantidade total desse reforço de agentes ainda será anunciada após os testes. 

Fonte: Jornal O Dia

 

ATUAÇÃO DA PMERJ NOS JOGOS RIO 2016

A Polícia Militar vai mobilizar 13.917 homens por dia durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. O esquema contará com um reforço de 3.503 militares que serão somados aos 10.414 policiais que vão atuar no policiamento ostensivo. Também serão empregadas 3.029 viaturas para o deslocamento com carros e motos e três balões com câmeras de alta resolução.

Clique aqui e confira a íntegra do planejamento da PM durante os Jogos.

 

27.07.2016

O perigo de usar celular ligado à tomada; Bombeiros orientam cuidados

A morte do estudante Gabriel da Silva Bezerra, de 12 anos, após sofrer uma parada cardiorrespiratória, no último domingo (24), em João Pessoa, em decorrência de choque elétrico enquanto utilizava o celular com o aparelho ligado à tomada chamou atenção para os riscos da prática.

A Tenente BM Aline Moreira disse que a corporação tem recebido casos recorrentes de choques envolvendo crianças e adolescentes. Ela fez um alerta para o perigo do choque e utilizar o celular carregando.

Fonte: Portal Correio

Clique aqui e assista ao video

 

26.07.2016

Com presença da FENEME, AME/RJ participa de reunião de oficiais da PM do Rio


O auditório do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar do Rio de Janeiro foi palco no último dia 18/07 de encontro da Federação Nacional de Oficiais Militares Estaduais do Brasil – FENEME, com os cerca de 250 Oficiais daquela instituição, incluindo seu Comandante Geral e toda sua cúpula.

O evento contou com a abertura realizada pelo Comandante Geral da PMERJ, Coronel EDISON DUARTE, e três excelentes palestras proferidas pelo Coronel PMSC MARLON JORGE TEZA, Presidente da FENEME, pelo Tenente Coronel PMSC MARTINEZ, Assessor da FENEME e pelo Major BMRS SPECHT, Diretor da FENEME e da ASOFBM/RS sobre a carreira jurídica para os Oficiais da Polícia Militar; o Termo Circunstanciado realizado pela Polícia Militar, além de uma explanação sobre o panorama político nacional e a tramitação de matérias de interesse dos militares estaduais que tramitam no Congresso Nacional.

Também participaram do evento o Coronel PMERJ FERNANDO BELO, Presidente da AME/RJ e do Coronel BMRS BECK, Vice-Presidente da ASOFBM/RS, os quais se manifestaram sobre o tema e a importância e necessidade do associativismo dos militares.

Fonte: FENEME


Cel PMSC Marlon Jorge Teza, Presidente da FENEME


Cel PMERJ Fernando Belo, Presidente da AME/RJ (2º, a partir da esquerda)

 

26.07.2016

UPP perdeu

A menos de uma semana das Olimpíadas, a violência no Rio de Janeiro não para e a Secretaria de Segurança parece mais frágil a cada dia, à espera do reforço de tropas federais que possam ajudar a estancar essa sangria, pelo menos durante os dias em que os holofotes do mundo estarão todos voltados para cá. Enquanto isso, seguem as matanças, Em especial as de policiais que, dentro das chamadas favelas ‘pacificadas’, continuam sendo emboscados pelos traficantes que voltaram a dominar esses territórios.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

26.07.2016

Olimpíadas Rio 2016: Chacota mundial!!!

Por Luana Leite

“Nunca tive uma experiência assim. Essa é minha quinta Olimpíada e nunca vi uma vila neste estado de despreparo a essa altura”, disse Kitty Chiller, Chefe da Missão da Austrália nos Jogos Olímpicos Rio 2016, dizendo que nunca viu uma vila olímpica no estado que a delegação do país encontrou as acomodações dos atletas no Brasil. Segundo ela, após alguns testes, a equipe do comitê australiano constatou um curto circuito na parte elétrica: “As acomodações não eram seguras. Problemas na água e na eletricidade poderiam ser uma combinação perigosa“, disse.

Eis que então surge o (pândego) Prefeito Eduardo Paes para rebater as críticas de Chiller:  "Eu estou quase colocando um canguru na frente do prédio pra fazer com que eles se sintam mais em casa".

“Não precisamos de cangurus, precisamos de encanadores para dar conta dos vários lagos que encontramos nos apartamentos”, foi a resposta do Diretor de Comunicação do Comitê Olímpico Australiano, Mike Tancredo.

Já li comentários de que Kitty Chiller foi grosseira, que deveria reclamar com o Comitê Olímpico do Brasil (COB), que está querendo humilhar nosso país, etc e tal. Quem escolheu sediar a Olimpíada foi o Brasil. Se não tem condições, não organiza. Se os australianos dissessem que mandariam uns macacos para fazer os brasileiros se sentirem em casa, como será que nos sentiríamos? Absolutamente desnecessário a resposta do Sr. Eduardo Paes. Ao invés de pedir desculpas pelos transtornos, ele solta mais uma de suas piadas sem graça sobre um assunto que merece respeito e seriedade.

A quem se interessar, clique aqui para ler a reportagem na íntegra

 

22.07.2016

Associações da PM e Bombeiros se unem pelos servidores públicos do Rio



Uma nova federação representativa dos Policiais Militares está surgindo. Representantes de diversas associações entre elas, a AME/RJ,  se reúnem mensalmente para discutir e debater temas relevantes ligados aos servidores públicos.

As entidades estão irmanadas no sentido de assegurar os direitos da família Policial e Bombeiro Militar, bem como impedir retrocessos nos direitos adquiridos e desvalorização dos servidores militares.

Sempre ativo na luta pelos servidores, o Coronel Fernando Belo, Presidente da AME/RJ, deixou a sua posição a respeito dessa nova representação dos servidores públicos:

“A Federação é uma coisa muito recipiente ainda que está sendo alinhavada. Nós temos diversas associações representativas de servidores da Segurança Pública, ativos e inativos, de forma segmentada. Essa Federação já representa todas as associações, é uma união das entidades. É importante lembrar que representamos cerca de 130 mil pessoas, contando 50 mil Policiais da ativa, mais 20 mil inativos e Bombeiros Militares. Mas a federação não terá associados, ela apenas representará as entidades, então os interessados devem se associar as associações, para reforçar o quadro de associados para que possamos ter uma maior representatividade," disse o Coronel Belo.

O Presidente da AME/ RJ também falou da FENEME – Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais como exemplo de uma Federação que pode dar certo:

“A existência da FENEME, eu posso dizer sem medo de errar, é a mantenedora e a garantidora do que hoje existe na Polícia e Bombeiro Militar. Se não fosse a sua militância a Polícia Militar já teria sido extinta a muito tempo e os Bombeiros estariam se arrastando. A Federação Nacional felizmente existe com uma atuação severa, séria, técnica e objetiva na defesa dos direitos já conquistados e indo em busca de novos diretos. Sobretudo, ela atua e tem tido excelentes resultados em números estratosféricos no que diz respeito a direitos e garantias. Cada dia é um leão a ser abatido e a Feneme tem toda uma estrutura para abater esses leões diários", acrescentou.

Fonte: CBPMERJ.

 

22.07.2016

Todo cuidado e proteção à ‘Tropa’ do BAC

O Batalhão de Ações com Cães (BAC) será uma das forças especiais da Polícia Militar empregada na segurança dos Jogos Olímpicos. A importância da unidade é tanta que a corporação criou a ‘Comissão de Bioética e Bem Estar Animal do BAC’ para cuidar ainda mais desses ‘policiais’. De acordo com o Comandante do BAC, Coronel Nogueira, a comissão buscará as melhores ações que garantam a integridade física do cão, não apenas na repressão ao tráfico nas comunidades, mas em qualquer atuação em que o animal seja empregado.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra.

 

20.07.2016 

Perita carioca usa conceitos de neurociência para evitar ações impulsivas e erros de soldados de UPPs

“Vocês querem ser homens ou sapos?". A pergunta foi feita aos policiais militares das UPPs (Unidades de Policia Pacificadora) pela fonoaudióloga Mônica Azzariti, durante os cursos de Comunicação Não Violenta que Azzariti ministra desde o ano passado. Nas aulas, ela adapta o método - baseado em observação e diálogo - ao dia a dia das favelas. O objetivo é evitar conflitos com os moradores, melhorando a interação dos soldados e tornando sua ação mais racional.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra.

 

19.07.2016

PLC 07/2016 - Alteração na Lei Maria da Penha

Alteração da Lei Maria da penha, proteção às mulheres

A alteração promovida pela CCJC, alterando o texto aprovado por unanimidade na Câmara dos Deputados, provocará um retrocesso, pois a matéria terá que voltar para a Câmara dos Deputados, uma vez que é emenda de mérito e não de redação.

Outro aspecto é que a emenda restringe a proteção às mulheres vítimas de violência doméstica na medida em que é notória a inexistência da polícia civil em mais de 2/3 dos municípios brasileiros, e no 1/3 também não tem delegado de plantão, agravando-se esse quadro nos finais de semana e feriados.

Resgatar a expressão "autoridade policial", constante do texto da Câmara dos Deputados, além de não prejudicar a atuação dos delegados de polícia, amplia a proteção à mulher em todo o território nacional.

A amplitude da expressão "autoridade policial" não significa que as medidas protetivas de urgência serão aplicadas por qualquer policial, uma vez que a autorização legal será, necessariamente, passível de regulamentação interna de cada instituição policial que deverá observar os níveis hierárquicos e a distribuição de competência.

A expressão "autoridade policial" vem a favor da tese de que não existem juízes suficientes para a concessão da medida protetiva, como também não existem delegados de polícia suficientes e a mulher precisa ser protegida de imediato, com a certeza da comunicação ao juiz competente e do Ministério Público, para confirmação ou ampliação das medidas, em 24 horas.

Fonte: FENEME

 

19.07.2016

Relatório de Atividades Legislativas - FENEME (20 a 24 de junho)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ o boletim ‘ NOTÍCIAS DE BRASÍLIA’, com notícias de interesse da Segurança Pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano Federal, no período de 20 a 24 de junho do corrente ano.

Clique aqui e leia o documento na íntegra

 

13.07.2016

O que é falso e o que é verdadeiro sobre multas de trânsito

De tempos em tempos volta a circular uma mensagem em grupos do Whatsapp, alertando sobre diversas mudanças nos valores de multas de trânsito e nas regras para renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Recentemente essa "corrente" foi atualizada: entrou a "exigência" de farol aceso nas rodovias mesmo durante o dia. 

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

07.07.2016

Após 56 mortes em 2016, candidatos dizem por que querem ser PMs no Rio

Salários baixos e, ultimamente, pagos com atraso ou em parcelas. Más condições de trabalho, casos de corrupção e imagem da corporação desgastada. E, principalmente, o risco inerente à profissão potencializado pela violência. Diante de tantos indícios desanimadores, o que ainda leva alguém a optar pela carreira de policial militar no Rio de Janeiro?

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

07.07.2016

Homenagem aos policiais mortos no Rio

Clique aqui e assista ao vídeo

 

07.07.2016

Morte de policiais, triste rotina no Rio de Janeiro

PMERJ tem o 56º enterro de policial assassinado em 2016

“Deixou um garoto de 2 anos e 6 meses com a esposa e o nosso coração partido”, disse  Jorge Antônio, o ex-padrasto do Sargento da Polícia Militar Alexandre Moreira de Araújo, 44 anos, morto após ser baleado na Favela do Rola, na última terça-feira (5). 

Alexandre foi o 56º Policial Militar assassinado este ano no Rio de Janeiro por estar em serviço ou, simplesmente, por ser policial. O sargento cumpria o primeiro dia de trabalho no 27º Batalhão, em Santa Cruz. Ele participava de uma operação para prender criminosos na favela do Rola. Usava colete, mas levou um tiro na axila. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital.

As mortes de policiais se repetem na luta contra o crime e tornam o dia a dia mais chocante, principalmente para um grupo que vive de perto a dor da perda de um parceiro e participa de uma cerimônia triste, cada vez mais comum.

“É um sentimento de dor, como se fosse um irmão que está partindo daqui por conta dessa violência que está ocorrendo no Rio de Janeiro. A dor da polícia que está perdendo mais um combatente nessa guerra contra a violência”, desabafou um policial que não quis se identificar.

O Capelão e o pastor da PM perderam as contas de quantas vezes fizeram orações na despedida de um policial morto durante o combate ao crime. Para o Capelão, major Marcelo Araújo, muitas vezes é difícil controlar o choro.

“É inevitável [chorar]. Nós somos sensíveis à perda, ao sofrimento, à família que chora, à instituição que fica enlutada pela morte de um companheiro. As lágrimas simbolizam o sentimento que está no coração”,desabafou.

Fonte: G1

 

05.07.2016

PM Treme Terra comemora 181 anos com festividades

Até o último Treme Terra! A Polícia Militar do Antigo Estado do Rio de Janeiro comemorou seu 181° aniversário. Criada em 14 de abril de 1835 pelo então Governador (Presidente de Província) Joaquim José Rodrigues Torres, através da Lei n° 16, teve como seu primeiro Comandante Geral o Brigadeiro João Nepomuceno Castrioto e recebeu a alcunha de Treme Terra, em alusão a força e a coragem demonstrada pelos membros daquela corporação. A PM Treme Terra tem em seu passado de glórias, o desempenho de várias missões de importância capital para a ordem pública Fluminense e a soberania nacional.


A AME/RJ prestigiou a solenidade, na pessoa do seu Vice-Presidente Administrativo,
Cel PM José Maria 

A solenidade comemorativa teve a participação de várias personalidades da PM, como o Vice-Presidente Administrativo da AME/RJ, Coronel José Maria de Oliveira, o ex- Comandante Geral, Coronel Ubiratan Ângelo, o Presidente da Caixa Beneficente, Pedro Chavarry, o Comandante do 12° BPM, Coronel Fernando Salema, o Tenente Coronel Andreia, Diretora do Colégio da PM, o Presidente da Associação Treme Terra, Coronel Ricardo Furtado, entre outros.

Além da comemoração que teve banda, ensaio dos alunos do CPM, discursos inflamados dos policiais e representantes do Treme Terra e um farto coquetel, teve também uma exposição com amostra Treme Terra, com fotos históricas, arquivos, mapas, manuais, uniformes completos, quadros, premiações, armas, espadas de oficiais, capacetes, bandeiras e vários outros utensílios.


Amostra Treme Terra com itens históricos

Fonte: Caixa Beneficente da PM

 

2 DE JULHO- DIA DO BOMBEIRO BRASILEIRO

2 de julho, Dia de Aniversário de Criação do Corpo de Bombeiros. 160 anos de inestimáveis serviços prestados à sociedade Fluminense. Os nossos “Herois do Fogo” merecem todas as comemorações do mundo! 

 

04.07.2016

PMERJ solicita retratação do Globo após publicar inverdades em editorial

Nota de Esclarecimento e Solicitação de Correção enviada ao Jornal O Globo

“A Polícia Militar esclarece que continua realizando seu serviço essencial de Servir e Proteger a Sociedade, “mesmo com o risco da própria vida”, e assim continuará a fazer sempre!!!

O Policial Militar sabe da vital importância de sua função perante a Sociedade.

Sociedade que reconhece essa importância quando busca ajuda e sempre a encontra na Polícia Militar.

O Editorial do Jornal O Globo cometeu uma lamentável injustiça na edição desta quarta, 29 de junho, ao dizer que os Policiais Militares “cruzam os braços em serviços essenciais”.

O Editorial acusou os Policiais Militares de praticarem “ações que beiram o terrorismo” todavia foi o Editorial que praticou um atentado à verdade e atemorizou seu leitores ao publicar uma informação não verdadeira, enquanto Policiais Militares de 30 Batalhões da Polícia Militar realizavam diversas operações policiais, prendendo criminosos e apreendendo armas, arriscando suas vidas.

Solicito que seja feita uma correção dessa informação que deixou todos os Policiais Militares indignados.

Tenho certeza que o Jornal O Globo reconhecerá a injustiça cometida.

Coordenadoria de Comunicação Social da Polícia Militar

Cel Oderlei Santos”.

OBS: A reportagem, a que se refere Coordenadoria de Comunicação da PM, é o editorial do Globo, de 29/06/2016, intitulado “A irresponsabilidade de jogar contra a Rio-2016”. Para aqueles que desejarem ler a matéria na íntegra, o link é: http://oglobo.globo.com/opiniao/a-irresponsabilidade-de-jogar-contra-rio-2016-19604213

 

01.07.2016

Batalhão de Acões com Cães da PMERJ  recebe certificado internacional

O Batalhão de Ações com Cães (BAC), da Polícia Militar do Rio de Janeiro, recebeu do RAID (Unité de Recherche, Assistance, Intervention et Dissuasion), força de elite da Polícia Francesa, uma certificação internacional que comprova que cinco cães reconhecem substâncias explosivas e estão aptos a atuar para impedir esse tipo de crime. Vinte e um policiais também foram diplomados.

Dois agentes do RAID ministraram o curso durante duas semanas, ensinando técnicas para busca de explosivos e apresentando aos cães todas as substâncias que podem ser utilizadas para confecção dos mesmos, assim como os diversos ambientes nos quais poderiam ser usados.

Os cães foram apresentados, entre outras substâncias, a princípios ativos dos explosivos, como nitrato de amônia e pólvora negra, e às bases explosivas RDX e nitropenta. O treinamento foi realizado seguindo o protocolo internacional de varredura para substâncias explosivas.

– Os policiais franceses trouxeram suas experiências em situações preventivas ao terrorismo e grandes eventos, no trato com explosivos, que se somaram à expertise do BAC em armas e drogas – explicou o chefe da Equipe de Faro de Cães, Armas, Drogas e Explosivos do BAC, Tenente Daniel Resende.

Fonte: Governo do Estado

 

30.06.2016

Instituto Ideal Brasil: atletas conquistas ótimos resultados em competições de atletismo

Segue mensagem do Diretor de Esportes do INSTITUTO IDEAL BRASIL, Sr. Ormandino Barcelos, destacando as conquistas alcançadas no Projeto Social NDA – NÚCLEO DESPORTIVO DE ATLETISMO.

“A AME/RJ

Ilmo Presidente Cel PM Carlos Fernando Ferreira Belo

A/C Ilmo Vice-Presidente Administrativo Cel PM José Maria de Oliveira

Prezados senhores,

É com grande satisfação e alegria que noticiamos mais algumas conquistas alcançadas no Projeto Social NDA – NÚCLEO DESPORTIVO DE ATLETISMO do INSTITUTO IDEAL BRASIL. Conquistas estas que incluem vários jovens atletas apoiados pela AME/RJ.

1) TROFÉU BRASIL DE ATLETISMO – CATEGORIA ADULTO (Competição dos melhores atletas do Brasil)

Será realizado pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) nos dias 30/06, 01, 02 e 03/07 em São Bernardo do Campo/SP. Esta é a mais importante competição do ATLETISMO NACIONAL, a qual é transmitida AO VIVO pela REDE GLOBO e SPORTV. Estaremos embarcando amanhã, dia 29, para acompanhar nossos jovens atletas.

Temos a alegria e informar que 06 (seis) jovens atletas nossos alcançaram o ÍNDICE para competirem neste Troféu Brasil.

= RAFAEL GOMES FRANCISCO – Categoria SUB-23 – Prova: 400m rasos;

= JULIO CESAR NASCIMENTO DE OLIVEIRA – Categoria SUB-23 – Prova: 400m c/ Barreiras

= IURI ROSÁRIO CHAGAS MALVESTIVI – Categoria SUB-20 – Prova: Salto em Altura;

= VITOR HUGO DA COSTA – Categoria SUB-20 – Prova: DECATLO (10 provas combinadas);

= MAYARA EGÍDIO BRAGA – Categoria SUB-20 – Prova: 3.000m c/ Obstáculos.

= EVERTON IGO NOGUEIRA DOS SANTOS – Categoria SUB-18 – Prova: Salto em Altura (sendo ainda da categoria SUB-18 competirá na categoria ADULTO com os melhores atletas do Brasil). Foi VICE-CAMPEÃO BRASILEIRO SUB-18 INTERCLUBES, no final de MAIO/16.

Obs: Tendo em vista que não houve competição da categoria SUB-23 no Rio de Janeiro em ABRIL e MAIO, e o prazo para alcançar o índice estava se esgotando, resolvemos inscrever o atleta JULIO CESAR numa competição em São Bernardo do Campo/SP, no último dia 05/06. E ele correspondeu ALCANÇANDO DO ÍNDICE DO TROFÉU BRASIL.

2) CAMPEONATO BRASILEIRO DE ATLETISMO SUB-20 INTERSELEÇÕES

Participamos do Campeonato Brasileiro SUB20 Interseleções realizado pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) nos dias 11 e 12/06 em Porto Alegre/RS.

Obs.: Para compor as Seleções Estaduais a CBAt convoca os 10 melhores do Brasil, integrantes do RANKING NACIONAL na categoria. Contudo, a CBAt somente arca dos as despesas até o 8º Lugar no Ranking Nacional.

Classificamos 04 (quatro) atletas, os quais integraram a Seleção do Rio de Janeiro, foram:

= IURI ROSÁRIO CHAGAS MALVESTITI – Categoria SUB-20. Conquistou o terceiro lugar no RANKING NACIONAL na prova do SALTO EM ALTURA. Sagrou-se VICE-CAMPEÃO BRASILEIRO SUB-20.

= VITOR HUGO DA COSTA – Categoria SUB-20. Competirá o DECATLO – Classificou-se em 9º no RANKING NACIONAL. Classificou-se em 5º Lugar. As 10 (dez) provas do Decatlo são realizadas em 02 dias, e Vitor Hugo ficou muito prejudicado pelo frio intenso de Porto Alegre naqueles dias, os quais estiveram com temperaturas de 3 a 12 graus de máxima.

= MAYARA EGÍDIO BRAGA – Categoria SUB-20. Competirá na prova dos 3.000m c/ Obstáculos e está em 3º Lugar no RANKING NACIONAL. Por causa do frio, Mayara sentiu a perna.

=LORENA SILVA RIBEIRO – Categoria SUB-18. Apesar de ser de categoria ainda SUB-18 integrará a Seleção do RJ SUB-20 na prova dos 800m. Sagrou-se VICE-CAMPEÃ BRASILEIRA DO REVEZAMENTO 4x400m e 4º LUGAR nos 800m.

Estamos enviando algumas fotos anexas, das conquistas dos atletas que originaram suas classificações acima citadas e das conquistas neste Campeonato Brasileiro Sub-20.

Estas conquistas são possíveis, pois temos a importante parceria da AME/RJ.

NOSSOS MAIS SINCEROS AGRADECIMENTOS.

Atenciosamente,

Ormandino Rodrigues Barcelos

Diretor de Esportes”.


Atleta EVERTON IGO DOS SANTOS


Atleta IURI ROSÁRIO


Atleta LORENA RIBEIRO


Atleta LORENA RIBEIRO


Atleta MAYARA BRAGA


Atleta RAFAEL FRANCISCO


Atleta VITOR HUGO DA COSTA

 

28.06.2016

Mais um PM morto no Rio. Já são 59

No último domingo (26), o Policial Militar José Josenildo Alves dos Santos, lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) de Manguinhos, saiu cedo para trabalhar. Sua esposa estranhou o fato de ele não ter chego ao seu destino e nem voltado para casa após o horário do serviço. O dia foi passando, a angústia aumentando até que veio a trágica notícia: o corpo de Josenildo estava no Instituto Médico Legal (IML). Segundo informações, o PM foi assassinado com cinco tiros: um na cabeça, dois nas costas, um no braço e um no abdômen.

Também no domingo, o Tenente Denilson Theodoro de Souza, foi assassinado durante um assalto na Pavuna, perto dos Complexos da Pedreira e do Chapadão. Ele reagiu a um assalto e trocou tiros com criminosos que tentavam levar o seu carro.Há 29 anos na Corporação, Denilsontrabalhava na equipe que fazia a segurança do prefeito do Rio, Eduardo Paes.

Só este ano, 59 PMs foram assassinados no Rio de Janeiro, de acordo com a Comissão Parlamentar de Inquérito da Assembleia Legislativa (Alerj), que investiga os crimes contra os policiais.

Obs: Ninguém dos Direitos Humanos estava presente nos enterros.

 

 

27.06.2016

Vale-transporte para familiares de presos é aprovado (Flávio Bolsonaro votou NÃO!)

Matéria de autoria do Jornalista Felipe Moura Brasil, da Revista Veja:

LISTA DE DEPUTADOS QUE APROVARAM VALE-TRANSPORTE PARA VISITANTES DE BANDIDOS PRESOS, PAGO COM O NOSSO DINHEIRO.

A pedido dos leitores, consegui a lista dos 38 deputados do Rio de Janeiro que votaram a favor do vale-transporte para visitantes de bandidos presos.

Não: os parentes de suas vítimas não têm direito nem mesmo a vale-transporte para visitá-las no hospital, mas a família inteira terá de pagar, junto ao resto dos cidadãos de bem, a condução dos visitantes daqueles que as roubaram, feriram, espancaram, estupraram e/ou mataram.

Ainda pretendo analisar aqui o discurso picareta do deputado Marcelo Freixo durante a votação, ao anunciar o “sim” de toda a bancada do PSOL, o partido que continua fazendo jus ao seu terrorista fundador.

Por ora, destaco apenas que:

– o deputado Carlos Minc, ex-ministro do Meio Ambiente e notório propagandista da marcha da maconha e da “descriminalização” do usuário, deu a sua colaboração política para os traficantes que lucram com a sua propaganda.

– os deputados Martha Rocha e Zaqueu Teixeira, ambos não apenas delegados e ex-chefes da Polícia Civil, mas também membros da Comissão de Segurança e Assuntos de Polícia da Alerj, já podem ser transferidos para a Comissão de “Direitos Humanos”, onde poderão defender os interesses dos bandidos com maior facilidade.

Transcrevo abaixo a lista dos votantes, conforme anunciada na Assembleia Legislativa do Estado, e saúdo os 3 deputados que cumpriram sua obrigação moral votando “não”.

O SR. PRESIDENTE (Wagner Montes) – Proclamo o resultado.

Votaram “SIM” os Srs. Deputados:

– Ana Paula Rechuan,

– André Ceciliano,

– Bebeto,

– Benedito Alves,

– Bruno Dauaire,

– Carlos Minc,

– Daniele Guerreiro,

– Dionísio Lins,

– Dr. Julianelli,

– Dr. Sadinoel,

– Edson Albertassi,

– Eliomar Coelho,

– Enfermeira Rejane,

– Fábio Silva,

– Jânio Mendes,

– Jorge Fellipe Netto,

– Luiz Martins,

– Luiz Paulo,

– Luiz Martins,

– Marcelo Freixo,

– Marcelo Simão,

– Márcia Jeovani,

– Martha Rocha,

– Milton Rangel,

– Nelson Gonçalves,

– Paulo Ramos,

– Pedro Augusto,

– Pedro Fernandes,

– Renato Cozzolino,

– Rosenverg Reis,

– Samuel Malafaia,

– Tânia Rodrigues,

– Thiago Pampolha,

– Tia Jú,

– Tio Carlos,

– Wagner Montes,

– Wanderson Nogueira,

– Zaqueu Teixeira,

– Zidan

Votaram “não” os Senhores Deputados:

– Filipe Soares,

– Flávio Bolsonaro,

– Zito.

[Reproduzo o voto de Bolsonaro: “Sr. Presidente, os criminosos têm que pensar um pouco melhor antes de tirarem vidas, de assaltarem, de estuprarem, sequestrarem as pessoas. E, obviamente, nem sempre a ementa do Projeto diz tudo sobre o Projeto. Tenho certeza de que a população do Rio de Janeiro não quer que o dinheiro dos impostos que ela paga seja usado para pagar vale-transporte para familiares e visitantes de presos, tenho convicção de que não quer isso. Então, Sr. Presidente, o preso já custa muito caro para o cidadão. Não temos que arcar com mais essa conta. Espero que esta Casa também não tire dos seus cofres o dinheiro para pagar vale-transporte para os visitantes de presos no Rio de Janeiro. Encaminho o voto contra.”]

Total de votos, 41; votos “sim”, 38; votos “não”, 3; abstenção, 0.

O projeto está aprovado.

 

27.06.2016

Carta aberta ao Ministério Público

Carta aberta ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro

Caro MP (Caríssimo, se levarmos em conta a relação custo x benefício...)

Não deve ser de seu conhecimento, mas estamos vivendo uma crise sem precedentes aqui no estado. Crise financeira e, sobretudo, moral. Como o MP parece não acompanhar os últimos acontecimentos, vamos colocá-lo a par, em apertada síntese:

Escolas e hospitais abandonados, há desvio de recursos, falta de segurança, propinas, UPAS fechadas, superfaturamentos, falta de medicamentos, roubalheira, quebra do RioPrevidência, malversação de verbas públicas, má gestão, esquemas fraudulentos, cabide de empregos, corrupção  e servidores sem receber. Tudo junto.

A bem da verdade, o único setor que vai "muito bem, obrigado!" é o das empreiteiras, que, milagrosamente, não sofrem atrasos nos seus pagamentos, são beneficiadas com aditivos e mais aditivos em seus gordos contratos e, veja só, antes mesmo da olimpíada, o Rio já recebeu um prêmio: graças às obras superfaturadas, o dono de uma empreiteira ingressou no seleto grupo de bilionários da Bloomberg. Você não imagina o que sente cada cidadão fluminense ao saber que contribuiu efetivamente para isso. Não. Não é orgulho. Vergonha, indignação, define melhor. 

E enquanto (mais) um empreiteiro fica bilionário, a segunda metade do décimo terceiro de 2015 dos servidores foi pago em intermináveis 5 parcelas e, do pagamento de maio, os servidores só viram até agora uma espécie de esmola de mil reais mais metade do salário, ficando o resto para ser pago em... ninguém sabe!

Cronologicamente, deveríamos começar esta narrativa pelas isenções fiscais de 180 bilhões de reais, ou antes ainda, com as maracutaias de sucessivas quadrilhas (ou governos, tanto faz)  que (pasmem!) não foram investigadas por ninguém. E quando a gente diz ninguém, é ninguém mesmo, se é que você nos entende: Ninguém...

Pois bem. Neste contexto caótico, o governo (você não vai acreditar, de tão surreal!) decretou estado de "calamidade financeira", baseado em... ninguém sabe, já que a Constituição não prevê esta figura jurídica teratológica. O governo federal, que deve ter uma Constituição própria, mandou de presente 2,9 bilhões de reais. Alívio para os servidores? Para a população? Que nada...

Alívio para as empreiteiras, que nem precisavam. E a verba já tem o destino de sempre: roubalheira, desvio, propina, superfaturamento, malversação, esquemas fraudulentos e, com o que sobrar, se sobrar, olimpíada. Havia a intenção de desviarem, ops, investirem mais meio bilhão de reais na linha 4 do Metrô, a mesma que já consumiu 19 bilhões para funcionar por míseros 16 quilômetros, mas isso foi descartado pelo governo federal. Terão que forjar outro esquema, quer dizer, outro projeto para arrancar esse dinheiro de alguém. E esse alguém somos nós, claro. Ah, se o MP soubesse disso antes...

Nesse ínterim, descobriu-se (não, não foi o MP que descobriu!) que o governo desconta o empréstimo consignado dos servidores, mas não repassa aos bancos, devendo até agora 500 milhões de reais aos banqueiros. Além disso, mesmo em  meio à crise, o governo reformou a piscina do palácio e tentou comprar um kit "comida de rico", com itens que o povo (que paga a conta) nunca viu nem comeu, só ouve falar, como framboesa, mirtilo, cherne, robalo, salmão, filé mignon, picanha, alcatra e seis mil cápsulas de café compatíveis com máquinas de café expresso, para "atender às necessidades dos gabinetes do governador Dornelles e dos secretários".  O governo só desistiu da licitação porque o MP enfim acordou, agiu e impediu esta ofensa ao povo, em nome da “moralidade”... rs... brincadeira. Você sabe. Na verdade, o governo só voltou atrás por causa da pressão provocada pela indignação dos servidores. A mesma indignação que deveria permear a atuação do MP o tempo todo. 

A pergunta que queremos fazer é: agora que o MP sabe o que acontece fora das suas salas suntuosas e refrigeradas, será que poderia fazer alguma coisa para ajudar a população? Tipo uma ação civil pública, uma investigação, uma denúncia à Justiça, uma interpelação, um Termo de Ajustamento de Conduta, uma condução coercitiva, uma ameaça de prisão, uma conversa, um pedido... sei lá... qualquer coisa que faça o governo parar de nos roubar, porque estamos cansados... muito cansados...

Se vocês não fizerem nada, acabará sendo reeditada aqui a queda da Bastilha. Lembram? Quando o povo francês se rebelou e acabou decapitando alguns nobres? Pois é. Já temos por aqui a casta de nobres (agora eles são chamados de políticos), o pão, o circo, a impunidade e o povo enfurecido. Então está nas mãos do MP evitar que isto incendeie, porque aí a coisa pode fugir ao controle, já que ninguém aguenta mais tanta roubalheira e impunidade... aliás, o único que parece não se importar com este caos é o MP, que não age, não reage, não interage... pelo contrário: retroage, quando deveria avançar sobre essa horda de canalhas que saqueia o estado e transforma a vida do cidadão honesto e trabalhador num inferno!

Assinado: Cidadãos do Rio de Janeiro.

 

24.06.2016

Corpo de Bombeiros do Rio recicla e capacita militares para ações em viaturas aéreas

O Centro de Treinamento e Reciclagem de Motoristas (CTRM) do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro vem realizando uma maratona de instruções teóricas e práticas de viaturas aéreas - Auto Escada Mecânica (AEM); Auto Plataforma Mecânica (APM) e Auto Bomba Plataforma (ABP) - aos condutores e operadores da corporação. O objetivo é reciclar e capacitar militares para os equipamentos recém adquiridos.

O conteúdo programático foi dividido em módulos teórico e prático, com durações mínimas de dois dias para as reciclagens e três dias para as capacitações. Foram abordados conceitos físicos, hidráulica aplicada, manutenção de primeiro escalão, operações de emergência, simulações de falhas, de salvamento e de combate a incêndio. Os oficiais-chefes da subseção de Manutenção e Transporte das unidades instruídas também participaram das aulas, observando o rendimento da sua tropa.

As instruções promovidas pelo CTRM proporcionam um nivelamento entre os condutores e operadores de viaturas aéreas, além de identificar deficiências técnicas que, com a capacitação, podem ser revistas - explicou o Comandante do CTRM, Tenente-Coronel José Márcio da Silva Neves. 

As instruções, realizadas no pátio do Complexo de Ensino Coronel Sarmento, em Guadalupe, ou no pátio dos quartéis que dispõem de viaturas aéreas, foram ministradas a 12 unidades operacionais: GOCG (Central), 1°GBS (Barra da Tijuca), 1°GBM (Humaitá), 3°GBM (Niterói), 4°GBM (Nova Iguaçu), 8°GBM (Campinho), DBM 3/11 (Tijuca), 13°GBM (Campo Grande), 16° GBM (Teresópolis), 17°GBM (Copacabana), 22° GBM (Volta Redonda) e 25° GBM (Gávea).

Fonte: SEDEC/CBMERJ

 

20.06.2016

PM lança gibi eletrônico para humanizar a figura do policial

A viatura com dois policiais militares passa pela rua estreita de uma favela do Rio. A conversa entre os dois agentes é sobre o aniversário do filho de 4 anos de um deles. O policial que está no banco do carona acena para um menino que solta pipa. De repente, o veículo é alvo de tiros de criminosos. “Marginais estão nos atacando!”, gritam.

A cena ilustra o primeiro quadrinho da HQ ‘Rádio Patrulha’, feita pelo serviço de comunicação da Polícia Militar. Lançadas há 15 dias, as tirinhas estão disponibilizadas em forma eletrônica no site da corporação. “A HQ busca passar duas mensagens principais: mostrar o lado humano do policial e a ideia de que o crime não compensa”, disse o Coronel Oderlei de Souza, roteirista das histórias. 

Apaixonado por quadrinhos de heróis desde adolescente, o oficial teve a ideia de fazer a HQ como mais uma iniciativa de trabalhar a imagem da corporação com o público interno e a população. A página do Facebook da PM já tinha essa intenção, que, com linguagem jovial e descontraída, tenta abordar ocorrências positivas e abusa do uso de emojis (bonequinhos inseridos no texto), além de evitar discutir erros policiais ou violência. 

“A imprensa sempre noticia fatos ruins, ocorrências que, por erro policial ou outro motivo, possuem efeito negativo. Entendo isso. A foto de um avião decolando não dá notícia. A de um caindo, sim. A iniciativa pretende mostrar esse outro lado”, disse o oficial. As próximas tirinhas terão o roteiro baseado em histórias reais a partir de julho, como um parto ocorrido dentro de uma viatura. 

Para o especialista em Análise de Discurso e professor da Uerj Phellipe Marcel, que não teve contato com o material, as tirinhas poderiam mostrar também o lado negativo da polícia. “A campanha é uma boa iniciativa. Mas poderia da mesma forma lúdica apontar os erros policiais, além de apontar a humanidade que eles também devem ter em ações violentas”,analisou. 

Fonte: O Dia

 

14.06.2016

Só na Rússia um caminhão de bombeiros também é um tanque de guerra

Quando pensamos em um caminhão de bombeiros, normalmente vêm à mente aqueles conhecidos veículos que vemos nos filmes. Como não poderia deixar de ser, contudo, na Rússia a história é um pouco diferente: por lá, os bombeiros têm à disposição (ou ao menos vão ter em breve) nada menos do que um “tanque” de 60 toneladas, totalmente blindado.

Só de olhar para a imagem acima, fica óbvio que este não é um veículo comum. Projetado com o objetivo de enfrentar incêndios em situações extremas (leia-se “em bases militares, arsenais e até mesmo armazéns de explosivos ou incêndios florestais”), o “caminhão”, feito pela Omsktransmash, utiliza componentes de tanques T-72 e T-80 para oferecer a maior proteção possível.

Obviamente, esse veículo não é feito só para apagar o fogo passando por cima dele (embora eu não duvide que ele possa fazer isso). De acordo com a fabricante, seu tanque de bombeiros tem espaço para três pessoas e pode bombear água com pressão suficiente para alcançar distâncias de até 100 metros, além de armazenar 25 metros cúbicos de agentes extintores.

A possibilidade de os russos resolverem usar esses veículos como uma arma de guerra é remota, por enquanto. Isso porque, embora esse caminhão de bombeiro tenha sido projetado ainda em 2012, a Omsktransmash só entregou as duas primeiras unidades para o governo do país em março deste ano.

Fonte: Tecmundo


 

10.06.2016

Atenção: Prazo para sacar PIS/Pasep se encerra em 30 de junho

De acordo com o Ministério do Trabalho, dois milhões de trabalhadores brasileiros ainda não sacaram o abono salarial PIS/Pasep referente ao ano de 2015. O prazo para retirar o dinheiro se encerra no próximo dia 30 de junho.

O abono salarial é um benefício dado a quem trabalhou por pelo menos 30 dias no ano-base, recebendo por mês até dois salários mínimos. Para estar apto a sacar o abono, também é preciso contabilizar cinco anos de cadastro no Programa de Integração Social (PIS) e possuir dados informados na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

O abono salarial é uma espécie de 14º salário para uma faixa específica de trabalhadores. O benefício equivale ao valor de um salário mínimo, vigente na data de pagamento (R$ 880) e pode ser retirado nas agências da Caixa e Banco do Brasil. Os benefícios que ainda não foram sacados somam R$ 1,7 bilhão.

Em todo o Brasil, 23,6 milhões de trabalhadores têm direito a receber o abono. Desse total, 21,5 milhões já fizeram os saques, segundo o governo. Os dois milhões que ainda não acessaram o recurso representam 8,7% dos trabalhadores beneficiados.

O estado com o maior número de trabalhadores que não sacaram o abono é São Paulo, onde 684.937 pessoas ainda não resgataram o benefício, seguido de Minas Gerais (197.428) e Rio de Janeiro (180.639). O Ministério do Trabalho informou que está enviando correspondências no endereço de domicílio dos trabalhadores que podem sacar o benefício.

Como sacar o PIS/Pasep

O PIS destinado aos funcionários de empresas privadas regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e o PASEP é destinado aos servidores públicos. Os recursos que não são sacados retornam para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Antes de sacar o PIS, o trabalhador deverá verificar se o benefício não foi depositado diretamente na conta. Caso contrário, deve comparecer com o Cartão do Cidadão e senha cadastrada nos terminais de auto-atendimento da Caixa ou em uma Casa Lotérica. Se não tiver o Cartão do Cidadão, o beneficiado pode receber o abono em qualquer agência da Caixa mediante apresentação de um documento de identificação. Já os participantes do Pasep (Banco do Brasil), após verificar se houve depósito na conta, devem procurar uma agência e apresentar um documento de identificação.

As informações sobre o direito ao saque também podem ser obtidas pela Central de Atendimento Alô Trabalho - 158; pelo 0800-7260207, da Caixa; e pelo 0800-7290001, do Banco do Brasil.

Fonte: G1

 

09.06.2016

O Dia D - 6 de junho de 1944 

6 de maio de 1944: Dia "D", o mais longo dos dias

Os homens livres do mundo marcham juntos para a vitória. Tenho plena confiança na coragem, na dedicação à vitória e na capacidade de combate de vocês. Não aceitaremos nada menos do que a vitória total.

Dwight Eisenhower, Comandante supremo dos aliados "NUNCA TANTOS DEVERAM TANTO A TÃO POUCOS"! (SIR WINSTON CHURCHILL, 1º MINISTRO DA INGLATERRA).

Hoje, dia 6 de junho 2016 os aliados comemoram 74 anos do DIA "D", quando mais de 150 mil soldados sob o comando direto do General Omar Bradley desembarcaram na Normandia, nas praias de Omaha, Utah, Sword, e outras, para esmagar os nazistas alemães, na Operação OVERLORD, a mais secreta e bem guardada de todas as demais operações.

Milhares de jovens soldados perderam a vida logo ao desembarcar, antes mesmo de pisarem na areia, mas a superioridade numérica, a habilidade em ocultar o dia e local do desembarque e o apoio logístico fizeram a diferença.

Não fosse a coragem, a determinação e a vontade de derrotar as tropas do eixo, talvez estivéssemos hoje falando o idioma alemão, fazendo parte do 3º REICH, no império dos mil anos.

Aqui no Brasil ninguém fala nisso, sequer uma nota nos jornais em homenagem aqueles que deram a vida em nome da democracia, segundo Sir Winston Churchill, o pior regime, exceto todos os outros.

Em Pindorama existe uma cultura do desmemoriamento, da execração e do esquecimento dos verdadeiros heróis da pátria e pasmem, o ex- presidente Stalinácio Lularápio da Selva quis entregar de volta ao Paraguai, mediante solicitação do tataraneto de Solano Lopez, o canhão EL SINO, que custou milhares de vidas das tropas brasileiras que tentavam derrotar os paraguaios na fortaleza de Humaitá.

Esse canhão, após a vitória brasileira, foi apreendido e encaminhado ao Brasil onde se encontra exibido no Museu Histórico Nacional e não fosse a resistência de setores das Forças Armadas, seria devolvido ao Paraguai, país que iniciou a guerra, invadindo a província de Mato Grosso e prendendo o governador da mesma. 

A VOCÊS SOLDADOS HEROIS DA MAIOR GUERRA DE TODOS OS TEMPOS, QUE VITIMOU MAIS DE 60 MILHÕES DE PESSOAS, EU PRESTO A MINHA CONTINÊNCIA COM A BANDEIRA INCORPORADA AO SOM DA CANÇÃO DO EXPEDICIONÁRIO!!!

Paulo Fontes (Associado) – Tenente- Coronel PMERJ RR

 

08.06.2016

Nota de repúdio da AOPM/SP

A ASSOCIAÇÃO DOS OFICIAIS DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO - AOPM/SP - NOTA DE REPÚDIO

A Associação dos Oficiais da Polícia Militar do Estado de São Paulo - AOPM/SP, em virtude dos fatos ocorridos na Assembleia Legislativa do Estado em 03 de maio do corrente ano e, arrimada nas imagens veiculadas na Imprensa e nas Redes Sociais, vem a público emitir a seguinte NOTA DE REPÚDIO:

 

 

AFRONTA À DEMOCRACIA, AO ESTADO DE DIREITO, À ORDEM PÚBLICA, À SOCIEDADE PAULISTA E À FAMÍLIA POLICIAL MILITAR.

Repudiamos o comportamento do Deputado Estadual João Paulo Rillo, do Partido dos Trabalhadores, que agrediu violentamente, sem qualquer justificativa, um policial militar que buscava manter a ordem e garantir a segurança de todos os presentes na Assembleia Legislativa, na noite desta terça-feira (3), próxima passada.

O Policial Militar em questão, devidamente fardado, identificado e lotado oficialmente no efetivo de nossa casa de leis, é o Subtenente Marcelo de Carvalho Pina, que conta com 30 anos de relevantes serviços prestados ao Povo de São Paulo.

A atitude destemperada, desproporcional e covarde do deputado - que se escuda atrás de sua imunidade parlamentar - afrontou a sociedade brasileira, pois o homem fardado que ali se encontrava em serviço simboliza os mais elevados valores do Estado Democrático de Direito, pois que o império da lei e a preservação da ordem pública se caracterizam nos principais estereótipos de uma democracia, aspiração permanente de qualquer sociedade minimamente civilizada.

As imagens da agressão incomodam todas as pessoas de bem que defendem a liberdade e os direitos fundamentais de qualquer cidadão, pois sugerem que atitudes truculentas, uma vez tomadas por aquele que deveria agir para fazer escola do bom relacionamento e costumes, age pelo contrário, pela desordem pela desumanidade...

Em contraste, o policial militar buscava acalmar os ânimos, com muita tranquilidade e agia com serenidade diante da hostilidade dos manifestantes e do próprio parlamentar. As imagens divulgadas pela imprensa para todo o país mostraram exatamente essa circunstância. 

O Policial Militar - fiel a todos os Valores da Instituição Policial Militar - atuou com preparo, sobriedade e profissionalismo, não se deixando levar pela provocação e pela situação adversa, cometida exatamente por quem defendia.

A Sociedade Paulista e a Família Policial esperam que as medidas regimentais sejam rigorosamente observadas, além daquelas de responsabilidade penal, diante desta lamentável violação aos direitos, prerrogativas e fundamentos, que se subsumem na própria existência da democrática casa de leis, onde os fatos ocorreram.

Cel PM Flammarion Ruiz

Assessor Institucional da AOPM/SP

 

07.06.2016

Enxugando a folha: Governo do Rio anuncia hoje reforma administrativa

O governador em exercício, Francisco Dornelles, anuncia, nesta terça-feira (7), as medidas que serão adotadas para enxugamento da máquina pública e reforma administrativa.

Até o momento, fala-se na extinção de dez secretarias, e o corte linear de 30% nos salários de todos os cargos.

Fonte: Extra

Que essa reforma não prejudique o funcionalismo público - ativos, inativos e pensionistas - uma vez que a categoria já está prejudicada desde que não consegue receber seus vencimentos em dia.  

 

07.06.2016

Duas novas viaturas são entregues ao Corpo de Bombeiros do Rio

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) recebeu duas novas plataformas Auto Escada Mecânica (AEM). Os equipamentos, que serão utilizados no resgate, combate e prevenção de incêndios, são articulados com alcance de 42 metros. As viaturas contam com cesto de resgate com capacidade para 400 kg, além de esguicho de canhão controlado tanto pelo cesto de resgate quanto pela base de operação, proporcionando maior segurança e qualidade no trabalho dos bombeiros militares.

As novas plataformas foram entregues aos quartéis de Copacabana (17°GBM) e Niterói (3°GBM). Para o Coronel Eric Soledad, Comandante do quartel de Copacabana, a utilização da viatura AEM é fundamental para a eficácia no combate de labaredas. 

- Com a Auto Escada Mecânica, é possível atuar diretamente nos focos de incêndio, sem contar que os militares são preservados física e ergonomicamente, devido a acessibilidade que este tipo de viatura proporciona - explicou.

- A nova plataforma mecânica recebida pelo quartel de Niterói é mais compacta e tem inúmeras funcionalidades, podendo acessar ruas mais estreitas e diminuir o tempo-resposta nos atendimentos - disse o Tenente-Coronel Albert Luci de Andrade, Comandante do 3º GBM. 

Fonte: CBMERJ

A aquisição das novas viaturas representa um ganho considerável em qualidade de atendimento. Porém, os avanços na estrutura física devem vir acompanhados com a permanente capacitação do efetivo.

 

03.06.2016

Pelo 4º mês seguido, Governo do RS parcela salários de servidores; No RJ, pagamento ainda é uma incógnita

O Governo do Rio Grande do Sul vai parcelar o salário do funcionalismo estadual pelo quarto mês consecutivo. A medida atinge somente funcionários ligados ao Poder Executivo, ativos, inativos e pensionistas, bem como os que trabalham nas autarquias que dependem de recursos do Tesouro. Segundo a Secretaria da Fazenda, a expectativa é quitar o restante da folha de maio em mais quatro faixas. As demais parcelas serão creditadas nas contas até o dia 13 de junho. Desde 2015 o governo gaúcho encontra dificuldades para pagar o funcionalismo, e passou a parcelar os salários.

Fonte: G1.

Enquanto isso no Rio de Janeiro...

Visando reduzir gastos com a folha de pagamento, a Secretaria Estadual de Fazenda estuda a criação de um empréstimo compulsório sobre os salários de todos os funcionários – ativos e inativos – e prestadores de serviço. O dinheiro descontado – cerca de 10% do salário – iria para um fundo administrado pelo próprio governo. Os valores seriam entregues aos servidores apenas quando as finanças do Estado estivessem equilibradas. Vale ressaltar que o compulsório apenas amenizaria o problema. Com salários de servidores e comissionados, o Governo gasta R$ 36,5 bilhões por ano - uma economia de 10% representaria um corte de R$ 3,6 bilhões. O déficit do estado - a diferença entre o dinheiro que entra e o que sai - chega a R$ 18 bilhões anuais.

Fonte: Informe do Dia/Fernando Molica.

Sr. Governador, não coloque em prática essa ideia estapafúrdia e covarde. Já não basta o estresse constante a que têm sido submetidos os servidores com atrasos e parcelamentos de salários?

 

02.06.2016

Operação Segurança Presente reforça patrulhamento no Centro do Rio em julho

A partir do dia 2 de julho, a Operação Segurança Presente, que ultrapassou a marca de 100 capturas de foragidos da Justiça e mais de 1,4 mil prisões realizadas no Aterro do Flamengo, na Lagoa Rodrigo de Freitas e no Méier, prepara-se para monitorar mais uma região da cidade, o Centro do Rio.

Graças à parceria da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, com a Fecomércio-RJ e a Prefeitura do Rio, 522 agentes (entre policiais militares e agentes civis) vão reforçar o patrulhamento nos principais corredores de comércio do Centro, incluindo a região revitalizada da Praça Mauá, Gamboa e Saúde.

A Operação Centro Presente terá cunho permanente e seguirá o mesmo modelo das ações já realizadas no Aterro, na Lagoa e no Méier, onde mais de 400 agentes reforçam o policiamento, diariamente, das 6h às 22h. A ação tem o objetivo de coibir roubos e furtos, consumo e comércio de drogas, e ainda promover o ordenamento urbano nestas áreas.

Além disso, também realiza ações sociais como o acolhimento de pessoas em situação de vulnerabilidade. Desde que foi iniciada a Operação Segurança Presente, foram realizados 375 acolhimentos aos moradores de rua, em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.

As Operações Segurança Presente foram inspiradas na bem-sucedida Lapa Presente, que começou a atuar em janeiro de 2014 e já prendeu 4.895 pessoas e cumpriu 554 mandados de prisão. De acordo com o Secretário Paulo César Melo, existem mais de 10 áreas com pedidos para que a Operação se estenda para outros bairros da cidade. Segundo ele, entre as opções para uma próxima etapa estão Copacabana e Barra da Tijuca.

Centro Presente

A Operação Centro Presente prevê investimento anual de R$ 47 milhões, que compreende o pagamento do salário das equipes e despesas operacionais, como uniformes, materiais e combustível. O custo será dividido entre a Prefeitura do Rio e a Fecomércio RJ, que já possui parceria com o Governo do Estado no Aterro Presente, Lagoa Presente e Méier Presente. As equipes são formadas por policiais militares da ativa e da reserva e agentes civis egressos das Forças Armadas.

As equipes também utilizarão câmeras para filmar as abordagens e serão monitoradas por GPS, como já acontece nas demais operações Segurança Presente, dando mais credibilidade às ações. Além disso, os policiais usarão, preferencialmente, equipamentos de menor potencial ofensivo, como armas de choque e sprayde pimenta. A operação funcionará das 6h às 22h, de segunda a sábado, e das 7h às 18h, aos domingos e feriados.  Ao todo, terá 66 bicicletas, 24 motos e 15 viaturas (carros e vans), divididos em três áreas, em uma região revitalizada pela Prefeitura do Rio.

Em todas as áreas, o patrulhamento a pé, de bicicleta e de moto será feito em trios, formado por dois policiais militares e um agente civil. As rondas em viaturas serão realizadas por duplas.

A ação conta com a participação de diversos órgãos: Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Polícia Militar, Polícia Civil, Comando Militar do Leste, Secretaria Executiva de Coordenação de Governo da Prefeitura, Guarda Municipal, secretarias municipais de Ordem Pública, de Desenvolvimento Social, de Conservação, de Transportes e Comlurb.

Fonte: Governo do Estado


Operação Méier Presente (Foto/Governo do RJ)

 

02/06/2016

Corpo de Bombeiros inaugura Policlínica em Campinho

Visando melhorar a prestação de seus serviços, o Corpo de Bombeiros, em parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro, inaugurou a nova Policlínica de Campinho. O evento aconteceu na última terça-feira (31).

Com uma área superior a 1000 m², a unidade de três pavimentos conta com consultórios médicos e de odontologia; sala de fisioterapia; sala de imagem, raios X e ultrassonografia; sala de estabilização, de esterilização e de expurgos; além de farmácia, vestiários e dependências administrativas. A obra utilizou o espaço da antiga policlínica para empreendimentos da cidade. O custo total em construção foi de R$ 4.426.143,01. 

De acordo com o Secretário de Estado de Defesa Civil e Comandante-Geral dos Bombeiros, Coronel Ronaldo Alcântara, a nova policlínica permitirá que os militares e seus dependentes possam ser atendidos com mais qualidade e conforto “o espaço é bem amplo e a expectativa é que a oferta de serviços de saúde seja ampliada” explicou.

Fonte: CBMERJ

 

01/06/2016

CNCG e FENEME se reúnem com presidente da Comissão de Segurança Pública para debater projetos de interesse dos militares estaduais

No dia 10 de maio passado as Diretorias do Conselho Nacional de Comandantes-Gerais (CNCG) e FENEME recepcionaram o Deputado Federal Alexandre Baldy, atual Presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO) da Câmara dos Deputados.

Na ocasião, os dirigentes das Entidades Nacionais se dispuseram a colaborar de forma qualificada a despeito das principais proposições de interesse das Instituições Militares em tramitação no âmbito da CSPCCO, especialmente àquelas que irão trazer maior eficiência aos trabalhos das polícias e benefícios à sociedade. 

Também foram debatidos outros temas relevantes da segurança pública no Congresso Nacional, contando com a participação e contribuição do Coronel Bianchini - Presidente do CNCG -, do Coronel Alves - Comandante Geral da PMGO -, do Coronel Nunes - Comandante Geral da PMDF -, do Coronel BM Nolasco - representante do CBMGO -, do Coronel Miler - Diretor de Assuntos Legislativos da FENEME -, do Tenente-Coronel Gouveia - PMDF e Assessor Institucional e de Assuntos Legislativos do CNCG -, dentre outros assessores das respectivas Entidades Nacionais e Instituições Militares Estaduais presentes.

Fonte: FENEME

 

01/06/2016

Aprovado projeto que confere o direito dos militares estaduais para o desempenho de mandato associativo

Aprovado na Comissão de Segurança Pública e combate ao crime organizado o Projeto de Lei nº 583/15  que confere o direito de disponibilidade dos militares estaduais para o desempenho de mandato associativo, cujo relator foi o Deputado Alberto Fraga do Distrito Federal (DF).

O PL 583/15 é de autoria do Deputado Major Olimpio e confere o direito de disponibilidade exclusiva para o desempenho de mandato associativo aos representantes das entidades de militares dos Estados e do DF. O projeto prevê ainda o direito do desconto em folha das contribuições dos associados que assim preferirem, com vistas a dar maior autonomia para as associações que hoje se vêm vinculadas a subjetividade de autorização das respectivas instituições para esse desconto, bem como autorização para desconto em folha de empréstimo consignados aos militares dos estados e do DF.

O projeto tramitará ainda pela comissão de trabalho, administração e serviço público e pela comissão de constituição e justiça e de cidadania, e se aprovado nessas comissões irá diretamente para apreciação do senado federal.

Fonte: FENEME

 

31.05.2016  

O que fazer em caso de furto, roubo ou perda de documentos pessoais?

A Associação de Oficiais Militares Estaduais repassa as informações abaixo para que todos tenham alguma ideia das providências a serem tomadas em caso de furto, roubo ou perda de documentos pessoais.

Leiam:

"Fui abordada por um indivíduo na rua, que levou a minha bolsa com todos os documentos (até hoje não apareceram), cancelei todos os cartões, abri um boletim de ocorrência, fiz tudo o que manda um figurino nessa situação, mas não foi o suficiente.

Semana passada fui tentar um crédito numa loja e fui surpreendida com uma notícia, que meu nome estava com muitas restrições. Fui ao SPC e SERASA imediatamente para verificar e realmente meu nome está completamente sujo.

Os camaradas abriram conta, usaram limites e fizeram cartão de crédito em vários bancos em Estados diferentes, pegaram empréstimos em várias financeiras, compraram através de crediário no Ponto Frio, Lojas Renner... isso tudo 5 dias após o assalto. Imaginem, agora estou tendo uma dor de cabeça e uma trabalheira para conseguir limpar meu nome.

Mas o que quero atentar, é para o ITEM 6. Assim como o advogado relata, eu também nunca tinha ouvido falar disso. Então não fiz o alerta nos órgãos de crédito, que, aliás, o principal responsável por essa orientação é a Polícia no momento que registramos o Boletim de Ocorrência. A partir de orientações do SPC e SERASA, fiz o alerta agora, pois depois de conseguir limpar meu nome, como os bandidos ainda estão com meus documentos, podem tentar novas fraudes.

POR FAVOR, REPASSEM ESTAS INFORMAÇÕES PARA QUE OUTRAS PESSOAS NÃO TENHAM A DOR DE CABEÇA QUE ESTOU TENDO AGORA.

1. Não assine a parte de trás de seus cartões de crédito. Ao invés, escreva 'SOLICITAR RG';

2. Ponha seu número de telefone de trabalho ou seu celular em seus cheques em vez de seu telefone de casa, e use seu endereço de trabalho;

3. Tire cópia de todo o conteúdo de tua carteira; documentos, cartões de crédito, fotos, etc. Você saberá o que você tinha em sua carteira e todos os números de conta e números de telefone para chamar e cancelar. Mantenha a fotocópia em um lugar seguro. Também leve uma fotocópia de seu passaporte quando for viajar para o exterior. Em uma semana, os ladrões ordenaram um caro pacote de telefone celular, aplicaram para um cartão de crédito VISA, tiveram uma linha de crédito aprovada para comprar um computador, dirigiram com minha carteira e outras coisas mais;

4. Nós fomos informados que nós deveríamos cancelar nossos cartões de crédito imediatamente. Mas a chave é ter os números de telefone gratuitos e os números de cartões à mão, assim você sabe quem chamar. Portanto, mantenha estes onde você os possa achar;

5. Abra um Boletim Policial de Ocorrência imediatamente na jurisdição onde seus cartões de crédito foram roubados. Isto prova aos credores que você tomou ações imediatas e este é um primeiro passo para uma investigação (se houver uma);

Mas aqui está o que é talvez mais importante que tudo:

6. Chame imediatamente o SERVIÇO DE PROTEÇÃO AO CRÉDITO - SPC (11-3244-3030) e SERASA (11 33737272) e outros órgãos de crédito se houver para pedir que seja colocado um alerta de fraude em seu nome e número de CPF. Eu nunca tinha ouvido falar disto até que fui avisado por um banco que me chamou para confirmar sobre uma aplicação para empréstimo que havia sido feita pela Internet em meu nome. O alerta serve para que qualquer empresa que confira seu crédito saiba que sua informação foi roubada, e eles têm que contatar você por telefone antes que o crédito seja aprovado.

Quando fui aconselhado a fazer isto (quase duas semanas depois do roubo), todo o dano já havia sido feito. Há registros de todos os cheques usados para compras pelos ladrões, mas nenhum depois que coloquei o alerta. Desde então, nenhum dano adicional foi feito, e os ladrões jogaram fora minha carteira. Esta ação parece ter feito eles desistirem.

Nós passamos para frente muitas piadas pela Internet... Mas se você estiver disposto a passar esta informação, realmente poderá ajudar alguém com quem você se preocupe".

 

31.05.2016

O chefe do bando (Editorial do Estadão)

O chefe do bando

É melancólico o fim que se anuncia da carreira política de um líder que foi capaz de vender a ilusão de que poderia mudar para melhor o Brasil. O carisma e a habilidade de Luiz Inácio Lula da Silva como líder populista não podem ser subestimados, mas a política costuma ser implacável com quem passa dos limites na tola pretensão de colocar-se acima do Bem e do Mal e atribuir-se onipotência divina. A soberba de Lula resultou na falência política, econômica e moral do País, responsabilidade que não pode ser jogada integralmente nos ombros débeis daquela que foi colocada na Presidência da República para satisfazer a vontade de seu mentor. Dilma Rousseff, condenada ao desapreço dos brasileiros, já paga um alto preço por sua incompetência. Chegou a vez de Lula, o grande responsável pela nefasta "era petista", prestar contas de seus atos.

Nos últimos dias, as notícias relacionadas às investigações sobre a corrupção na gestão pública, para a qual o "pragmatismo" de Lula escancarou as portas do governo, não fizeram mais do que revelar aquilo que já era esperado nessa fase das apurações. Essas investigações exigem especial cuidado por causa de suas inevitáveis implicações políticas e conseqüente repercussão na opinião pública. É o que justifica o nome de Lula ter aparecido oficialmente como investigado apenas agora.

A amplitude e a profundidade da corrupção revelada no governo em dois anos de trabalho árduo e minucioso realizado pela Polícia Federal (PF) e pelo Ministério Público Federal (MPF) levaram desde logo a uma questão óbvia: é possível que todo esse mar de lama tenha inundado o governo sem a participação efetiva ou ao menos a cumplicidade tácita dos mais altos mandatários? A resposta mais do que evidente é não. Por isso, a maioria dos brasileiros jamais se iludiu a respeito. E a delação do ex-líder do governo no Senado Delcídio Amaral reafirma essa evidência, ao acusar diretamente Dilma e Lula, entre outras coisas, de tentar criar obstáculos às investigações.

Apenas a paixão política e os interesses contrariados, portanto, podem motivar a contestação do trabalho que vem sendo executado pela PF, pelo MPF e pelo Poder Judiciário para pôr termo à impunidade dos poderosos, tornando finalmente realidade entre nós o princípio democrático de que todos são iguais perante a lei.

A partir do instante em que Lula irresponsavelmente convoca a reação das ruas contra a Lava Jato e o que ela significa, é importante lembrar que o ex-presidente entra nessa história na condição de poderoso e não de fraco e oprimido perseguido injustamente pelos malvados inimigos do povo. Lula está com a polícia em seus calcanhares não porque é um nordestino que nasceu na pobreza e subiu na vida. Lula está nessa triste situação porque deixou que o poder lhe subisse à cabeça, deslumbrou-se com a veneração da massa, com o protagonismo político e com a vassalagem interessada de políticos medíocres, intelectuais ingênuos ou vaidosos e, principalmente, com a bajulação de homens de negócio gananciosos.

Ao longo de toda sua vida pública, mas principalmente depois que se tornou presidente da República, Lula deu reiteradas demonstrações de tolerância com desvios de conduta em seu governo e de certas vacilações de caráter. O Mensalão é o maior exemplo disso. Declarou-se "traído" e pediu "desculpas" ao País. Não demorou muito para que se constatasse ser isso mais um de seus jogos de cena para enganar os incautos. Passado o efeito desejado, Lula afirmou que o Mensalão era "uma farsa" que ele se dedicaria a desmascarar tão logo deixasse o poder. E a essa altura o Petrolão já abastecia as algibeiras da tigrada.

A Operação Aletheia, que levou Lula a depor à PF, tem na mira "organização criminosa infiltrada dentro do governo federal que se utilizava da Petrobrás e de outras empresas para financiamento político e também para apropriação pessoal". Essa "organização criminosa", segundo o procurador Carlos Fernando Santos Lima, "certamente tem um comando". Todo o Brasil sabe quem ocupa o posto.

Fonte: Editorial/ O Estado de S.Paulo

 

30.05.2016

Câmara aprova carga horária máxima para Policiais e Bombeiros Militares

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado aprovou, com emenda supressiva, proposta que assegura a policiais militares e bombeiros militares dos estados e do Distrito Federal carga horária máxima de trabalho de 120 horas mensais e remuneração em dobro em feriados trabalhados.

O texto aprovado é o do Projeto de Lei 2106/15, do deputado Capitão Augusto (PR-SP), que altera a Lei de Reorganização da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar (Decreto-Lei 667/69).

O projeto, que já foi aprovado pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público, tramita emcaráter conclusivo e ainda será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Câmara Notícias 

 

24.05.2016

Governador pede que  população apoie Polícia Militar

O governador em exercício, Francisco Dornelles, pediu que a população apoie mais o trabalho da Polícia Militar e reforçou o discurso do secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, de que, às vezes, os agentes devem ter reações duras. Em entrevista à ‘Rádio Globo’, Dornelles declarou:

“Cada vez que a polícia vai exercer o seu status policial, existe uma reação muito grande contra a polícia. Nós precisamos prestigiar a polícia, nós precisamos dar força a polícia, nós precisamos dar mais força ao secretário Beltrame e vender para a sociedade a ideia que polícia na rua não é para distribuir água benta, ela tem que proceder, saber as normas, não pode exagerar, não pode praticar violência onde a violência não é necessária, mas tem que ter uma atitude muito dura, todas as vezes que for necessária”, afirmou o governador.

Sobre os comentários da possível saída de Beltrame do cargo após os Jogos Olímpicos no Rio, que acontecem daqui a 73 dias, Dornelles respondeu: “Eu farei tudo que estiver ao meu alcance para que ele fique à frente da Secretaria de Segurança do Estado. Tudo, porque ele é um homem sério, competente, trabalhador. O Homem é um símbolo da segurança do Rio.”

Na última semana, Beltrame acusou alguns policiais de ‘fazerem corpo mole’ ao justificar o aumento da violência no estado e gerou mal-estar na tropa. Dornelles acrescentou ainda que está colocando em dia as gratificações dos policiais para motivar a tropa. “Nós estamos fazendo um esforço, inclusive você pode até conferir com eles, que estamos pagando todas as gratificações que estavam atrasadas, estamos botando em dia. (Vamos) Fazer esforço para que eles recebam mensalmente essa gratificação.”

Fonte: O Dia

 

23.05.2016

Quartel Central dos Bombeiros comemora 108 anos

Na manhã desta segunda-feira (23), o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ), coronel Ronaldo Alcântara, conduziu a cerimônia de comemoração do 108º aniversário do Quartel Central. Na ocasião, também estavam presentes o subcomandante-geral e chefe do Estado-Maior, coronel Roberto Robadey, e o subsecretário da Sedec, coronel Eduardo Saraiva, além de oficiais e praças da corporação.

Durante a solenidade, houve apresentação da Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros e fogos comemorativos lançados da torre de exercícios, além de uma pequena cerimônia religiosa realizada pelos capelães da corporação

O projeto do Quartel Central do Comando-Geral foi idealizado pelo então comandante da corporação, o General Souza Aguiar, e a construção aconteceu entre os anos de 1903 e 1908. A unidade - que é a mais antiga de todo o Brasil - já se tornou parte da cultura arquitetônica do Centro do Rio de Janeiro. 

Diariamente, o Casarão Vermelho do CBMERJ recebe visitantes interessados em conhecer o interior do quartel que abriga os heróis do fogo, que garantem a segurança da população da região central da cidade e de outros bairros do entorno.

Fonte: CBMERJ

 

20.05.2016

Vacinação contra o vírus H1N1 termina hoje no Estado do Rio

Chega ao fim hoje a vacinação contra o vírus da H1N1, que está em vigor no Estado do Rio desde o dia 25 de abril. Segundo o governo estadual, a campanha deve alcançar a meta estipulada pelo Ministério da Saúde, de imunizar 80% das pessoas pertencentes aos grupos prioritários — gestantes, crianças com idades entre seis meses e cinco anos, pacientes renais crônicos, mulheres com até 45 dias após o parto, idosos com idade a partir de 60 anos, indígenas e profissionais de saúde.

Em nota, o secretário de Saúde, Luiz Antônio Teixeira Jr., destacou a importância de os grupos prioritários compreenderem a necessidade de se proteger. E lembrou que a vacina imuniza contra os três subtipos de vírus da gripe mais comuns no inverno: A/H1N1, A/H3N2 e Influenza B.

Cerca de 4 milhões de fluminenses estão incluídos nos grupos prioritários. Em todos os 92 municípios do estado, 3 mil postos de saúde disponibilizam a vacina. Segundo o Ministério da Saúde, 35,4 milhões de pessoas já foram vacinadas.

Fonte: O Dia

 

20.05.2016

Sem RAS, segurança dos Jogos Olímpicos segue indefinida

A menos de três meses do início da disputa dos Jogos Olímpicos do Rio, a Secretaria da Casa Civil ainda não sabe se terá em caixa os R$ 42 milhões para pagar o Adicional de Serviço (RAS) para Policiais Militares e Civis. A falta desse investimento pode comprometer o plano de segurança do maior evento esportivo do planeta.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

20.05.2016

Quem tem 207 anos, PMDF ou PMERJ?

Amigos da PMDF, PMEG, PMRJ E PMERJ,

A PMERJ não comemorou 207 anos de existência, tendo em vista ser a legítima e única herdeira da tradição e do legado histórico da Divisão Militar da Guarda Real de Polícia da Corte (DMGRPC), fundada em 13 de maio de 1809 pelo príncipe regente Dom João VI, mais tarde primeiro Imperador do Brasil.

A PMDF pratica estelionato histórico e se apropria das nossas tradições quando afirma no seu site oficial que comemorou no dia 13 de maio de 2016, 207 anos de existência!!!, embora tenha sido criada a partir da data da fundação de Brasília, em 21 de abril de 1960. 

Com a palavra as autoridades, o Centro Histórico da PMERJ, Museu, etc!!

Não deixem de abrir o anexo colacionado neste e-mail!

Ten Cel PMERJ RR Paulo fontes (Associado)

PMDF X PMERJ - Clique aqui

 

19.05.2016

Espadim de Tiradentes, cadê?

Cadê o Espadim de Tiradentes?

Por Paulo Fontes*

13 de maio de 2016: Dia da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

Entrega do Espadim de Tiradentes 2016?

Em 1956, o Presidente da República Juscelino Kubitscheck de Oliveira expediu um decreto criando o Espadim de Tiradentes a ser entregue solenemente no dia aniversário da Polícia Militar, fundada em 13 de maio de 1809, pelo príncipe Regente Dom João, com o nome de DIVISÃO MILITAR DA GUARDA REAL DE POLÍCIA DA CORTE.

O nome do espadim é uma honraria ao Proto Mártir da Independência e líder da Inconfidência Mineira, o Alferes de Cavalaria Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, patrono cívico da nação brasileira e das Polícias Militares do Brasil.

Quando o Distrito Federal era situado no Rio de Janeiro, o próprio Presidente da República fazia a entrega solene do Espadim ao Cadete primeiro colocado, em dia de festa, com familiares presentes e desfile em continência às autoridades.

Com a mudança da capital para Brasília, a entrega passou a ser feita pelo Governador do Estado com a mesma pompa, o garbo e as formalidades que cabem numa solenidade militar.

Durante a formatura os cadetes juravam sob a bandeira com o braço em riste: RECEBO O ESPADIM DE TIRADENTES, SÍMBOLO DE IDEALISMO E DESTEMOR!

Mas hoje esse grito não ecoou na Fazenda dos Afonsos porquanto em 2015 não houve concurso público para ingresso de Cadetes na Academia Policial Militar Dom João VI. Eis que então temos uma Academia sem o 1º ANO, e o 2º e 3º anos sem calouros, mais parecendo uma "LOUCADEMIA DE POLÍCIA"!

Quem foi o responsável por isso?

Qual será o custo dessa "louca decisão"  para a instituição e para a sociedade?

É MAIS UMA TRADIÇÃO, UM LEGADO HISTÓRICO QUE OS PÓSTEROS HERDARAM DOS ANTEPASSADOS, QUE FICA ESQUECIDO NUM CANTO, VARRIDO PARA DEBAIXO DO TAPETE, SEM QUE DESSA VEZ POSSAMOS ACUSAR NINGUÉM: NÓS MESMOS, EM PROCESSO AGUDO DE AUTOFAGIA E ENTROPIA, SOMOS OS RESPONSÁVEIS!

Paulo Fontes é Tenente-Coronel da PMERJ RR e Sócio da AME/RJ

 

19.05.2016

Mobilização urgente – Composição das Comissões Permanentes da Câmara dos Deputados

Aos Associados interessados, repassamos abaixo o e-mail da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME):

“Prezados Dirigentes da FENEME e demais Oficiais,

Considerando que hoje as comissões permanentes da Câmara dos Deputados estão sendo instaladas e compostas, solicitamos urgentemente o empenho de todos e de cada um, no sentido de que seja efetuado contato com os parlamentares (Deputados Federais) de cada Estado e do Distrito Federal (telefone, pessoalmente, etc) para que o líder partidário indique o seu nome para compor as comissões abaixo que são de nosso interesse:

1- Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania - CCJC;

2- Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado - CSPCCO;

3- Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional - CREDN.

Anexo, estamos enviando a composição das comissões com as vagas e partidos em aberto para que sejam então preenchidas conforme nosso interesse, bem como abaixo encaminhamos links para acessar e-mail dos parlamentares com seus respectivos estados.

Solicitamos que os parlamentares indicados estejam alinhados com as causas dos militares estaduais e do DF e das nossas instituições.

Finalmente solicitamos que nos informem (o mais breve possível) quais foram os contatos efetuados e quais os retornos obtidos para nosso controle aqui no Congresso Nacional.

Aguardando retorno urgente,

A Diretoria da FENEME”.

COMPOSIÇÃO DAS COMISSÕES (LISTA) – Clique aqui

 

18.05.2016

Rioprevidência: Servidor poderá ter que contribuir mais para se aposentar cedo

Os servidores públicos que se aposentarem mais cedo poderão ter que contribuir mais para o Rioprevidência do que os funcionários públicos que ingressarem para a inatividade mais tarde. A declaração foi do governador em exercício do Rio, Francisco Dornelles, ontem (17), no Fórum Nacional de Desenvolvimento Econômico Social, que aconteceu no BNDES.

O governador destacou que é importante adotar alguma medida que possibilite honrar os pagamentos das aposentadorias e pensões. “Cheguei a pensar, embora tenha dificuldade nos campos jurídico e financeiro, de estabelecer mecanismo de que, se a pessoa se aposentasse antes dos 40 anos, teria contribuição para a previdência de 4x. Se aposentasse entre 50 e 60 anos, 3x e quem se aposentasse entre 60 e 70 anos, contribuiria com 2x. Quem optasse pela aposentadoria mais cedo pagaria uma contribuição maior. Isso tem problemas jurídicos, mas que pode ser explorado. É necessário enfrentar a situação financeira dos estados”, disse.

Advogado especialista em Administração Pública, André Viz informou que qualquer alteração terá que respeitar fielmente a Constituição: “É necessário que a legislação seja aprofundada e que a Carta Magna seja respeitada”.

Fonte: O Dia/Coluna do Servidor

 

18.05.2016 

Pagamento do Regime Adicional de Serviço (RAS) de dezembro será quitado

A Secretaria estadual de Fazenda confirmou, ontem (17), o repasse de R$ 10 milhões para o pagamento do Regime Adicional de Serviço (RAS) de policiais militares e civis, e agentes penitenciários. O valor debitado nas contas dos servidores é relativo a dezembro de 2015. A dívida do governo agora vai de janeiro a abril. Os técnicos da secretaria não incluíram os bombeiros entre os beneficiados . 

O RAS, tido como “bico oficial” entre os servidores, é uma das reclamações dos trabalhadores da Segurança Pública. Além do adicional, o governo ainda deve meses do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis) a policiais militares.

Fonte: Extra

 

18.05.2016

Pesquisadores brasileiros testam remédio contra dengue, zika e chikungunya

Um grupo de pesquisadores brasileiros afirma ter descoberto um medicamento antiviral capaz de combater dengue, zika e chikungunya. A fórmula, composta por três substâncias, contém quercetina, um componente encontrado em frutas e verduras, além de antialérgico. O terceiro componente antiviral permanece sob sigilo. Hoje a única forma de prevenir essas doenças é eliminando o mosquito vetor, o Aedes aegypti.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

17.05.2016

Presidente do Rioprevidência prevê 5 anos de sufoco para pagar seus beneficiários

O Presidente do Rioprevidência, Gustavo Barbosa,  garante ter esgotado todas as possibilidades de cortar gastos e aumentar receitas do fundo. Segundo ele, o cenário, que hoje já é assustador, tende a continuar assim por, no mínimo, cinco anos.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

17.05.2016

Atividades  da FENEME/Brasília (09/05 a 13/05)

Segue, em anexo, Boletim "NOTÍCIAS DE BRASÍLIA", produzido pela Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME), com fatos relevantes aos militares estaduais e à segurança pública, no período de 09 a 13 de maio do corrente ano, registrados na Câmara dos Deputados, Senado Federal e Poderes Judiciário e Executivo federais e da própria Federação.

Clique aqui e veja o documento na íntegra

 

 

207 ANOS - ANIVERSÁRIO DA POLÍCIA MILITAR DO RIO DE JANEIRO

Não é todo dia que uma instituição centenária completa mais um ano de vida, vencendo desafios.O Rio de Janeiro tem a melhor Polícia Militar do país, e que está, mais do que nunca, pronta para o enfrentamento.

12.05.2016

CBMERJ doa cestas básicas e medicamentos aos inativos e pensionistas da corporação


Montagem das cestas básicas. Foto: CBMERJ 

Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro faz doação de cestas básicas e kits medicamentos aos inativos e pensionistas que solicitaram apoio à corporação

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, por meio da Diretoria de Assistência Social (DAS), promoveu, recentemente, a doação de cestas básicas e kits de medicamentos aos inativos e pensionistas da corporação. O objetivo foi dar a devida assistência à categoria em função do atraso salarial ocorrido no mês de abril.

Durante a entrega das cestas e kits, foi possível perceber que o auxílio dado pela corporação foi muito importante para ajudar os militares inativos e pensionistas a superar esse momento de dificuldade - testemunhou o Coronel Ricardo Macedo - Diretor da DAS - que parabenizou o comando da instituição pela iniciativa.

Dezesseis pólos da DAS foram disponibilizados para acolhimento e análise de demandas do grupo, conforme nota publicada em boletim interno no dia 19 de abril. De acordo com os atendimentos e as necessidades expostas, o CBMERJ disponibilizou um montante de 114 cestas básicas e 20 kits medicamentos, totalizando um auxílio de R$ 13.810,00.

Sendo a DAS um órgão de direção setorial com a missão de prestar atendimento aos militares ativos e inativos, pensionistas e dependentes, nada mais justo que a corporação disponibilizar este serviço para o atendimento à categoria (inativos e pensionistas) em face às eventuais consequências desse difícil momento econômico – afirmou o Coronel Ronaldo Alcântara.

Fonte: Site do CBMERJ

Mais uma iniciativa louvável do nosso Corpo de Bombeiros. A DAS e seus integrantes, que Deus continue abençoando esse lindo trabalho de amor e dedicação ao próximo.

 


NOTA DE PESAR – CEL PM GEOVANNI FREDERICO ROSSI (ASSOCIADO)

Cumprimos o doloroso dever de informar o falecimento do nosso amigo e sócio CORONEL PM GEOVANNI FREDERICO ROSSI. O velório será nesta terça-feira (10/05), na capela 8 do Cemitério Memorial do Carmo – Caju, a partir das 8h. A cremação será às 15h.

Nossas condolências à família e amigos

Diretoria

 

06.05.2016

Homenagem da AME/RJ à todas as mães

Mãe é pilar seguro, colo de amor incondicional, sorriso e palavra que acalmam e orientam. Para todas as mães, que na Terra representam o milagre da criação, que geram com o seu ventre e amam com o coração, a Associação de Oficiais Militares Estaduais deseja uma excelente dia na data que por excelência as celebra: o Dia das Mães.

06.05.2016 

Previdência dos militares estaduais e do DF - O que fazer diante das mudanças que virão

Por Ten Cel PMSC Marcello Martinez Hipólito

A crise fiscal dos governos, tanto nacionais quanto estrangeiros, tem levado-os a promover uma série de reformas de maneira a buscar um equilíbrio entre receitas e despesas públicas. Essas reformas, em geral, têm focado principalmente na previdência social, pois dez em cada dez economistas a ela imputam grande parte da crise fiscal dos governos, e o Brasil não é diferente.

Desde o governo Fernando Henrique Cardoso a Constituição Federal passou por uma série de reformas buscando conter o aumento das despesas com inativos, uma vez que historicamente os governos não promoveram a formação de fundos decorrentes dos descontos dos salários dos servidores públicos. Mas os militares estaduais alinhados com os das Forças Armadas, até um passado recente, foram preservados.

Ocorre que com o agravamento da crise fiscal, principalmente a partir do governo da atual Presidente, os governos estaduais, articulados em torno do CONAPREVI – Conselho Nacional de Previdência, colegiado que reúne todos os presidentes de previdências estaduais, começaram a avançar sobre os militares dos estados, colocando-os na maioria dos casos nas mesmas regras dos servidores públicos, tal como se deu em Santa Catarina, com a promulgação da Lei Complementar 661 de 2015, que colocou os militares estaduais que ingressarão a partir deste ano no mesmo regime de previdência complementar dos servidores públicos, inclusive abolindo a denominada reserva remunerada e mesmo a reforma.

A crise fiscal (atual) e atuarial (futura) apresentada pelos economistas é de tamanha gravidade que não resta dúvida que todos serão atingidos, ativos e inativos, seja pelo aumento do tempo de contribuição, seja pela majoração da alíquota de desconto ou pela perda da paridade salarial, além de outras medidas.

Mas o preço que os militares estaduais arcarão dependerá em grande medida de sua capacidade de mobilização e de oferecer alternativas aos governos que possibilitem algum equilíbrio fiscal entre ativos e inativos, pois, enquanto categoria especial de agentes públicos, não podemos ter o mesmo tratamento que os servidores públicos, porque de longe não temos os mesmos direitos ou deveres constitucionais, tanto os fundamentais quanto os sociais.

E é em Brasília que nosso futuro será traçado, lançando grande responsabilidade neste momento de latentes ameaças aos direitos dos militares estaduais a Federação Nacional Entidades de Oficiais – FENEME, que tem sido e será nossa fortaleza nessa batalha, que com certeza será mais dura nos próximos dias, juntamente com as associações estaduais, que necessitarão como nunca do engajamento dos Oficiais, seja participando das articulações, seja integrando as agremiações de maneira a lhes fornecer a necessária e fundamental legitimidade federativa e associativa.

Fonte: FENEME

04.05.2016 

Posicionamento do Deputado Esperidião Amin sobre o PLP 257

A AME/RJ repassa abaixo, para conhecimento, o posicionamento do Deputado Federal Esperidião Amin sobre o PLP 257/2016. A matéria foi veiculada no jornal Valor Econômico de 07/04.

Relator de plano de auxílio a estados quer retirar exigência de contrapartidas

Terminou sem acordo reunião entre governo e o relator do projeto de lei complementar que trata de plano de auxílio aos Estados e Distrito Federal, o deputado federal Esperidião Amin (PP-SC). Amin afirmou que vai fazer um projeto substitutivo ao do governo e retirar as contrapartidas exigidas dos governos estaduais para viabilizar o alongamento das dívidas com a União e o desconto nas parcelas pelo prazo de dois anos.

Segundo Amin, as negociações entre as equipes técnicas da Câmara e do Ministério da Fazenda continuarão até que a proposta seja colocada em votação no plenário. "Na primeira brecha vou apresentar um projeto substitutivo. Minha posição é definitiva", disse Amin, afirmando que vai acatar destaque do PT que exclui as contrapartidas.

Para equipe econômica, a discussão continua aberta e o importante é construir uma proposta de "equilíbrio". Em reunião realizada ontem, técnicos da Fazenda tentaram mostrar que o alongamento da dívida sem contrapartidas não vai resolver o problema financeiro dos Estados. Poderá dar um alívio de curto prazo, mas ampliará o problema no longo prazo.

Para viabilizar a negociação, conforme explicado no encontro com Amin, o governo federal fará uma avaliação da capacidade de pagamento dos Estados para que os contratos aditivos possam ser assinados. Sem medidas de ajuste fiscal, dificilmente os governos estaduais conseguirão comprovar essa capacidade de pagamento e, portanto, não terão o prazo de pagamento das dívidas ampliado.

Preocupada com a possibilidade de o plano de auxílio aos Estados e DF ser aprovado pelo Congresso sem contrapartidas, a equipe da Fazenda passou a terça-feira fazendo contas para tentar salvar o máximo que pudesse do que havia sido negociado com os Estados.

"Não dá para empurrar o problema com a barriga [necessidade de ajuste dos Estados]. Se for avaliada a capacidade de pagamento, os Estados não conseguirão assinar os ativos", disse um secretário estadual de Fazenda.

O alongamento do prazo de pagamento das dívidas dos Estados com a União e o desconto nas parcelas por dois anos afetam diretamente o resultado primário do setor público consolidado. Pela proposta de alteração do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016 para reduzir a meta de superávit primário do governo central de R$ 24 bilhões para R$ 2,8 bilhões, os governos regionais poderão abater o efeito dessa negociação da meta fiscal, que para este ano é de R$ 6,6 bilhões.

 

03.05.2016

Missa em Ação de Graças - 31 anos do QOA/QOE

Caros (as) Associados (as):

Estão todos convidados a prestigiarem a Missa em Ação de Graças pelos 31 anos de formatura do QOA/QOE 12º e 31º Voluntários da Pátria, dia 14/05/2016, na capela da Irmandade Nossa Senhora das Dores, no Quartel General da PM.

 

02.05.2016

Mais poder para a PM

O procurador-geral de Justiça do Distrito Federal, Leonardo Bessa, vai comunicar o comando da Polícia Militar do DF de que a corporação está liberada a lavrar Termos Circunstanciados de Ocorrência, desde que estejam em questão crimes de menor potencial ofensivo, como contravenções penais, injúrias, brigas de vizinhos e ameaças de rua. A Polícia Rodoviária Federal também passa a desempenhar essa função.

Na prática, a medida, autorizada pelos procuradores que integram as câmaras revisoras de atuações na área criminal, dá a policiais militares e rodoviários o poder de ir além da abordagem inicial de suspeitos nas ruas.

O policial militar poderá interrogar e registrar esses crimes, sem passar por uma delegacia de Polícia Civil. Em comunicado interno, os promotores de Justiça foram orientados nesta semana a receber esses termos circunstanciados para embasar as ações penais.

Projeto piloto

O chefe do Ministério Público do DF, Leonardo Bessa, deve se reunir com o comando da Polícia Militar nos próximos dias para definir uma área piloto de atuação.

O argumento dos defensores da medida é de que apenas crimes sem desdobramentos investigativos, que não exijam, por exemplo, perícias técnicas, fiquem sob a responsabilidade de policiais militares. Seria uma forma de liberar delegados a se dedicarem a investigações de crimes mais graves, como latrocínios, homicídios, roubos e furtos.

Medida judicial

A recomendação do Ministério Público do DF provocou reação. O presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do DF (Sindepo), Benito Tiezzi, já acionou a assessoria jurídica da entidade para ingressar com uma ação que tenha efeito de suspender a medida.

O advogado do Sindepo, Juliano Costa Couto (foto), presidente da OAB-DF, vai cuidar do caso. De acordo com delegados, policiais militares não têm competência constitucional para atuar nessa seara.

A preocupação é que a investigação fique a cargo de instituições militares, sem um controle direto da Polícia Civil. A orientação do Sindepo é de que delegados autuem PMs por abuso de autoridade, sempre que lavrarem Termos Circunstanciados.

Fonte: Correio Braziliense

 

28.04.2016

Policiais mineiros prestam solidariedade aos militares inativos do Rio

Policiais Militares de Minas Gerais estão se mobilizando para ajudar militares aposentados do Rio de Janeiro, que estão sem receber suas aposentadorias. Alguns deles estão passando por dificuldades financeiras até para comprar alimentos.

Clique aqui para assistir ao vídeo

Um ato de desprendimento, carinho, e acima de tudo, fraternidadeParabéns aos policiais militares de Minas por essa nobre atitude.

 

26.04.2016

Vacinação contra H1N1 começou no Rio para grupos prioritários

Começou nesta segunda-feira (25) em todo o estado do Rio de Janeiro a vacinação contra a gripe para gestantes e crianças entre 6 meses e 5 anos, além de pacientes renais crônicos. A determinação da Secretaria Estadual de Saúde tem por objetivo antecipar, de forma preventiva, a imunização desses grupos que estão classificados como prioritários na Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe do Ministério da Saúde.

A campanha nacional tem início previsto para o próximo dia 30, quando a vacina estará disponível também para as demais populações alvos, como idosos a partir de 60 anos, mulheres até 45 dias após o parto, profissionais de saúde, além de outros doentes crônicos, presos e funcionários do sistema prisional.

Os principais sintomas da gripe H1N1 são febre, calafrios, tremores, dores de cabeça, dor de garganta e rouquidão, tosse seca, dor de garganta e coriza. O diagnóstico é feito por avaliação clínica e exame laboratorial. A transmissão acontece pelo contato com pessoas infectadas, ao tossir, espirrar ou falar. Pode ser transmitida ainda por meio indireto pelas mãos, após contato com superfícies contaminadas por secreções respiratórias.

Fonte: O Dia.

18.04.2016

AME/RJ prestigia competição de atletismo do IIB

No dia 05/04, a equipe do Instituto Ideal Brasil (IIB) recebeu a visita do Vice-Presidente Administrativo da AME/RJ, Coronel José Maria, durante a competição de Atletismo na qual participaram vários alunos-atletas do nosso Projeto NDA (Núcleo Desportivo de Atletismo), considerado pela Confederação Brasileira de Atletismo como um dos mais importantes projetos em inclusão social e desportivo na descoberta de talentos.

Na oportunidade, o Professor Ormandino Barcellos, Diretor de Esportes do IIB, agradeceu o apoio da AME/RJ, a quem classificou como uma "parceira muito importante" para o Instituto:

A parceria com a AME/RJ está nos proporciona não somente a inclusão por meio do desporto atletismo de centenas de jovens de comunidades de baixo IDH, como também revela novos talentos, que num futuro próximo, poderão estar representando o Brasil em competições internacionais. Meu muito obrigado a toda diretoria pelo inestimável apoio que sempre dispensou aos nossos jovens - disse o Professor Ormandino. 

Promover a inclusão social e possibilitar uma vida saudável a estes jovens oriundos de comunidades com altos riscos sociais, por meio do esporte, é, sem dúvida, realizar a verdadeira responsabilidade social. A AME/RJ se sente feliz em poder contribuir com o Instituto Ideal Brasil, almejando que ele cresça não somente em termos de estrutura física e humana, como também de interesse público.

RESULTADOS DOS ALUNOS-ATLETAS DO IIB (ANO 2016): 

IURI ROSÁRIO CHAGAS MALVESTITI – Categoria Sub-20 - CAMPEÃO do salto em altura com a marca de 2,02m;

VITOR HUGO DA COSTA – Categoria Sub-20 - CAMPEÃO do salto com vara;

TUANNE MARINHO DOS SANTOS – Categoria Sub-20 - VICE-CAMPEÃ nos 100m c/ barreiras. 3º LUGAR nos 400m c/ barreiras;

JULIO CESAR NASCIMENTO DE OLIVEIRA - CAMPEÃO dos 400m c/barreiras;

JULIANO NATALINA SOARES – Categoria SUB-18 - VICE-CAMPEÃO nos 800m. 3º LUGAR nos 1.500m. 4º LUGAR nos 400m c/barreiras;

MARLON RODRIGUES DA COSTA – Categoria Sub-20 - VICE-CAMPEÃO nos 800m. 5º LUGAR nos 1500m;

LUCAS MENDES – Categoria Sub-18 - VICE-CAMPEÃO nos 200m rasos.


Cel PM José Maria (centro) ao lado do Profº Ormandino e dos alunos-atletas do IIB

 

15.04.2016

AME/RJ impetra ação coletiva contra governador do Estado

Diante do atraso no pagamento dos servidores inativos e pensionistas membros da categoria representada pela AME/RJ impetrou mandato de segurança coletiva contra o governador do Estado.

Clique aqui e leia na íntegra.

 

MOBILIZAÇÃO DE MILITARES ESTADUAIS E DO DF EM BRASÍLIA

No último dia 05, cerca de mil militares estaduais (Oficiais e Praças), contando com a representação de 42 entidades de oficiais militares de todo o Brasil (Polícia Militar e Corpo de Bombeiros), além de Comandantes Gerais das PM de Minas Gerais e Rio de Janeiro reuniram-se na Câmara dos Deputados em Brasília. O Motivo principal da mobilização foi a tramitação do Projeto de Lei Complementar 257/16, que traz profundas e danosas modificações nos direitos dos servidores, em especial dos militares estaduais e do DF.

 Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

08.04.2016

Posição de FENEME sobre PLC 257/16

No sentido de esclarecer sobre o PLC– Projeto de Lei Complementar 257/16, a Diretoria da  Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais ( FENEME)  informa que: 

1. A  mobilização foi exemplar. O que demostra isso foi a emoção do Deputado Cel Fraga-DF,  pois em mandatos anteriores ele estava praticamente só, o que agora não ocorreu. 

2. Temos tido muitas respostas das visitas e contatos com os parlamentares,  tanto das nossas entidades (Oficiais e Praças) quanto dos servidores públicos, e Comandantes.

Diante disso o que há de verdade até o momento:

A. O projeto continua na pauta, item 4 e  está inclusive na página (site) da Câmara em atividade legislativa; plenário e ordem do dia;

B. O projeto ainda continua com a urgência constitucional;

C. Temos aa promessa do Relator e de vários lideres partidários que irão retirar do projeto a parte relativa aos servidores e os militares, mas no momento nada concreto ainda.

Assim, devemos permanecer todos mobilizados e continuando os contados até que novo texto seja apresentado pelo Relator, materializando todas as promessas.

Caso venha ocorrer modificações de destaque no quadro atual repassaremos a todos.

Esta é a posição oficial da FENEME conforme nosso Diretor Assuntos Parlamentares da Federação.

Solicitamos a todos repassarem estas informações aos demais militares dos Estados e do DF.

Mais uma vez parabéns à todos pela demonstração de força junto ao parlamento e autoridades nacionais.

Não há vitória sem luta e a união faz a força.

Acordamos.

A DIRETORIA DA FENEME

 

08.04.2016

Esposa do Presidente do Conselho Deliberativo comemora aniversário na AME/RJ

“Minha melhor amiga, meu verdadeiro amor, minha eterna namorada. O dia hoje é seu"!

Essa foi a declaração do Coronel Laurílio Silva, Presidente do Conselho Deliberativo da AME/RJ, que escolheu a associação para homenagear sua esposa pela passagem do seu aniversário transcorrido no dia 18 de março. A aniversariante ganhou um presente pra lá de especial: um almoço com suas amigas oferecido pelo Coronel Laurílio. 

- Muito obrigado à todos e, em especial, ao Coronel José Maria, nosso Vice-Presidente Administrativo. Tudo estava perfeito: qualidade do cardápio, organização, atendimento dos funcionários. Ano que vem estaremos de volta! – prometeu o Coronel Laurílio.

 

06.04.2016

Confirmado: Governo vai parcelar salários de março dos servidores públicos

O que já estava previsto, aconteceu. O Governo do Rio deve anunciar, até o fim da semana, o parcelamento dos salários do mês de março. As receitas que entrarão no caixa da Secretaria de Fazenda, nos próximos dias, definirão como será feita a divisão dos vencimentos. A tendência é que seja adotada a mesma receita que foi colocada em prática no pagamento dos salários de novembro (quitados em dezembro). Na época, todos os servidores receberam R$ 2 mil. Quem recebia valor superior, aguardou o depósito ao longo do mês.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

05.04.2016

Atividades  da FENEME/Brasília (28/03 a 01/04)

Segue, em anexo, Boletim "NOTÍCIAS DE BRASÍLIA", produzido pela Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME), fatos relevantes aos militares estaduais e à segurança pública, no período de 28 de março a 1º de abril do corrente ano, registrados na própria Federação, Câmara dos Deputados, Senado Federal e Poderes Judiciário e Executivo federal.

Clique aqui e veja o documento na íntegra

 

01.04.2016

FENEME: Convocação para mobilização de entidades em Brasília

Tendo em vista o envio do Projeto de Lei Complementar 257/16, a Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) em conjunto com as demais entidades Nacionais representativas de Militares Estaduais e do Distrito Federal, realizará evento intitulado " MOBILIZAÇÃO NACIONAL - DIREITOS DOS MILITARES EM RISCO", no próximo dia 05/04 (terça-feira), na Câmara dos Deputados em Brasília (DF)

Segue, abaixo, todas as informações para a realização do ato (extraído do site www.feneme.org.br)

1-Convocamos todas as entidades filiadas para estarem presentes no dia 05 de abril (terça-feira) com o maior número de representantes a partir da 10h na Câmara dos Deputados no auditório Nereu Ramos-Anexo II;

2-Se possível se fazer presente com o maior número possível de militares fardados;

3-No local informado serão repassados detalhes deste e outros projetos que afetam os militares, bem como, serão repassadas estratégias de atuação junto aos parlamentares;

4-Tal mobilização envolverá todas as entidades representativas de militares estaduais e do DF incluindo Oficiais e Praças.

Importante mencionar que o referido Projeto, se aprovado como está, afetará diretamente direitos como: Previdência, Posto Imediato na passagem para a reserva remunerada, Aumento da contribuição previdenciária, Término da Licença Prêmio/Especial e tantos outros direitos, não só dos militares dos Estados e do DF como também dos servidores públicos (civis).

A Diretoria.

 

01.04.2016

Menino comemora aniversário pela 1º vez em festa surpresa preparada por PMs

Eric, de apenas nove anos, comemorou pela primeira vez um aniversário regado a bolo e guaraná. A festa foi surpresa e organizada por um grupo de Policiais Militares que atuam em uma comunidade carente de São Vicente, no litoral de São Paulo. Eric ganhou ainda uma bicicleta comprada pelos militares, além de roupas e chocolates.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

Parabéns aos PMs pelo gesto de nobreza. São atitudes como essa que engrandecem ainda mais o nome da corporação.

 

23.03.2016

Relatório de Atividades Legislativas (07 a 11 Mar)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a Associação relatório das atividades realizadas em Brasília/DF, com notícias de interesse da segurança pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano federal, no período de 07 a 11 de março de 2016.

Clique aqui e veja o documento na íntegra


23.03.2016

Governo do Estado decide retirar da pauta Projeto nº 18/2016

A AME/RJ informa a família Policial Militar e Bombeiro Militar que o Governo do Estado retirou da pauta o Projeto de Lei Complementar(PLC) nº 18/2016 que estabelece, entre outras normas de finanças públicas no âmbito do Estado do Rio de Janeiro, a criação da Lei de Responsabilidade Fiscal, com aumento da contribuição previdenciária dos servidores de 11% para 14%, e congelamento dos salários dos servidores estaduais. 

ckique aqui

 

22.03.2016

Parceria promete facilitar recadastramento de viúva do Estado do Rio

Uma boa notícia para as pensionistas viúvas do estado do Rio de Janeiro. O Rioprevidência e a Defensoria Pública firmaram parceria para facilitar o acesso à gratuidade das certidões que são exigidas no ato do recadastramento. Os postos de atendimento da Defensoria localizados no Rio Poupa Tempo de Bangu, Cantagalo, São Gonçalo e São João de Meriti e a Agência Central do Rioprevidência vão emitir o ofício de gratuidade para solicitação das certidões nos cartórios.

O acordo foi anunciado após a coluna do Servidor (jornal O Dia) publicar que segurados estavam pagando cerca de R$ 400 para emitir os documentos. Segundo a autarquia, o texto do telegrama que será entregue foi atualizado de modo a deixar mais claro que é possível conseguir as certidões gratuitamente. O prazo para apresentação continua sendo o de 20 dias a partir do recebimento do telegrama.

De acordo com o Rioprevidência, a gratuidade se aplica para os beneficiários maiores de 60 anos e que recebem até dez salários mínimos (R$ 8.800). Quem tem menos de 60 anos e recebe até cinco salários mínimos (R$ 4.400) também tem o direito à gratuidade. Para os com mais de 60 anos de idade, vai pagar pelas certidões quem tem um benefício superior a R$8.800. Ao todo, 91,5% dos convocados têm direito à gratuidade na emissão dessas certidões.

O Rioprevidência analisa como será o movimento fora da capital e informou que tem mandado ofícios para os cartórios no interior do estado para ter melhor conhecimento sobre os prazos. Nos municípios em que não têm postos da autarquia há estudo de levar as vans do programa Rioprevidência Móvel e outras ações para atender aos segurados.

Em nota, o Rioprevidência informou que trabalha para que todos os segurados tenham o “melhor atendimento possível”. Afirmou ainda que nenhuma pensão será suspensa sem que as viúvas possam apresentar toda a documentação. “Estamos trabalhando para fazer isso da forma mais confortável para os nossos segurados”, informou em nota.
Após a divulgação da matéria na semana passada, o Ministério Público do Estado do Rio abriu investigação sobre as exigências do Rioprevidência. O MP vai manter o procedimento para avaliar se as medidas anunciadas vão funcionar de fato para facilitar a vida dos segurados do fundo de pensão.

A expectativa do Rioprevidência é conseguir economizar cerca de R$106 milhões por ano para o grupo de viúvos. Desde 2012 já foi feito recadastramento com filha maior, legatários e aposentadorias especiais. O objetivo não é apenas fazer uma prova de vida, mas sim verificar a manutenção da condição dos benefícios.

Fonte O Dia (Coluna do Servidor)

 

17.03.2016

Transtornos mentais acometem até 30% dos PMs que trabalham em áreas violentas

A UPP de Nova Brasília e os batalhões de Irajá, Rocha Miranda e São Gonçalo são os locais em que há o maior número de policias militares com problemas psicológicos. A afirmação é do chefe do Núcleo de Psicologia da corporação, tenente-coronel Fernando Derenusson. Segundo ele, o elevado estresse dos agentes pode levá-los a agir com maior violência.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

17.03.2016

Uma ofensa a todos os cariocas!

A população de Maricá está revoltada com as declarações do Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. O vereador Frank Costa entrou na manhã desta quinta-feira com uma Moção de Repúdio contra o prefeito carioca, em virtude das declarações ditas por Paes, divulgadas em rede nacional, onde o Prefeito difamou os municípios de Maricá, Araruama e São Pedro da Aldeia em conversa com o ex-presidente Lula.

A Moção foi protocolada na Câmara Municipal e será lida na próxima sessão, que será realizada segunda-feira, dia 21.

Clique aqui e leia o diálogo na íntegra

Povo de Maricá, Araruama e São Pedro da Aldeia: na hora de voto, não se esqueçam dessas declarações de baixo calão proferidas pelo Sr. Eduardo Paes, nascido e criado no Rio de Janeiro.

 

15.03.2016

Hemorio leva campanha de coleta de sangue às universidades

Por conta da diminuição da quantidade de doações de sangue no Estado do Rio e, também, para incentivar a doação, a Hemorio lançou nesta terça-feira a 9ª edição da campanha “Universitário Sangue Bom”. O objetivo do projeto é arrecadar sangue de universitários de 11 instituições de ensino do Rio e do Grande Rio. 

Em oito edições o projeto já recebeu aproximadamente 6.500 bolsas de sangue e ajudou a salvar cerca de 25 mil vidas. A expectativa do projeto, para o primeiro semestre, é alcançar 750 doações ao longe das três semanas — dos dias 15 a 30 de março — em que a campanha passará pelas faculdades da Zona Norte, Sul, Oeste e Baixada Fluminense.

De acordo com a instituição, atualmente o estoque de sangue nas unidades do Estado estão 10% abaixo em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo o órgão, hoje, apenas 550 bolsas sanguíneas estão em estoque disponíveis para uso. Para atender mais de 200 hospitais de todo o Estado, pelos menos 350 pessoas deveriam doar sangue diariamente, e isso não acontece. Nos primeiros 15 dias de março o Hemorio teve uma média de 168 bolsas coletadas por dia. "

Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 68 anos (incompletos), pesar mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens entre 16 e 17 anos, podem realizar a doação mediante consentimento formal do responsável legal. Não é necessário estar em jejum, apenas evitar a ingestão de alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação e de álcool nas últimas 12 horas.

Todas as informações sobre o movimento estão disponíveis no site oficial do projeto que é o http://www.universitariosanguebom.com.br

 

14.03.2016

FENEME lança campanha “CONTRIBUIÇÃO INDIVIDUAL”

Conforme foi anunciado na Reunião Geral da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) ocorrida em Brasília, em 01/03/2016, a entidade necessitará de recursos financeiros adicionais para fazer frente às demandas nacionais que se apresentam e que ainda virão, ainda no ano corrente. 

Temas principais que afetam todos os Militares dos Estados e do DF, tanto da ativa e da reserva remunerada quanto os reformados, e que estão na pauta nacional poderão (se aprovadas legislações) atingir:

- Previdência dos Militares Estaduais;

- Ciclo Completo de Polícia;

- Código Nacional de Bombeiro;

- Lei Orgânica das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares.

Para que a FENEME possa fazer frente aos temas elencados, uma campanha está sendo feita no sentido de aportar recursos financeiros através da contribuição individual de interessados, quer seja ele militar ou civil.

As referidas contribuições já podem ser realizadas acessando o link: http://www.feneme.org.br/home. Você deve clicar em “contribuir com a FENEME” (caixinha vermelha superior) e seguir os passos indicados.

ASSOCIADOS DA AME/RJ: CONTRIBUAM PARA A DIFUSÃO DESSA CAMPANHA. SUA PARTICIPAÇÃO É FUNDAMENTAL E IMPRESCINDÍVEL!

 

14.03.2016

FENEME defende polícias militares em audiência pública na Câmara dos Deputados

Para conhecimento e acompanhamento informamos que a Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) participou, em 09/03/2016, de mais uma audiência Pública, na Câmara dos Deputados, defendendo as Polícias Militares, conforme abaixo:

COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROFERIR PARECER AO PROJETO DE LEI Nº 8085, DE 2014, DO SENADO FEDERAL, QUE "ALTERA A LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997, QUE INSTITUI O CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO, PARA INSTITUIR A OBRIGATORIEDADE DA PRÁTICA DE DIREÇÃO VEICULAR EM VIAS PÚBLICAS PARA FINS DE FORMAÇÃO DE CONDUTORES"

55ª Legislatura - 2ª Sessão Legislativa Ordinária

PAUTA DE REUNIÃO ORDINÁRIA:

DIA 09/03/2016 - LOCAL: Anexo II, Plenário 09  - HORÁRIO: 15h

- Reunião deliberativa:

I - Deliberação de requerimentos

II - Audiência Pública

Tema: Atribuições das Polícias Militares no Sistema Nacional de Trânsito.
Req. 11/15 - Deputado João Paulo Papa (PSDB/SP)
Req. 13/15 - Deputado Capitão Augusto (PR/SP)

Convidados:

- Algerto Angerami - Diretor-Geral do Denatran;

- Marcos Elias Traad da Silva - Presidente da Associação Nacional dos Detrans - AND;

- Antônio Coelho - Presidente da Associação dos Agentes de Trânsito do Brasil - AGT-Brasil;

- Coronel Marlon Jorge Teza - Presidente da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais;

- Capitão Julyver Modesto - Capitão da Polícia Militar do Estado de São Paulo; e

- Roberto Gregório da Silva Junior - Presidente do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Públicos de Mobilidade Urbana da ANTP


09.03.2016

Pezão garante: “pagará salário de servidores na próxima sexta-feira”

O governador Luiz Fernando Pezão, garantiu: vai depositar o pagamento de servidores, aposentados e pensionistas do Estado do Rio de Janeiro referente à competência fevereiro de 2016 até sexta-feira (11). Pezão, inclusive, postou a informação em sua página no Facebook:

"Peço a compreensão dos servidores e pensionistas. O agravamento da crise financeira no país não deixa alternativa a não ser postergar o pagamento da folha de fevereiro para sexta-feira. Estou hoje mais uma vez em Brasília, no Ministério da Fazenda, lutando muito para trazer mais recursos para o estado. Não tenho feito outra coisa a não ser trabalhar muito para vencer a crise. Reafirmo que mantenho como máxima prioridade o pagamento dos salários dos servidores e pensionistas. Não descanso e mantenho os esforços para geração de receitas extraordinárias que permitam atravessar esse período de turbulência grave".

Desde o fim do ano passado, o governador fez várias mudanças no calendário dos servidores para que o pagamento possa ser efetuado. O novo prazo é até o sétimo dia útil de cada mês. Será o terceiro mês consecutivo que os funcionários reclamam da dificuldade de receber o salário da na data estabelecida. 

O governo Pezão vem enfrentando uma série de greves por conta da crise no estado. O atraso nos salários, a mudança no calendário dos pagamentos e o parcelamento da segunda parcela do décimo terceiro, além dos pedidos de reajustes salariais e melhores condições de trabalho, são as reivindicações dos grevistas.

Fonte: O Dia (08/03/2016)

"Está difícil pagar o salário dos servidores neste mês. Aguardo ajuda aqui de Brasília, que a gente vem negociando. Mas com recursos nossos, se tudo der certo, a gente paga até sexta-feira", disse Luiz Fernando Pezão. A declaração preocupa, mas confiamos na palavra do governador. É preciso aguardar.

 

09.03.2016

Pressionado, Pezão desiste de aumentar contribuição previdenciária de servidores

Pressionado por deputados da própria base e por manifestações do funcionalismo, o governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão retirou o projeto de lei que praticamente impedia a concessão de reajustes salariais nos próximos anos e aumentava de 11% para 14% as contribuições previdenciárias de servidores e órgãos governamentais.

Entregue à Assembleia Legislativa (Alerj) no início do mês passado, a proposta de Lei de Responsabilidade Fiscal foi bombardeada na Casa e sua rejeição era dada como certa. O Judiciário, o Ministério Público e o Tribunal de Contas também criticaram o projeto, apresentado pelo governo como fundamental para salvar as finanças do estado.

Pela proposta, pagamentos de inativos e pensionistas passariam a ser contabilizados como despesa de pessoal. Isto faria com que esses gastos ultrapassassem, desde já, o limite constitucional de 60% da arrecadação. Os salários teriam que ser arrochados para caber no teto. Também segundo o projeto, só poderia haver reajustes salariais em caso de crescimento real (descontada a inflação) da receita de impostos.

Com a retirada do pacote, o governo também desiste de tentar usar, para pagamento de salários, dinheiro destinado a fundos como o do TCE, Defensoria Pública e do Tribunal de Justiça.

Fonte: Informe do Dia - 08/03/2016

Agora, esperamos que o governador cumpra a sua palavra e quite até sexta-feira (11/03) a folha de pagamento de fevereiro dos servidores ativos, inativos e pensionistas.

 

08.03.2016

Feliz dia das mulheres!

Hoje, 8 de março,  comemora-se mundialmente o dia da mulher. Na verdade, as mulheres não precisam de um dia específico, de uma data pré-estabelecida para serem lembradas,  pois já sabemos o quanto são seres divinos e especiais, que deveriam ser amados, respeitados e admirados todos os dias!!!

A Associação de Oficiais Militares Estaduais dedica essa singela homenagem a você, Mulher, mãe protetora, avó coruja, profissional batalhadora, esposa dedicada e, acima de tudo, amiga de todas as horas.

Parabéns a todas as mulheres, em especial aquelas que arriscam suas vidas em defesa da sociedade: Policiais Militares e Bombeiras Militares do Rio de Janeiro!

 

07.03.2016

A “tesoura” de Dilma

O tema do momento na Polícia Militar é a possível debandada de oficiais e praças por conta do projeto em tramitação na Câmara dos Deputados, que estabelece o teto nas remunerações de servidores públicos civis e militares. Para o governo federal em crise, a matéria é de fundamental importância, pois cortaria os gastos, reduziria uma penca de privilégios e ajudaria na promoção do ajuste fiscal.

Mesmo sem ainda ter sido apreciado pelos parlamentares, até a última segunda-feira (19), 210 PMs pediram transferência para a reserva imediatamente, antes que a tesoura da presidente Dilma corte a bolada que a categoria tem a receber no momento da aposentadoria.

Clique aqui e saiba mais sobre este assunto


07.03.2016

Relatório de Atividades Legislativas (22 a 26 Fev)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ relatório semanal das atividades realizadas em Brasília/DF, onde foram debatidas noticias de interesse da Segurança Pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano federal, no período de 22 a 26 de fevereiro de 2016.

Clique aqui e veja o documento na íntegra

07.03.2016

Atuação da FENEME no Congresso Nacional

Na última quarta-feira (2) um grupo de Oficiais Militares atuaram no Congresso Nacional (Senado e Câmara) realizando contato com vários parlamentares, sendo repassado aos mesmos as preocupações e demandas relativas à Segurança Pública Brasileira.

Também fizeram parte das conversações durante às visitas, as demandas que atingem especificamente os Militares do Estados e do Distrito Federal, bem como, as Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares do Brasil. Várias outras atividades, também na mesma oportunidade, já ficaram agendadas para o decorrer do primeiro semestre de 2016 junto ao Congresso Nacional.

Fonte: FENEME


O Presidente da FENEME (ao centro), Cel PMSC Marlon Jorge Teza

 

02.03.2016

Programa de Equoterapia da PM completa 20 anos

Inaugurado em 1996, o Centro de Equoterapia do RPMont da Polícia Militar já realizou, só desde 2011, mais de 10.700 atendimentos. O espaço, que atualmente conta com cinco consultórios equipados para prestar assistência nas áreas de fisioterapia, psicologia, medicina e fonoaudiologia, trabalha a terapia com cavalos utilizando instrumentos como bolas, bambolês, fantoches e macas.

"A equoterapia tem quatro programas. O primeiro é a hipoterapia, voltado para as pessoas que têm muita dificuldade de equilíbrio. O segundo é a educação e reeducação, onde a gente trabalha mais com os autistas, já que eles não possuem nenhum problema motor e com isso conseguem uma independência maior em cima do cavalo. O terceiro é o pré-esportivo, que já é uma possibilidade destas pessoas fazerem algum esporte. Por último, temos o adestramento paraequestre, que é modalidade olímpica e uma forma de desenvolver habilidades dos praticantes no esporte", explicou a capitão psicóloga Cátia Simonato.

Equoterapia é um método terapêutico e educacional, que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem multidisciplinar e interdisciplinar, nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiências e/ou necessidades especiais.

O RPMont trabalha, atualmente, com 22 crianças por dia, atendendo às segundas, quartas e sextas. A criança atendida tem acesso a fisioterapeutas, fonoaudiólogos e médicos na unidade de polícia montada. O projeto de Equoterapia atende crianças com necessidades especiais e sem necessidades especiais - filhos de policiais militares e público civil. Atende ao público adulto também, cuidando do indivíduo como um todo.

Fonte: PMERJ/FamíliaAzul

Em novembro de 2014, a Revista da AME/RJ (Edição nº9) fez uma belíssima matéria no Regimento de Polícia Montada Enyr Cony dos Santos, que na ocasião estava sob o comando do Coronel Cristiano Luiz Gaspar.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

01.03.2016

Os 451 anos do Rio de Janeiro: Comemorar o quê?

Por Luana Leite

O Rio de Janeiro chega hoje aos seus 451 anos de existência. Poderíamos dedicar esse texto exaltando as maravilhas do Rio, que é um dos principais cartões postais do Brasil, que possui um povo hospitaleiro, alegre, guerreiro, criativo e cheio de energia, além de outras qualidades que fazem dele ser mundialmente conhecido como cidade maravilhosa.

Mas será que os cariocas têm motivos para comemorar essa data? Diante do abandono e descaso que a cidade vem passando nos últimos anos, a resposta é evidente: não!

Entretanto temos que incentivar e reconhecer o desempenho de ALGUNS governantes (que ainda se importam com as necessidades do povo), também parabenizar a nós mesmos, povo que a cada dia dá uma poderosa demostração de força, confiança e superação diante das adversidades, também parabenizar o excelente trabalho do Corpo de Bombeiros Militar e, em especial, enaltecer a nossa bicentenária Polícia Militar, guerreiros e guerreiras que sacrificam a própria vida para que possamos viver com um pouco mais de segurança e tranquilidade.

Parabéns meu Rio de Janeiro pelos 451 anos! Cidade que amo, apesar de tudo.

 

01.03.2016

Falta de dinheiro faz PMs do Rio rejeitarem o "bico oficial" 

Os constantes atrasos nos pagamentos das gratificações do Regime Adicional de Serviço (RAS) — bico oficial feito por policiais militares do Estado do Rio em dias de folga —, dos meses de novembro e dezembro do ano passado, provocaram uma baixa no número de inscritos no programa. A insatisfação da tropa levou o Comandante-Geral da Polícia Militar, Coronel Edison Duarte, a informar no site oficial da corporação que o assunto foi levado ao Secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, e à Secretaria de Fazenda.

Sem o reforço no salário, alguns PMs estão voltando a fazer segurança em boates, mercados e restaurantes. O RAS servia para evitar justamente estas atividades paralelas e ao mesmo tempo acabar com déficit de policiais em determinadas áreas.

A falta de dinheiro afetou até o rancho (alimentação no refeitório) dos policiais. A determinação é para que PMs não comam em batalhões que não sejam o seu de origem. Segundo policial lotado no Choque, com a falta de refeição, o batalhão não está recebendo candidatos. Com a suspensão dos cursos, a unidade está impedida de formar soldados especialistas em controle de distúrbio e patrulhamento urbano.

O Comandante Duarte, disse que “todos os esforços têm sido feitos para que não haja desabastecimento. Com o início das transferências financeiras, já houve sensível melhora e já temos outras opções nos cardápios."

Fonte: O Dia

 

29.02.2016

Relatório de Atividades Legislativas (15 a 19 Fev)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ relatório semanal das atividades realizadas em Brasília/DF, onde foram debatidas noticias de interesse da Segurança Pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano federal, na semana de 15 a 19 de fevereiro de 2016.

Clique aqui e veja o documento na íntegra

 

29.02.2016

Boeing da corrupção sem freio

Dilma teve uma ideia: uma CPMF ainda maior para comprar governadores e prefeitos Entenderam? 

A presidente resolveu chamar a classe política para conspirar contra o contribuinte. Parece que alguns parlamentares acharam a ideia genial.

O truque não é novo. A presidente Dilma Rousseff resolveu pôr governadores e, sobretudo, prefeitos nos calcanhares dos parlamentares para que pressionem em favor da recriação da CPMF. Como está todo mundo de pires na mão, pode funcionar.

Dilma se encontrou nesta segunda com senadores que são líderes de partidos da base aliada. Anunciou que o governo pretende apresentar uma emenda ao projeto que recria a CPMF, elevando a alíquotak de 0,2% para 0,38%. Esse 0,18% suplementar seria fraternalmente dividido entre Estados e municípios.

Entenderam? Dilma resolveu chamar a classe política para conspirar contra o contribuinte. Parece que alguns parlamentares acharam a ideia genial.

Claro que sim! Que bom que vai ser votação aberta, não é mesmo? Dá para fazer a lista dos que pretendem enfiar a mão no nosso bolso.

No discurso de abertura do Ano Legislativo, no Congresso, Dilma foi vaiada por parlamentares da oposição e da situação quando defendeu a recriação da CPMF.

Dilma deveria ser mais ousada. Propor logo 0,5%, oferecendo aquele 0,12% para o Judiciário. Aí o serviço ficaria completo…

É o fim da linha!
 
Fonte: Blog Reinaldo Azevedo/Revista Veja (16/02/2016)

 

25.02.2016

Deputado Flávio Bolsonaro critica financiamento público de casamento gay

Segue comunicado do Deputado Estadual Flávio Bolsonaro acerca dos exorbitantes gastos na realização de casamentos homoafetivos coletivos.   O maior alvo do parlamentar foi a celebração para até três mil convidados e 192 casais realizada em 6 de dezembro por R$ 228.483,00m em um clube na Tijuca. Segundo Bolsonaro, as cerimônias foram realizadas sem licitação, sem prestação de contas e com suspeita de superfaturamento.

Segue o comunicado:

Rio falido ainda banca festa gay

“Rio de Janeiro, 18 de fevereiro de 2016.

Meus Amigos,

Contratação de 6 “drag queens”; cachês para 6 maquiadores, 6 cabeleireiros e 4 artistas; espaço físico para comportar 4.000 pessoas com conforto e coquetel para 1.000 participantes... Essas são apenas algumas das várias exigências da “superintendência LGBT”, da Secretaria Estadual de Direitos Humanos do RJ, para realização de um “casamento” gay coletivo, em dezembro de 2015, ao custo de 228 mil reais para os cofres públicos. Sem licitação, sem prestação de contas e com suspeita de sobrepreço.

Com o Estado numa grave crise financeira, atrasando salários de servidores, parcelando 13º, não pagando gratificações, cortando verbas da segurança pública e faltando tudo nos hospitais, vocês concordam que o dinheiro dos nossos impostos seja usado para isso?”

 

25.02.2016 

FENEME notifica Rede Globo sobre humorístico “Tá no Ar”

O programa “Tá no Ar”, humorístico da Rede Globo, exibiu em 16/02 um quadro que ridicularizava os policiais militares. Devido às reclamações recebidas, a Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) se manifestou.

“Prezados (as) Senhores (as):

Para conhecimento informamos que com relação ao programa da Rede Globo levado ao ar nas terças-feiras à noite denominado “TÁ NO AR” onde ridiculariza Policiais Militares, face a indignação gerada pelas imagens, atingido de certa forma todos os Militares Estaduais do Brasil  pela generalização, a FENEME está adotando as seguintes medidas:

- Oficiar a Rede Globo demonstrando a indignação dos Policiais Militares Brasileiro solicitando a retratação;

- Representar junto ao Ministério Público Federal (já que as Redes de Televisão Pública é uma concessão da União) solicitando providências em virtude do acima exposto, inclusive acionando a emissora judicialmente, se for o caso.

Todas as medidas que a FENEME adotará sobre o caso repassaremos a todos para conhecimento.

Atenciosamente,

A DIRETORIA”.

Assista ao vídeo e tire as suas conclusões. A duração total é 24:48, mas o quadro satirizando os PMs termina em 3:56.

https://www.youtube.com/watch?v=rH1KpMX30rc 

 

25.02.2016

Área do 23º BPM é disputado por Governo, construtora e herdeiros de contraventor

Quatro anos após a Justiça confirmar que a posse da área onde está o 23º BPM (Leblon) é do Governo do Estado, Ana Amélia de Melo Franco, que afirma ser herdeira do lugar, colocou a leilão seus direitos sucessórios sobre parte da área. A Procuradoria Geral do Estado, entretanto, afirma que o leilão não tem valor legal.

Clique aqui e leia na integra a matéria

 

25.02.2016

Por falta de pagamento, médicos residentes da PM fazem paralisação 

Médicos residentes que atuam no Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio, reclamam da falta de repasse das bolsas pelo governo do estado. Ontem (23), cerca de 80 estudantes fizeram uma manifestação em frente à unidade. Com cartazes, eles pediram o apoio de pacientes e acompanhantes. De acordo com a PM, o ato foi ordeiro e não afetou o atendimento de pacientes na unidade.

Para Ingrid Soares Pinto, de 27 anos, que faz estágio supervisionado na unidade, o ato foi uma maneira de chamar a atenção das autoridades e sociedade para o problema. Segundo ela, a bolsa-auxílio está atrasada há dois meses.

— Temos sofrido muito com estes atrasos. O valor da bolsa é essencial para alimentação e transporte — disse, ressaltando que os médicos residentes fizeram a paralisação de 24 horas e que o atendimento nesta quarta-feira será normal.

Questionada, a Secretaria estadual de Fazenda não disse se há alguma previsão para o pagamento das bolsas.

Fonte: O Globo

23.02.2016

Criança fardada e a polêmica desnecessária

A imagem à direita é da revista Nova Escola, onde retrata um menino vestido de princesa, cuja capa foi elogiada e ganhou o prêmio de melhor capa de 2015.

Recentemente, a mídia declarou que era um escândalo a publicação de fotos de crianças fardadas, pois violava o artigo 232 do Estatuto da criança e do Adolescente (ECA): “Submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou a constrangimento”.

Internautas, os senhores hão de convir que escândalo, vexame ou constrangimento é:

Crianças sendo fotografadas armadas ou dançando de maneira insinuativa e ninguém da Comissão dos Direitos Humanos brada contra;

A transmissão do programa Big Brother, que se mostra nudez, sexo, homossexualismo, violência, intrigas, palavrões, bebedices entre outras imoralidades como se fossem algo natural;

O “Mensalão” do PT, “Petrolão”, “Operação Lava Jato” e tantos outros casos de corrupção que vem envergonhando a nação brasileira;

O esquema de superfaturamento das compras de merenda escolar em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense;

O menino fantasiado de princesinha e virar capa de revista com direito a premiação.

Farda simboliza civismo, dignidade e honra. Diferente das roupas justas e curtas ostentadas com orgulho nos bailes funks...

 

22.02.2016

Corpo de Bombeiros participa de mobilização para combater mosquito Aedes

Com o objetivo de apoiar os municípios na realização de vistorias em imóveis urbanos no estado, as Secretarias de Estado de Saúde e de Defesa Civil, a partir desta segunda-feira (22/2), articulam a atuação conjunta de uma força tarefa que será composta por cerca de 800 homens do Corpo de Bombeiros Militar. 

Os bombeiros foram capacitados por técnicos da Secretaria de Saúde e darão apoio às equipes de agentes municipais de controle de endemias em busca de focos do mosquito Aedes Aegypti. O treinamento incluiu informações sobre o ciclo reprodutivo do mosquito, principais criadouros e formas de eliminação mecânica, além de esclarecimentos sobre as principais dúvidas relacionadas ao Zika vírus, Dengue e Chikungunya, uma vez que a atuação dos militares também será voltada para conscientização da população quanto à importância de prevenção.

A estratégia de atuação dos bombeiros foi traçada com base em critérios técnicos, como o índice de infestação pelo mosquito e a capacidade dos municípios para a cobertura dos imóveis urbanos, entre outros. De acordo com o Secretário de Estado de Defesa Civil e Comandante Geral dos Bombeiros, Coronel Alcântara, os militares estão capacitados para abordar corretamente os moradores, identificar os focos do mosquito e alertar à população sobre os perigos da proliferação dos focos.

A expectativa é que cada vez mais as pessoas se sensibilizem com a causa e colaborem com o poder público neste combate – afirma o Comandante.

Nas ações, que acontecerão de segunda-feira a sábado, os bombeiros estarão divididos em grupos e acompanhados por agentes de endemia. Caso sejam localizados focos que não possam ser eliminados de forma mecânicas, agentes municipais serão acionados para a eliminação com larvicidas.

A ação da força tarefa vai incluir o uso de tecnologia de ponta. Antes das visitas às áreas determinadas pelas prefeituras, um drone da Secretaria de Estado de Defesa Civil fará um sobrevôo da região, para identificar do alto possíveis criadouros dos mosquitos. Os dados colhidos pelo drone vão ajudar a orientar o trabalho dos agentes e bombeiros que estarão naquela região.

A forma mais eficaz de se prevenir contra dengue, zika e chikungunya é combatendo o Aedes aegypti, diminuindo ao máximo o número de focos. Medidas como armazenar lixo em sacos plásticos fechados; manter a caixa d’água completamente vedada; não deixar água acumulada em calhas e coletores de águas pluviais; recolher recipientes que possam ser reservatórios de água parada, como garrafas, galões, baldes e pneus, conservando-os guardados e ou tampados; encher com areia os pratinhos dos vasos de plantas e tratar água de piscinas e espelhos d’água com cloro são ações importantes que ajudam a evitar a disseminação do vírus transmissor da doença. 

Mulheres grávidas devem reforçar os cuidados de proteção individual, com o uso de repelentes e de roupas que protejam o corpo, principalmente, membros inferiores. Evitar a exposição durante a manhã e o final da tarde, horários de maior circulação do mosquito, também é importante.

Fonte: CBMERJ

O comprometimento e a conscientização popular serão fundamentais para combater o mosquito. A missão dos bombeiros é salvar vidas e é o que esses agentes vão fazer agora, somando forças nessa luta pelo bem-estar do Estado do Rio de Janeiro

.

19.02.2016

Que venham mais crianças fardadas!!!

Os Direitos Humanos e grande mídia condenam a foto de uma criança fardada segurando um par de algemas e cassetete. Mas colocar a criança com micro roupas, fazendo poses e danças sensuais; colocar a criança segurando um fuzil na favela e dizer que ela é resultado da sociedade; vestir a criança com roupas do sexo oposto, isso pode né? Sociedade hipócrita!!!



Porque tanto preconceito com a PM? E se ela estive vestida de bombeiro, segurando equipamentos que a corporação utiliza? E se estivesse vestida de médico? Será que a aversão a imagem seria a mesma?  Como bem diz Davi Branko Nowackz, Profissional da Saúde Mental e Analista do Comportamento: “Uma criança fardada e educada em molde militar, certamente aprenderá seus limites e o apreço que deve ter à dignidade. Criança fardada? Pode sim! 

 

17.02.2016

Crônica de uma roubalheira anunciada

Anotem aí: está em curso a “Operação Salva-Delta”. Vejam o que fez hoje o peemedebita Pezão, governador de fato do Rio 

Anotem aí: está em curso uma “Operação Salva-Delta”. Não sei se a construtora já contratou uma dessas empresas especializadas em “cuidar da imagem” de seus clientes — o que inclui trabalho de assessoria de imprensa, relações públicas e, sobretudo, plantação de notas em colunas influentes, mas tudo indica que sim. Esse é um dos ramos que mais prosperam no Brasil, que fazem milionários. Governos, governantes, políticos no geral e estatais estão entre os seus bons clientes.

Clique aqui e leia na íntegra a matéria

Fonte: Blog do Reinaldo Azevedo, Revista Veja, em 19/04/2012

Infraero ignorou TCU ao contratar Delta Construções

A Delta foi contratada sem licitação pela Infraero por R$ 85,7 milhões para construir o terminal 4 do aeroporto de Guarulhos (SP), apesar de o Tribunal de Contas da União (TCU) afirmar que a empresa “dificilmente” se habilitaria, caso participasse de concorrência pública. Até a presidente Dilma Rousseff defendeu, em 2011, a dispensa de licitação para entregar a obra em dezembro; porém, o terminal só entrou em operação em fevereiro, por causa de um desabamento. O Ministério Público Federal de São Paulo diz que a Infraero jogou dinheiro fora e que a obra emergencial é subaproveitada.

Fonte: O Globo, Roiberto Maltchik, em 19/04/2012

Clique aqui e leia na íntegra a matéria 

COMENTÁRIO DE PAULO FONTES, CEL PM E SÓCIO DA AME/RJ:

Amigos, o que está acontecendo hoje no Brasil em geral e no Rio de Janeiro em particular é uma crônica de uma roubalheira anunciada. Observem a data da denúncia do jornalista Reinaldo Azevedo da Revista Veja que data de 19/04/2012. Está tudo ali muito bem explicado. E ninguém fez nada!! E DAÍ VAI ENCARAR!!!

 

15.02.2016

Governo do Rio deixa ambulâncias do SAMU sem combustível

A falta de combustíveis para abastecer as ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência  (Samu) e o sucateamento da frota levaram o presidente do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro, Jorge Darze, a entrar com uma denúncia contra o governo do Estado no Ministério Público. Ele alega improbidade administrativa e exposição da população a riscos de morte pela possível falta de assistência.

Segundo ele, pelo menos 15 ambulâncias deixaram de circular nos últimos dias. Darze acredita que esse número já tenha aumentado. Bombeiros afirmam que pelo menos 30 estão fora de circulação. 

O quartel de Realengo chegou a colocar placa na entrada avisando que está sem diesel. “Isso é o mais grave. A população tem reclamado da demora no atendimento. Pela falta de combustível e sucateamento das ambulâncias acredito que esteja havendo um revezamento de veículos. Se alguém precisar de atendimento em casa ou na rua isso pode não acontecer. Estão deixando de usar equipamentos do estado que é do interesse público. Essa é uma situação criminosa”, denuncia Darze.

Bombeiros reclamam das precárias condições de trabalho. Segundo eles, as ambulâncias de Santa Cruz estavam abastecendo no quartel de Guadalupe ou São Cristóvão. “Mesmo assim, estamos com cotas de abastecimento. Só podemos encher a metade do tanque”, reclama um bombeiro. 

E é no quartel de São Cristóvão que estão às ambulâncias paradas esperando por consertos. “Passamos o Carnaval com 20 ambulâncias quebradas, sem ter onde consertar. Está uma bagunça”, denuncia outro servidor. A empresa responsável pela manutenção dos veículos é a Peça Oil. 

A assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros afirma que o repasse da verba para consertar as ambulâncias já teria sido feito à Peça Oil pela Secretaria de Saúde. As ambulâncias estão, provisoriamente sendo abastecidas nos quartéis da corporação, e não há viatura deixando de circular por falta de combustível.

Com base nas recomendações do Ministério da Saúde, o Rio deveria ter hoje cerca de 126 ambulâncias para atender uma população média de 6,3 milhões de habitantes. O órgão estima uma ambulância para cada 50 mil pessoas. 

Fonte: O Dia

 

12.02.2016

Comandante Geral dos Bombeiros recebe visita da AME/RJ

28/01/2016 - Reunião com o Secretário de Estado de Defesa Civil e Comandante Geral do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, Coronel Ronaldo Alcântara. Neste ato, a Associação de Oficiais Militares Estaduais (AME/RJ) foi representada pelo seu Presidente, Coronel Fernando Belo, e pelo seu Vice-Presidente Administrativo, Coronel José Maria de Oliveira. O objetivo da visita foi para tratar da questão da Previdência Militar Estadual, um assunto de suma importância para as instituições PM/BM. A entidade informa que a próxima reunião será com o Comandante-Geral da Polícia Militar, Coronel Edson Duarte.


Da esq. p/dir. Cel PM Fernando Belo, Cel BM Ronaldo Alcântara e
Cel PM José Maria de Oliveira 

 

12.02.2016

Crianças fardadas - A polêmica desnecessária

A publicação da foto de uma criança usando algemas, cassetete e a farda da Polícia Militar de São Paulo vem sendo motivo de debate nas redes sociais. A corporação publicou mais uma imagem de criança, desta vez em tom de resposta à polêmica, com a carta de uma criança.

Clique aqui e leia a íntegra da matéria

 

12.02.2016

A PM “apanha” da imprensa muito mais do que crime organizado!

Foto de criança com uniforme da PM é criticada. E vestida de bandido, pode?

Ser um policial militar só não é uma profissão como qualquer outra porque é muito mais arriscada. Mas profissão é. Crianças se vestem de médicos, de engenheiros, de super-heróis, de fadinhas… Por que não poderiam se fantasiar de policiais? É escusado dizer que, tivesse a bebê se caracterizado como bandido, ninguém daria um pio.

Clique aqui e leia a íntegra da matéria

COMENTÁRIO DE PAULO FONTES, CEL PM E SÓCIO DA AME/RJ:

Enquanto em São Paulo um dos maiores jornalistas do país, Reinaldo Azevedo, da Revista Veja, defende a Polícia Militar daquele estado, aqui no Rio Maravilha, de sol, mar e carnaval, dominado pelos gatunos do PMDB ao lado dos velhos caciques de sempre, a nossa PMERJ, com salários atrasados, apanha de tudo quanto é lado, enquanto seus valorosos policiais morrem feito moscas, nas mãos dos traficantes  de chinelos  e poderoso armamento de guerra.

 

04.02.2016

População do Rio ajuda a solucionar crimes com aplicativo de celular

Canais de comunicação com a população via WhatsApp têm contribuído para solucionar crimes na Operação Segurança Presente, realizada pela Secretaria de Governo em parceria com o Sistema Fecomércio-RJ. O aplicativo para celular tem sido usado como recurso para agilizar a troca de informações entre as equipes de policiamento, moradores e comerciantes das localidades onde ocorrem as ações: Lagoa, Aterro e Méier.

 Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

04.02.2016

Brasil está ‘festejando à beira do precipício’, diz revista britânica

O Brasil voltou a ser assunto de uma reportagem da edição da revista britânica “The Economist” para as Américas. Intitulado “Festejando à beira do precipício”, o texto fala da pausa que a população costuma fazer durante o carnaval. E lembra que os políticos voltarão do recesso de fim de ano poucos dias antes do feriado começar, ou seja, os trabalhos só devem ser de fato retomados após o fim da folia.

Para a publicação, nem a presidente Dilma Rousseff nem os congressistas vão conseguir relaxar, já que o país enfrenta dois sérios problemas: o vírus zika e a piora das crises econômica e política.“Quando os políticos retornarem aos trabalhos eles podem se arrepender do tempo que passaram sem tentar resolvê-los”, afirma a reportagem.

A publicação cita a queda das vagas no mercado formal de trabalho em 2015, a projeção de mais perdas para este ano e a forte retração das vendas de automóveis como parte dos indícios do agravamento do cenário econômico brasileiro. E ressalta que para as gerações mais novas, o desemprego é uma novidade. E que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que é sociólogo, alerta que não se sabe como esses jovens vão reagir a esse revés.

De acordo com a “Economist”, a capacidade do governo de lidar com as causas da miséria diminui, enquanto esse mal cresce. A reportagem fala ainda das investigações sobre a corrupção na Petrobras, afirmando que espera-se que mais membros do PT sejam acusados.

A revista lembra a ameaça de impeachment e alega que a falta de força de Dilma a torna “mais dependente da boa vontade do PT e de sindicatos aninhados a ele, que se opõem visceralmente às reformas necessárias para firmar a economia”.

A reportagem termina dizendo que há pouca perspectiva de que, ao voltar do recesso, os legisladores tomarão medidas que possam ajudar a melhorar o cenário atual. Segundo a publicação, os interessados no impeachment da presidente admitem que dificilmente conseguirão os votos necessários para levar o caso ao Senado, mas planejam esticar o processo por tanto tempo quanto os “(vagos) prazos legais permitam”. “Isso vai atingir o objetivo deles de minar a presidente. Isso não vai fazer nada para melhorar o Brasil”, conclui.

Fonte: O Globo

 

03.02.2016

GBS dos bombeiros recebe novos equipamentos

Como parte da meta de aquisições de equipamentos operacionais, o Grupamento de Busca e Salvamento (GBS) do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro recebeu diversos materiais para atuação em atividades subaquáticas e salvamentos em desastres. 

São roupas de neoprene; válvulas de 1° e 2° estágios; cilindros de alumínio; coletes equilibradores; snorkels; lastros de 2 Kg; cintos de lastros com fivela inox; luvas de neoprene; manômetros frontais; bússolas de pulso; botas de neoprene; nadadeiras e máscaras de mergulho, coletes táticos; roupas secas; cinto NA; serras circulares, furadeiras, entre outros.

De acordo com o Comandante do GBS, Tenente-Coronel Luciano Sarmento, a aquisição desses equipamentos fortalece a capacidade operacional do grupamento e auxiliará nas instruções dos cursos da corporação, além de também contribuir para o serviço de prevenção dos Jogos Olímpicos Rio/2016.

São equipamentos de mergulho modernos que possibilitarão a busca de vítimas de afogamento nos padrões de salvamento do CBMERJ, além de materiais para atuação em estruturas colapsadas, tanto com a proteção individual do bombeiro quanto para confecção de escoramento de construções – destacou.

Parabéns ao CBMERJ por mais essa aquisição! A sociedade fluminense agradece.


Fotos: CBMERJ

 

29.01.2016

Esclarecimento sobre a Resolução - Auto de Resistência divulgada pela mídia

A respeito da resolução nº 2, do Conselho Superior de Polícia dos Delegados de polícia, sobre orientações de procedimento quando da constatação de lesões corporais praticados por policiais em serviço (que segundo eles aboliu a utilização dos termos de auto de resistência), informamos que a FENEME expedirá nota de esclarecimento (em conjunto com ANASPRA), inclusive publicando também em Diário Oficial, demonstrando que a  medida (resolução) é inepta e não gera qualquer alteração na legislação penal em vigor (CPP - Código de Processo Penal para civis e muito menos CPPM - Código de Processo Penal Militar para militares).

A iniciativa da FENEME tem o propósito de esclarecer e orientar os militares estaduais, do DF e toda sociedade a respeito do tema, evitando que interpretações errôneas tragam prejuízo a quem quer que seja face a legislação em vigor a qual sofreu qualquer alteração. Tão logo estiver concluía a referida nota divulgaremos no site.

 

29.01.2016

Mensagem recebida da AMEBRASIL sobre a Nota Técnica da FENEME

“Caros Presidentes das Entidades que assinam a Nota Técnica - Manifesto da FENEME,

Venho por meio deste apresentar o nosso total apoio da AMEBRASIL ao texto e forma como se está respondendo à excrescência produzida pelo Conselho Superior da Policia Federal  e Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil, publicada no Diário Oficial da União de 04 de janeiro de 2016 ( nº 1, Seção 1, pág. 8), tal como se fosse uma norma aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pela Presidente da República, que dispõe sobre os procedimentos internos a serem adotados pelas polícias judiciárias em face de ocorrências em que haja resultado lesão corporal ou morte decorrentes de oposição à intervenção policial. Que a pretexto de defender valores de interesse da sociedade, quais sejam buscar dar solução pacífica aos conflitos de ordem pessoal, que toda sociedade tem, se omitem em suas responsabilidades nos esclarecimento de autorias de crimes, permitem que cheguemos ao estado atual onde mais de 58.000 homicídios são praticados no país no ano 2014, com uma persecução penal instaurada de suas responsabilidades inferior a 10% e com solução de não mais de 3% destes casos.

Fica muito claro e de fácil compreensão que a tentativa de se colocarem aos moldes das virgens de Vesta ou vestais, que em Roma eram reverenciadas pelos magistrados, pelos pretores e mesmo pelos cônsules, por gozarem de respeito divino, nos dias atuais de nossa República, dados os mesquinhos serviços que prestam à nossa sociedade, a categoria que menos poderia se dar ao luxo de ditar regras para as demais, seria exatamente aquela que sequer cumpre o mínimo de suas obrigações, ao deixar de fazer, somente no caso de homicídios, 97% de suas funções.

Bem se manifesta o Coronel Marlon, que a nossa sociedade está por dar um fim a esta aberração, com as mudanças que estão em trâmite no nosso Congresso Nacional, no sentido mais do que necessário e apropriado de aperfeiçoar a legislação processual para atender este clamor nacional e acabar com esta generalizada impunidade que assola o nosso país.

Não será, pois, um grupelho metido a esperto, que ao arrepio da lei, ditará regras e fará com que as outras agências de polícia sejam consideradas responsáveis de antemão por situações de enfrentamento violento, que encontram nas ruas, por absoluta desídia do qual é o maior responsável.

Se a ideia foi passar adiante responsabilidades pelo momento que passam de pressão política e se agiu com o fito de se mostrarem interessados em propor soluções para o grave problema gerado pela violência generalizada, vale o nosso alerta que a omissão e incúria, que produz tão nefastos resultados, está muito mais na anuência tácita com o crime, quando não se promove o mínimo de persecução criminal, que é fator único e exclusivo do que ora se pretendem controlar, pois é na prevenção que se dá o enfrentamento, que muitas vezes expõe o policial ao risco de vida, porque identificado por seu fardamento.

Era o que gostaríamos de observar.

Flammarion Ruiz

Secretário Geral da AMEBRASIL, Diretor da FENEME e Assessor Institucional da AOPM SP”.

 

29.01.2016

Nota Técnica- Manifesto da FENEME

A Associação de Oficiais Militares Estaduais (AME/RJ) divulga a NOTA TÉCNICA DA FENEME, sobre a Resolução nº 02 de 13 de outubro de 2015, do Conselho de Delegados de Polícia, que dispõe sobre os procedimentos internos a serem adotados pelas polícias judiciárias em face de ocorrências em que haja resultado lesão corporal ou morte decorrentes de oposição à intervenção policial.

Por oportuno, solicitamos aos nossos associados que, na medida do possível, divulguem este importante documento junto à mídia, às autoridades e à sociedade em geral, desfazendo entendimentos equivocados existentes a respeito da aludida resolução. 

Nota Técnica  - clique aqui

 

28.01.2016

Senac oferece bolsas de estudos integrais para dependentes de PMs

Um convênio entre o Governo do Estado do Rio de Janeiro, por intermédio da Polícia Militar e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial no Estado do Rio (SENAC ARRJ) está oferecendo 5 mil bolsas de estudos integrais para dependentes de policiais militares.

O convênio PMERJ/SENAC tem por objetivo a concessão das bolsas de estudos para matrículas realizadas até 30 de novembro de 2016, nas áreas de Ensino a Distância (EAD), Formação Inicial e Continuada, Habilitação Técnica, Qualificação Técnica e todos os demais cursos livres oferecidos pelo SENAC ARRJ em suas unidades, respeitando o limite de 10% de vagas por turma. Cada dependente tem direito a uma única bolsa ao longo de toda a vigência do convênio.

Para ter acesso ao Programa, o dependente deverá seguir os seguintes passos:

1) Acessar o site do SENAC RIO (www.rj.senac.br);

2) No item ‘Selecione Cursos’, o dependente irá conhecer os cursos oferecidos para poder escolher qual pretende fazer;

3) Após escolha, conhecer os requisitos do curso e ver se atende a todos, inclusive escolaridade;

4) Procurar a Diretoria de Assistência Social ou um dos seus Núcleos Descentralizados nos CPAs (3º, 4º, 5º, 6º e 7º) para solicitar uma carta de apresentação ao SENAC, onde será confirmada a dependência, através da documentação solicitada;

5) O dependente irá receber via email a Carta de Apresentação ao SENAC, assinada pelo Diretor da DAS, em um prazo de cinco dias úteis; de posse da Carta, que terá validade de 10 dias (essa data será fixada na carta), para procurar a unidade SENAC que oferece o curso selecionado para efetuar a inscrição, onde será verificada a disponibilidade de bolsas para a turma solicitada, assim como conferência da documentação necessária;

6) O controle de cartas emitidas pela PMERJ ocorrerá de forma quinzenal, com encaminhamento de relatório ao SENAC, desconsiderando os indicados que não compareceram ou aqueles que não tinham os requisitos para a matrícula, para considerar as matrículas efetivadas.

A título de orientação, recomendamos que o candidato interessado compareça à unidade SENAC do seu interesse para obter informações mais atualizadas sobre os cursos disponíveis e as vagas existentes.

Documentos necessários (Filho e Cônjuge):

- Cópia da Identidade do dependente;

- Cópia do CPF;

- Cópia da identidade do Militar;

- Certidão de casamento ou união estável, em caso de companheiro (a);

- Documento que comprove os pré-requisitos do curso de interesse;

- Impressão da página da internet com o curso, unidade, turno de interesse e pré-requisitos exigidos para o curso escolhido.

Pensionistas:

- Cópia da Identidade da pensionista;

- Cópia do CPF;

- Cópia do contracheque;

- Demais documentos que comprove os pré-requisitos do curso de interesse;

- Impressão da página da internet com o curso, unidade e turno de interesse.

Mais informações pelo telefone: (21) 2334-1833 / DAS.

Fonte: PMERJ

 

26.01.2016

Projeto Botinho beneficia cerca de 7 mil crianças e jovens

Cerca de 7 mil crianças e adolescentes participarão, até o dia 29 deste mês, do ‘Projeto Botinho’, tradicional colônia de férias promovida pelo Corpo de Bombeiros nas praias do Rio de Janeiro.

O projeto Botinho, que é gratuito e para ambos os sexos, consiste em atividades físicas na areia, aulas sobre preservação ambiental, além de receber orientações sobre as condições do mar, riscos de afogamento e primeiros socorros. Além disso, promove a interação social entre os participantes, que devem ter entre 7 e 17 anos de idade.

Os alunos são divididos em três turmas: Golfinho, de 7 a 11 anos; Moby Dick, de 11 a 14 anos; e Tubarão, de 15 a 17 anos. No final do projeto estadual, os participantes recebem um certificado e ainda fazem demonstrações do que aprenderam ao longo do curso.

- Ensinamos noções de salvamento, como lidar com o mar e sobre casos de acidentes com animais marinhos - disse o comandante do 2º Grupamento Marítimo, Tenente Coronel Glauco Motta.

Fonte: Governo do RJ.

A AME/RJ parabeniza o referido projeto que une não só aprendizado, mas também lazer e consciência ambiental.

25.01.2016

Governo do Rio reduz 77% de bônus para policiais

A partir deste ano, os policiais civis e militares do Rio de Janeiro que conseguirem reduzir os índices de criminalidade em suas áreas de atuação verão as contas bancárias engordarem bem menos. Através de um decreto publicado no Diário Oficial no último dia 18, o governador Luiz Fernando Pezão cortou em até 77,8% as bonificações referentes ao Sistema Integrado de Metas.

Desde o primeiro semestre de 2013, o valor do prêmio oscilava entre R$ 4.500 e R$ 13.500, dependendo do desempenho de cada uma das 39 Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisps) do estado. Agora, o bônus vai variar de R$ 1.500 a R$ 3.000.

Acho isso desmotivador para a tropa. Não apoio nenhum centavo de corte em benefícios concedidos à categoria. Segurança pública se faz com agentes bem remunerados - criticou o deputado estadual Flávio Bolsonaro, que preside na Assembleia Legislativa (Alerj) uma comissão que acompanha a carga horária dos policiais militares.

Enquanto isso, os servidores da área de segurança que reduziram a violência no primeiro semestre do ano passado continuam aguardando o recebimento da bonificação. Na ocasião, os policiais alcançaram o melhor desempenho desde a criação do programa, em 2009. Contas feitas pelo EXTRA com base em dados da PM e da Polícia Civil mostram que são mais de 20 mil agentes premiados, totalizando R$ 184 milhões em gratificação - quase metade dos R$ 396 milhões desembolsados com o projeto até então.

A resposta do governo

Procurado, o Governo do Estado garantiu, através de uma nota, que “vai honrar o compromisso e estuda a melhor forma de viabilizá-lo”. Sobre a mudança nos valores, o Palácio Guanabara alegou que a medida foi tomada para “adequar o Sistema Integrado de Metas à atual realidade econômica do estado”.

Só vale para 2016

A mudança só vale a partir deste ano. Portanto, além dos policiais que alcançaram as metas no primeiro semestre de 2015, quem reduziu a violência nos seis meses seguintes será premiado de acordo com os valores antigos.

Como funciona

A comparação é feita com mesmo semestre do ano anterior. Os índices são esses: letalidade violenta (homicídio doloso, lesão corporal ou roubo seguido de morte e auto de resistência), roubos de rua (roubos a pedestres, em ônibus e de celular) e os roubos de veículos.

Fonte: Extra

 

25.01.2016

Lula: “Neste país não tem uma viva alma mais honesta do que eu”

“Se tem uma coisa que eu me orgulho, neste País, é que não tem uma viva alma mais honesta do que eu. Nem dentro da Polícia Federal, nem dentro do Ministério Público, nem dentro da igreja católica, nem dentro da igreja evangélica. Pode ter igual, mas eu duvido”.

A declaração é do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva no último dia 20, durante café da manhã com blogueiros que o apoiam

Isto é para rir ou para chorar?

 

25.01.2016

BMs do Méier ganham ‘oscar’ de salvamentos e resgates pela segunda vez

Pelo segundo ano consecutivo, o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, representado pelos militares do Méier (2º GBM), ganhou o prêmio Conrad Dietrich Magirus. A premiação elegeu as melhores atuações de equipes de bombeiros do mundo e, na edição 2015, os brasileiros saíram na frente de outras 10 corporações. O prêmio foi entregue na sexta-feira (22), na Alemanha.

A ocorrência que rendeu o prêmio para o grupo foi o combate ao incêndio no Shopping Nova América, na Zona Norte do Rio, no dia 16 de fevereiro do ano passado.

Graças à agilidade e eficiência das equipes de salvamento, combate a incêndio e atendimento pré-hospitalar, não houve vítimas fatais e o shopping foi reaberto três dias depois do acidente. Cerca de 100 militares participaram da operação, com o apoio de 30 viaturas e dois helicópteros, pela primeira vez utilizados em área urbana.

Em 2014, o 2º GBM venceu o Conrad Dietrich Magirus pela atuação no resgate de vítimas após a queda de uma passarela na Linha Amarela, em 28 de janeiro de 2014.

Para o comandante do 2º GBM, Coronel Cláudio Nicacio, é muito gratificante ter o trabalho reconhecido, mas o mais importante é saber que a missão foi cumprida e que nenhuma vida foi perdida.

Estamos muito orgulhosos em poder representar a nossa instituição e nos sobressair perante profissionais conceituados como australianos, americanos e austríacos, por exemplo. Os militares agora vão se preparar para a viagem a Nova Iorque, que faz parte da premiação. Lá, os militares terão a oportunidade de conhecer o trabalho dos bombeiros americanos e trocar experiências - disse o comandante.

Fonte: Governo do RJ.

O extremo profissionalismo, eficiência e dedicação com que o Corpo de Bombeiros exerce suas funções precisa ser reconhecido também por nossos governantes. A AME/RJ parabeniza o Cel BM Nicácio e sua tropa pela premiação internacional.


Pela segunda vez, o 2º GBM (Méier) levou o 'Conrad Dietrich Magirus', prêmio que reconhece as melhores atuações de equipes de bombeiros do mundo. Foto: Paulo Vitor

 

22.01.2016

Solidariedade: policial salva e amamenta bebê abandonado em pasto

Uma recém-nascida foi salva por uma policial que a amamentou ao resgatá-la em uma mata em Tuluá, na Colômbia. Luisa Urrea teve um filho recentemente e, ao ver a menina faminta, ficou comovida. "Dei à luz há pouco tempo, tenho leite e percebi as necessidades dessa pobre criatura", contou à "Radio Caracol".

Segundo a agente, o bebê tinha poucas horas de vida e ainda carregava parte do cordão umbilical. A bebê foi encaminhada para um hospital da região com ferimentos leves e hipotermia, mas conseguiu se recuperar, de acordo com o comandante da polícia, Javier Martin.

Uma mulher de 59 anos que passou pelo local desconfiou de um barulho e chamou a polícia. Ela pensou que fosse um gato abandonado. A menina foi incluída em um programa de adoção do governo. Autoridades estão em busca de sua mãe, que pode responder por tentativa de homicídio.

Fonte: O Dia


A policial Luisa Urrea virou notícia nacional na Colômbia depois de resgatar e salvar um bebê debilitado, encontrado dentro de uma mata de Tuluá. Crédito: reprodução da internet

 

21.01.2016

GEE: AÇÃO MOVIDA PELO JURÍDICO DA AME-RJ ATUALIZA GRATIFICAÇÃO NO CONTRACHEQUE DE ASSOCIADOS

Há alguns meses divulgamos que o Setor Jurídico está impetrando mandado de segurança visando a atualização da GEE, sob o argumento que a Gratificação em questão, embora instituída com base de cálculo correspondente a 60% incidente sobre as verbas que compõem a remuneração (exceto adicional de tempo de serviço), está sendo paga defasadamente, sem levar em conta as últimas elevações remuneratórias conferidas a classe.

Nesse viés, foram intentadas diversas ações mandamentais, individuais ou litisconsorciais, sendo que, em pelo menos duas dessas, já julgadas favoráveis em definitivo pelo TJERJ, foi efetivado o cumprimento da obrigação consistente na atualização da GEE, cuja gratificação, nos dois casos, saltou de R$ 2.419,99 para R$ 7.091,99.

A atualização da GEE nos contracheques representa uma vitória significativa, já que, além da substancial diferença financeira, a defasagem da gratificação já dura mais de dez anos, na maioria dos casos.

Aqueles que por ventura se interessarem, deverão contatar-nos, encaminhando cópias de RG, CPF, Comprovante de residência e holerites (1 do ano em que foi implantada a GEE e 3 últimos). Caso a GEE tenha sido obtida judicialmente, deverá, ainda, ser informado o número do processo que a instituiu.

Atenciosamente

Welington Dutra

Advogado da AME/RJ

 

21.01.2016

RJ e RS já têm mais servidores aposentados do que ativos

Estados podem alterar regras da previdência para conter rombo de R$ 51 bilhões

A cada servidor público trabalhando nos estados, há praticamente uma pessoa aposentada ou recebendo pensão, de acordo com o governo. O Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul são as unidades da federação onde o número de inativos na folha de pagamento já ultrapassou a quantidade de ativos, segundo levantamento da CBN. No estado fluminense, há 222 mil ativos e 243 mil inativos. Os servidores estaduais gaúchos somam 131 mil, enquanto o número de aposentados e pensionistas já está em 197 mil pessoas. Lá, os inativos correspondem a mais da metade da folha de pagamento do governo local. Assim como o governo federal, os estados também reclamam da conta no vermelho e querem aprofundar a reforma da previdência neste ano. O rombo estimado nos cofres estaduais é de R$ 51 bilhões.

Segundo dados do Ministério da Previdência, até 2014, chegava a 2,5 milhões o número de funcionários ativos nas repartições públicas dos estados e do Distrito Federal. Já a quantidade de aposentados e pensionistas, que cresce a cada ano, supera a marca de 1,8 milhão. O governo do Rio de Janeiro reclama da pressão das chamadas aposentadorias especiais de professores, policiais, bombeiros e funcionários de algumas áreas da saúde. São pessoas que podem se aposentar mais cedo, com 25 anos de serviço, porque a atividade é considerada exaustiva. No regime comum, as mulheres se aposentam com 30 anos de serviço, enquanto os homens, com 35. O presidente do Rio Previdência, Gustavo Barbosa, lembra que o estado foi um dos primeiros a promover uma reforma da previdência em nível local, o que hoje já não é mais suficiente:

"Hoje a aposentadoria especial não é especial, é normal. E a normal é a especial. Há uma inversão. Isso faz com que o custo previdenciário fique bastante elevado. O ideal seria reduzir ou tender a zero essa situação, mas obviamente existe uma discussão no Legislativo".

O governo do Rio de Janeiro já enviou para a Assembléia Legislativa um projeto de lei para limitar o pagamento de pensão por morte, seguindo a mesma ideia do ajuste do governo federal. O Ceará também quer acabar com os benefícios vitalícios das "viúvas jovens", cônjuges com menos de 44 anos de idade, e não pagar mais para quem viveu menos de 2 anos de relacionamento. A Bahia, por exemplo, já conseguiu limitar a regra: agora, a família de quem contribuiu menos em vida recebe um benefício menor.

O estado calcula que a diferença entre ativos e inativos seja de apenas 30 mil pessoas. No Paraná, a diferença está em 40 mil pessoas. Em Goiás, há apenas 17 mil trabalhadores a mais do que aposentados e pensionistas. Minas Gerais tem folga, há 387 mil ativos e 228 mil inativos, mas também acendeu o sinal amarelo. A dificuldade em administrar as aposentadorias especiais, como a de professores e de policiais é uma realidade em vários estados, como Santa Catarina. Para o responsável pela previdência estadual, Renato Hinnig, o argumento de que essas categorias estão expostas à uma rotina mais estressante tem que ser rediscutido:

"Esse argumento era usado até agora. Mas o problema agora é de caráter financeiro. Ou ajusta isso, ou as pessoas vão ter o direito, mas não vão ter o recurso. Nós estamos com um rombo previdenciário".

Os estados sabem que a reação popular será negativa. Mas, preocupados com a falta de dinheiro em caixa, já recorreram a outra medida polêmica: a criação da Previdência Complementar. Dessa forma, quem quiser receber além do teto da aposentadoria, de aproximadamente R$ 5 mil, deverá contribuir mais para isso.

Pelo menos 8 estados já implementaram o sistema: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Ceará, Pernambuco e Rondônia. A Previdência Complementar começa a valer neste ano também no Rio Grande do Sul. A regra não vale para os servidores antigos, mas para quem entrou no funcionalismo público mais recentemente. Para o presidente da Federação dos Servidores Públicos do Rio Grande do Sul, Sérgio Arnoud, o trabalhador perde com isso:

"Precisamos fazer um debate amplo porque nos moldes que a reforma já foi desenvolvida, em países como Argentina e Chile, as previdências praticamente ruíram. A contribuição é definida, mas a retribuição é indefinida, e é conforme a oscilação do mercado. Se retira completamente o direito do trabalhador".

Em Minas, o regime complementar ainda não pegou. Lançado no ano passado, já recebeu adesão de servidores do Legislativo e da Defensoria Pública, mas nenhuma ainda de servidores do Poder Executivo, segundo o governo local. Outros cinco estados querem aprovar a previdência complementar neste ano: Rio Grande do Norte, Goiás, Santa Catarina, Bahia e Paraná, que vai usar R$ 1 bilhão de royalties da Usina de Itaipu para assegurar o Fundo da Previdenciária por mais 35 anos.

Fonte: CBN

 

21.01.2015 

Sem deixar-se intimidar, BMs femininas se destacam na corporação

Elas têm coragem de sobra para enfrentar perigos e salvar vidas. Destemidas, superaram obstáculos para realizar o sonho de ingressar no Corpo de Bombeiros. Pilotando aeronaves, socorrendo vítimas de afogamento ou gerenciando a atuação de equipes em acidentes, as mulheres desempenham papel fundamental em um universo majoritariamente masculino. Hoje, 2.656 mulheres integram a corporação, o que equivale a 16,89% do total de bombeiros militares na ativa.

Clique aqui e leia a íntegra da matéria

 

14.01.2016

Carta aberta ao novo Comandante Geral da PMERJ

Cel PM RG 53.592 EDISON DUARTE DOS SANTOS JUNIOR

Caro Cmt,

Certamente V.Sa não conhece este signatário, assim como grandes vultos da Corporação como o Sr. Cel PM FERNANDO ANTONIO POTT, o Sr. Cel PM JOÃO LEITE BARRETO, o Sr. Cel HELMO DIAS, entre outros, estes todos meus ex-Cmts de Unidades e referências profissionais.

Mas, assim como a estes oficiais superiores, o acendrado amor à Corporação e à sua destinação constitucional, nos exatos termos cunhados pelo povo brasileiro, marcaram, marcam e marcarão para sempre a vida deste agora escriba que, entre tantas manifestações escritas, cunhou a expressão SIMBIOSE PERFEITA, para definir a absoluta integração, semântica, morfológica, profissional e ontológica das palavras Policial (e) Militar.

Com absoluta comprovação científica, técnica e prática durante a trajetória profissional, mormente no exercício dos comandos da 2ªCIPM, CEPTran, 19ºBPM, 9ºBPM e 23ºBPM, além do desempenho no cargo de Secretário Municipal de Trânsito da capital.

Atualmente na Presidência da Niterói Transporte e Trânsito, a comprovação continua.

Em anexo, encaminha artigo “Dois de Pau" – Inércia Operacional PM, para reflexão.

Em recente artigo, este Oficial Superior PM RR, parodiando o grande “poeta dos escravos” CASTRO ALVES, bradou ao “DEUS DOS DESGRAÇADOS”, pela salvação da PMERJ e até pelo pretenso direito que julga ter de não assistir vivo ao desconcertante descalabro institucional da instituição.

Como LUPICÍNIO RODRIGUES, na música “ESSES MOÇOS” gostaria de lhe propor “por meu sangue, por meus olhos, por meu corpo, tudo enfim”, que acredite neste vocacionado que lhe escreve e proceda às seguintes medidas de forma urgente, porque a PMERJ que V.Sa está assumindo está a serviço dos bandidos, dos criminosos e de todos os fora da lei, que lhe cabe combater e absolutamente afastada e distante do povo que a outorgou a autoridade constitucional de única força pública do Brasil. (Os porquês, que desconfia, posteriormente lhes serão mostrados).

I.             Ressuscite imediatamente as Unidades Operacionais PM (UOP), como Batalhões de Polícia Ostensiva, o atual BPChq, como Batalhão de Preservação da Ordem Pública, tal qual o atual BOPE.

II.           Ressuscite na Academia D. JOÃO VI, o vestibular de direito e o Curso de Ciências Jurídicas, nos 6 primeiros períodos, concomitantes ao Curso de Polícia Ostensiva e de Preservação da Ordem Pública e o Instrução Policial Militar, tudo no Direito Administrativo da Ordem Pública. Não esqueça que o Cap PM é juiz, tem jurisdição, pois julgam praças nos crimes militares definidos, em lei, consoantes a Justiça Militar Estadual (CF. art. 125 § 4º), de forma semelhante, os Oficiais Superiores PM.

III.         Ressuscite o exercício da Polícia Ostensiva de Trânsito e da Polícia Ostensiva de Segurança Externa de Estabelecimento Penal, estas medidas legais decrescerão a criminalidade no Estado em 50%.

IV.          Em prioridade, crie a Reitoria PM, para gestão de todo ensino e instrução da Corporação, todos especializados em Segurança / Ordem Pública. Só as PMM podem!

V.           Ato contínuo, renasça a Instrução de Manutenção para Oficiais, Graduados e Praças com QTS, nas UOps.

VI.         Salve o 1º BPM (mais antiga Unidade PM do Brasil) e o 13º BPM (Batalhão Tiradentes, que foi executado de novo, este pode ser o de POTRAN). Também o 11º BPM, em Neves. É um crime, Sr. Cmt, multiplicar UPP, sem prender ninguém e aniquilar Unidades Operacionais! Não o repita! Não o continue!

VII.       Finalmente, apenas para não alongar, não acredite na mentira dos bandidos de que: “Ao PM basta um armário e uma farda.” É mentira! Sem a logística (rancho, pessoal e almoxarifado), sem o treinamento, supervisão e planejamento específico (P-3), sem a inteligência na atuação e, principalmente, sem uma ação de comando proba, exemplar e competente, nossa Corporação ficará como V. Sa a encontrou: absolutamente alijada do aplauso e do reconhecimento popular.

Desculpe a irreverência, mas nosso Regulamento Disciplinar pune a falta à verdade.

Com desejos de Muita Sorte e Sucesso!

Niterói, 12 de janeiro de 2016.

Atenciosamente,

Paulo Afonso Cunha

Cel PM RR RG 21.140 – Presidente da NitTrans

Em tempo: Se precisar de ajuda, para a nossa Corporação, é uma honra colaborar.

Paulo Afonso Cunha

Presidente da NitTrans - Niterói, Transporte e Trânsito S/A.

Subsecretário de Trânsito e Transporte

Praça Fonseca Ramos s/n - 7 andar

CEP 24030-020, Centro, Niterói - RJ

Tel.:       (21)   2621-5558

Celular: (21) 98400-5575

Leia abaixo o comentário do Presidente da AME/RJ, Coronel Fernando Belo:

Caro amigo Coronel Paulo Afonso. Posso dizer que Vossa Senhoria encarnou o Cícero romano, em razão da EXCELÊNCIA do texto aqui escrito que esperamos, seja posto em prática, imediatamente, como forma de respeito a nossa bicentenária instituição, que sempre esteve na vanguarda de todas as ações positivas, levando o exemplo para todas as co-irmãs, e hoje, COMBALIDA, cresce vertiginosamente, como rabo de cavalo: para baixo. MUITO OBRIGADO, caro Coronel, pela postura e pela excelência do texto que será colocado no site da AME/RJ e, se me permitir, na próxima Revista ou Informativo, o primeiro a ser publicado.

 

08.01.2016

Membro do Conselho Técnico da AME/RJ escreve carta ao Governador Pezão

Em 06/01, o Coronel Jorge da Silva postou em seu blog uma carta intitulada “Carta ao Governador", na qual afirmou que os PMs do Rio não têm o reconhecimento público que merecem, chamando atenção ao fato de que são nove anos de governo e oito Comandantes Gerais, quase um por ano.

Confira a íntegra da carta:

“Estimado governador Luiz Fernando Pezão,

Perdoe-me, antes de tudo, a pretensão. Tomo a liberdade por conhecer os seus bons propósitos, colega que fui de V.Exª no secretariado do estado.

Fiquei contente ao saber que V. Exª fez questão de presidir a passagem de comando da Polícia Militar, em cerimônia com tropa formada, o que não acontecia em público há nove anos, fato que tinha rompido norma de mais de duzentos anos. O gesto significa que o governador quer prestigiar a bicentenária Corporação, a fim de que o comandante que ora assume e o seu Estado Maior possam, a partir da diretriz política do governo, planejar o emprego da PM com maior autonomia, no sentido de melhor proporcionar segurança e tranquilidade à população do estado.

Apesar de todo esforço no policiamento geral, no policiamento em grandes eventos (réveillon, carnaval, estádios de futebol, praias etc.) e na luta contra a criminalidade ? em que centenas dos seus integrantes têm perdido a vida ?, a PM e os PMs têm recebido críticas, não raro procedentes, sobretudo em se tratando do uso excessivo de força letal, e nenhum reconhecimento público. Tal fato faz com que o referido esforço e os riscos não sejam levados em conta, e redundem na desvalorização dos profissionais PM. Um grande desafio.

Gostaria, finalmente, de chamar a atenção para um ponto que me parece crucial. V. Exª deu posse ao oitavo comandante da PM em nove anos. Sem dúvida, um recorde nacional. Que organização, civil, militar, empresarial ou de qualquer natureza resistiria a tamanha descontinuidade sem desestruturar-se? Mal ou bem, a PM resiste. Mas cumpre (perdoe-me uma vez mais a pretensão) que o novo comandante tenha tempo para organizar-se e autonomia suficiente para desenvolver o trabalho da instituição a contento. O gesto de V. Exª enseja concluir que essa é a sua visão.

Prezado governador, reitero minha admiração pessoal e meu respeito.

Jorge da Silva, cel PM Ref”.

Fonte: Blog Jorge Da Silva

 

07.01.2016

AME/RJ prestigia posse do novo provedor da Irmandade N.S. das Dores

Diretor Financeiro da Associação de Oficiais Militares Estaduais assume cargo de Provedor da Arquiepiscopal Imperial Irmandade de Nossa Senhora das Dores

A Arquiepiscopal Imperial Irmandade de Nossa Senhora das Dores tem um novo provedor, o Coronel Moacyr dos Santos Pereira Júnior, que é membro da instituição há 15 anos. O ato solene de posse aconteceu na última terça-feira (5), na Capela de Nossa Senhora das Dores, localizada no Quartel General da Polícia Militar.

A AME/RJ esteve presente para prestigiar o evento e cumprimentar o Coronel Moacyr pela assunção ao honroso cargo.

A AME/RJ esteve representada através de seu Vice-Presidente, Cel PM José Maria de Oliveira (à esq.) A cerimônia de posse contou também com a presença da Diretora Social da Associação, Ten Cel PM Aziza Ramalho (na foto)

O novo Comandante-Geral da Polícia Militar, Cel PM Edison Duarte, cumprimentando o novo provedor

O Cel PM Moacyr estará à frente da Irmandade no período de 2016-2020. Ele substitui o Cel PM Euclydes de Carvalho Brito

06.01.2016

Instituto Ideal Brasil agradece apoio da AME/RJ para realização de campeonato

Ótimas notícias, felicitações e agradecimentos

O Diretor de Esportes do Instituto Ideal Brasil (IIB) Ormandino Barcelos e sua esposa Rozana Pazolini, Presidente da Entidade, divulgam relação das equipes campeãs da "Taça Eficiência 2015" e agradecem todo o apoio recebido da AME/RJ para a realização da evento. Segue e-mail:

À equipe AME/RJ

Prezados senhores,

Após levantamento da pontuação obtida em todos os campeonatos realizados pela Federação de Atletismo do Estado do Rio de Janeiro (FARJ), foi divulgada a relação das equipes campeãs, por meio da TAÇA EFICIÊNCIA, ora anexa.

Em função disto, temos a grata satisfação de informar que a Equipe de Atletismo do INSTITUTO IDEAL BRASIL (IDB) sagrou-se CAMPEÃ e teve a seguinte classificação na TAÇA EFICIÊNCIA FARJ 2015, considerando todas as categorias Pré-Mirim, Mirim, Menores, Juvenil e Adulto:

- CAMPEÃ ESTADUAL no MASCULINO;

- 4º LUGAR no FEMININO;

- VICE-CAMPEÃ GERAL na TAÇA EFICIÊNCIA 2015 (perdendo apenas para a equipe do Vasco da Gama).

Este resultado não seria possível sem a importante doação de V.Sas, e por isto somos muito agradecidos a todos que integram à Equipe AME/RJ.

Atenciosamente,

Ormandino Barcelos (Diretor de Esportes e Treinador Responsável IIB)

Rosana Pazolini (Presidente IIB)

Taça Eficiência/2015 – clique aqui

 

04.01.2016

PM do Rio tem novo comandante geral

O Coronel Edison Duarte dos Santos Júnior tomou posse do comando-geral da Polícia Militar do Rio nesta segunda-feira (4). A cerimônia foi realizada na sede do Batalhão de Choque da PM, no Estácio. O Coronel Edison tem 47 anos, 25 deles dedicados a Corporação. Ele substitui o Coronel Alberto Pinheiro Neto.

Entre 2009 a 2013, o Coronel Edison coordenou a preparação e o planejamento da PM para os grandes eventos em especial para a Copa das Confederações FIFA e Jornada Mundial da Juventude, que aconteceram em 2013.

Fonte: Globo

A  AME/RJ cumprimenta o Cel PM Edison Duarte pela assunção ao cargo de Comandante Geral da PMERJ, desejando uma gestão plena de realizações.

 

04.01.2016

QUE VENHA 2016!

A Associação de Oficiais Militares Estaduais (AME/RJ)  torce por um 2016 mais harmonioso, mais humano e mais feliz. Que não nos falte fé, coragem e disposição para que possamos ir em busca dos nossos objetivos, sempre de cabeça erguida e com um sorriso no rosto. 

Que venha um Novo Ano cheio de Paz, Saúde, Prosperidade, Serenidade, Sabedoria e Amor!